Víbora-de-russell

Fotografia por Kalyan Varma, CC BY-NC-SA

Local da foto: Tamil Nadu, Índia

 NIKON D3 (NIKON CORPORATION)
Distância Focal: 200mm  •  Abertura: f/5.6  •  Tempo de Exposição: 1/125s  •  ISO: 250
Data em que a foto foi tirada: 23/09/2009
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Víbora-de-russell

Daboia russelii
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Reptilia
Ordem Squamata
Família Viperidae
Gênero Daboia
Nome Científico Daboia russelii(Shaw & Nodder, 1797)
Nome Inglês Russell's Viper, Russel's Viper, Chain Viper
Estado de Conservação NE  - Não Avaliada pela IUCN

Descrição

A víbora-de-russell é uma serpente peçonhenta da família Viperidae e uma das "Quatro Grandes" (Big Four) serpentes da Índia - as quatro espécies de serpentes peçonhentas responsáveis pela maioria dos casos de picadas de serpentes na Índia. As Quatro Grandes são: cobra-indiana (Naja naja), krait-comum (Bungarus caeruleus), víbora-de-russell (Daboia russelii) e víbora-de-escamas-serrilhadas-indiana (Echis carinatus).

A cabeça da víbora-de-russell é achatada, triangular, e distinta do pescoço. O focinho é arredondado e saliente. As narinas são grandes, cada uma no meio de uma escama nasal única e grande. A coroa da cabeça é coberta com escamas fortemente fragmentadas e irregulares. Os olhos são grandes, salpicados de amarelo ou dourado. Em espécimes de tamanho médio, as presas inoculadoras de veneno atingem 16,5 mm de comprimento. O corpo é robusto e a cauda é curta, com cerca de 14% do comprimento total do corpo. Dorsalmente, o padrão de cor consiste de uma cor marrom, bronzeada ou amarelo profundo, com três séries de manchas marrom-escuras que correm o comprimento do corpo. Cada uma dessas manchas tem um anel preto ao redor, com a borda externa intensificada de branco ou amarelo. As manchas dorsais, geralmente de 20 a 30, podem crescer juntas, enquanto as manchas laterais podem quebrar. A cabeça tem um par de manchas distintas, cada uma com formato de V ou X de cor rosada, salmão ou acastanhada, que forma um ápice em direção ao focinho. O ventre é branco, esbranquiçado, amarelado ou rosado, muitas vezes com uma dispersão irregular de manchas escuras.

A víbora-de-russell tem, em média, 1,2 m de comprimento total, mas pode crescer até 1,66 m.

Biologia

A víbora-de-russell é terrestre e ativa principalmente como uma forrageadora noturna. No entanto, durante o clima frio, altera o seu comportamento e torna-se mais ativa durante o dia. Os adultos são relatados como lentos, a menos que sejam perturbados, pois podem se tornar muito agressivos. Os juvenis, no entanto, geralmente são mais nervosos.

Quando ameaçada, a víbora-de-russell se posiciona em um formato de S, eleva o primeiro terço do corpo e produz um silvo que supostamente é mais alto do que qualquer outra serpente. Ao atingir essa posição, ela pode exercer tanta força que até mesmo um grande espécime pode levantar a maior parte de seu corpo do chão no processo. Essa serpente é forte e pode reagir violentamente ao ser capturada. A picada pode ser instantânea, ou ela pode manter suas presas na vítima por muitos segundos.

A dieta da víbora-de-russell é composta principalmente de roedores, especialmente espécies da família Muridae. No entanto, ela se alimenta de praticamente qualquer coisa, incluindo ratos, camundongos, musaranhos, esquilos, lagartos, caranguejos terrestres, escorpiões e outros artrópodes. Juvenis são crepusculares e se alimentam de lagartos e forrageiam ativamente. À medida que crescem e se tornam adultos, começam a se especializar em roedores. Na verdade, a presença de roedores e lagartos é a principal razão pela qual essa espécie é atraída para habitações humanas. Os juvenis são conhecidos por serem canibais.

A víbora-de-russell é ovovivípara. O acasalamento geralmente ocorre no início do ano, apesar de ser possível encontrar fêmeas grávidas a qualquer momento. O período de gestação é de mais de 6 meses. Os filhotes são produzidos de maio a novembro, mas principalmente em junho e julho. É uma reprodutora prolífica. Ninhadas de 20 a 40 são comuns. Quando nascem, os filhotes têm entre 21,5 e 26,0 cm de comprimento total. Parece que a maturidade sexual dessa espécie é atingida em 2 a 3 anos.

Habitat

A víbora-de-russell não está restrita a nenhum habitat em particular, mas tende a evitar florestas densas. Ela é encontrada principalmente em áreas abertas, gramadas ou arbustivas, mas pode ser encontrada também em florestas de crescimento secundário, plantações florestais e campos agrícolas.

Distribuição

A víbora-de-russell é encontrada na Índia, Sri Lanka, Bangladesh, Nepal, Mianmar, Tailândia, Paquistão, Camboja, Tibete, China (Guangxi, Guangdong), Taiwan e Indonésia

Veneno

A quantidade de veneno produzida por espécimes adultos da víbora-de-russell é considerável. Ela pode injetar de 130 a 268 mg em uma única picada. Para a maioria dos seres humanos, uma dose letal é de cerca de 40 a 70 mg. Os sintomas de envenenamento começam com dor no local da picada, imediatamente seguida pelo inchaço da extremidade afetada. A dor severa pode durar de 2 a 4 semanas. A morte por septicemia ou por insuficiência cardíaca, respiratória ou renal pode ocorrer de 1 a 14 dias após a picada ou até mais tarde. O tratamento médico rápido e o acesso rápido ao antiveneno podem prevenir e reduzir drasticamente a chance de desenvolver complicações graves e potencialmente letais.

Continentes de Ocorrência

Ásia

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Russell's viper." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 20 Oct. 2017. Web. 22 Oct. 2017.
  • Wikipedia contributors. "Big Four (Indian snakes)." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 2 Aug. 2017. Web. 22 Oct. 2017.

Mais Espécies de Répteis

Conheça mais espécies de Répteis selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.