Tartaruga-mordedora-comum

Fotografia por Andy Simonds, CC BY-NC-ND

Local da foto: Michigan, Estados Unidos

 Canon EOS 40D (Canon)
Distância Focal: 150mm  •  Abertura: f/4.0  •  Tempo de Exposição: 1/800s  •  ISO: 200
Data em que a foto foi tirada: 04/08/2011
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Tartaruga-mordedora-comum

Chelydra serpentina
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Reptilia
Ordem Testudines
Família Chelydridae
Gênero Chelydra
Nome Científico Chelydra serpentina(Linnaeus, 1758)
Nome Inglês Common Snapping Turtle
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2012)

Descrição

A tartaruga-mordedora-comum é uma grande espécie de tartaruga da família Chelydridae. Um réptil grande e de corpo pesado, esta tartaruga tem uma reputação merecida por ser mal-humorada e altamente agressiva.

A tartaruga-mordedora-comum tem um corpo robusto e musculoso com uma carapaça sulcada (embora os sulcos tendem a ser mais nítidos em indivíduos mais jovens). O comprimento da carapaça (superior) na idade adulta pode ser de aproximadamente 50 cm, apesar de uma carapaça entre 25 e 47 cm ser mais comum. Seu peso varia entre 4,5 e 16 kg, mas pode chegar até 34 kg. Espécimes em cativeiro podem pesar até 39 kg devido à superalimentação.

A tartaruga-mordedora-comum tem uma carapaça (superior) de cor marrom ou verde-oliva ao preto, que geralmente é obscurecida pela lama ou algas. Sua carapaça tem três fileiras de sulcos proeminentes, conhecidas como quilhas, correndo ao longo dela, embora estas tendem a ser lisas ou ausentes em indivíduos mais velhos. A parte traseira da carapaça é fortemente serrilhada. A carapaça inferior, ou plastrão, é relativamente pequena, em forma de cruz, e geralmente tem uma coloração que varia da amarelada a castanho-clara.

A tartaruga-mordedora-comum tem uma cabeça grande com um focinho pontudo. Suas poderosas mandíbulas tem uma coloração que varia do amarelo ao creme e geralmente apresentam um padrão de estrias escuras. A ponta da mandíbula superior tem um formato de gancho. Dois barbilhos podem ser vistos no queixo desta espécie, enquanto o seu longo pescoço é coberto por projeções verrugosas, chamadas de tubérculos. Os membros da tartaruga-mordedora-comum são grandes e poderosos, e os dedos são palmados. Ela tem uma cauda longa que tem aproximadamente o mesmo comprimento da carapaça (ou até mais longa). Machos e fêmeas são muito semelhantes na aparência, sendo difícil de distingui-los com base em características externas. No entanto, os machos tendem a ter uma plastrão mais côncavo e geralmente são maiores do que as fêmeas.

Biologia

Uma das tartarugas mais aquáticas da América do Norte, a tartaruga-mordedora-comum passa grande parte do seu tempo deitada no fundo de corpos de água ou enterrada na lama em águas rasas.

A tartaruga-mordedora-comum é um réptil onívoro e se alimenta de quase tudo o que couber em suas mandíbulas afiadas. Sua dieta extremamente variada inclui uma grande variedade de invertebrados, como vermes, sanguessugas, bivalves, caracóis, camarões, lagostas e caranguejos. Insetos, incluindo besouros e borboletas também fazem parte da sua dieta, assim como peixes, anfíbios, outras tartarugas pequenas, serpentes, pequenos mamíferos e até aves. Os filhotes recém-nascidos geralmente se alimentam de minhocas, peixes e girinos.

Enquanto as jovens tartarugas forrageiam ativamente em busca de comida, os adultos tendem a utilizar uma estratégia de "sentar e esperar", emboscando presas enquanto elas passam nadando.

A maioria das tartarugas-mordedoras-comum entram em hibernação no final de outubro, hibernando no fundo de águas permanentes, geralmente rasas, enterradas sob a lama ou se escondendo debaixo de detritos. A hibernação termina por volta de abril, mas isto varia de acordo com a localização.

O macho da tartaruga-mordedora-comum atinge a maturidade quando sua carapaça tem entre 18 e 19 cm, e a fêmea entre 20 e 22 cm. Na maior parte de sua área de ocorrência a tartaruga-mordedora-comum acasala no final de março até novembro.

Em grande parte da América do Norte, o principal período de nidificação desta espécie é entre meados de maio e meados de junho, embora isto pode ser mais cedo no sul e mais tarde no norte. Usando suas patas traseiras, a fêmea cava um ninho em forma de frasco, geralmente em areia relativamente solta, detritos vegetais ou até mesmo serragem de antigos moinhos. A fêmea geralmente coloca apenas uma ninhada de ovos a cada temporada de reprodução, embora na Flórida, a subespécie Chelydra serpentina osceola pode colocar de duas a quatro ninhadas por ano.

Os ovos brancos e esféricos da tartaruga-mordedora-comum têm uma casca dura e resistente, e são mais ou menos do tamanho de uma bola de ping-pong. Uma ninhada consiste de 25 a 45 ovos, que geralmente são incubados por 75 a 95 dias. O sexo dos filhotes é determinado pela temperatura em que os ovos foram incubados, com temperaturas de incubação mais quentes produzindo tartarugas fêmeas, e temperaturas mais frias produzindo machos. Estima-se que a tartaruga-mordedora-comum pode viver até 30 anos na natureza e, em cativeiro, até 47 anos.

Habitat

A tartaruga-mordedora-comum habita uma grande variedade de corpos de água, de rios e lagos até pântanos e lagoas temporárias. No entanto, esta espécie tende a mostrar uma preferência por cursos de água lentos que têm um fundo de lama macia ou areia e uma abundância de vegetação aquática. Os corpos de água habitados por esta espécie geralmente são rasos, mas esta espécie também pode ser encontrada ao longo das extremidades de rios e lagos profundos.

Apesar de ser considerada uma espécie de água doce, a tartaruga-mordedora-comum, às vezes pode ser encontrada em canais costeiros de água salobra, incluindo rios de marés. Surpreendentemente, a tartaruga-mordedora-comum é relativamente tolerante a águas poluídas, e é um dos relativamente poucos répteis que podem ser encontrados em riachos ácidos.

Distribuição

A tartaruga-mordedora-comum ocorre no sul do Canadá, Estados Unidos até o Golfo do México.

Continentes de Ocorrência

América do Norte

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Common Snapping Turtle." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 16 Mar. 2017. Web. 6 Apr. 2017.
  • Common Snapping Turtle fact file on ARKive.
  • Bosch, A. 2003. "Chelydra serpentina" (On-line), Animal Diversity Web.
  • van Dijk, P.P. 2012. Chelydra serpentina. (errata version published in 2016) The IUCN Red List of Threatened Species 2012: e.T163424A97408395.

Mais Espécies de Répteis

Conheça mais espécies de Répteis selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.