Píton-arborícola-verde

Fotografia por Dagget2, CC BY-NC-ND

 Canon EOS 5D Mark III (Canon)
Distância Focal: 150mm  •  Abertura: f/22.0  •  Tempo de Exposição: 1/200s  •  ISO: 100
Data em que a foto foi tirada: 08/07/2012
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Píton-arborícola-verde

Morelia viridis
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Reptilia
Ordem Squamata
Família Pythonidae
Gênero Morelia
Nome Científico Morelia viridis(Schlegel, 1872)
Nome Inglês Green Tree Python
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2010)

Descrição

A píton-arborícola-verde é uma espécie de serpente não peçonhenta da família Pythonidae.

A píton-arborícola-verde tem um corpo relativamente fino. A cauda, relativamente longa, tem cerca de 14% do comprimento total do seu corpo. A cabeça é grande e claramente definida a partir do pescoço. O focinho é grande e angular. Quando adulta, a píton-arborícola-verde possui uma coloração verde brilhante sobre a maior parte de seu corpo. Na superfície dorsal existe uma "crista" distinta de escamas que, geralmente, tem uma coloração que varia do branco ao amarelo e forma uma linha contínua ou quebrada ao longo do comprimento do seu corpo. Ventralmente as escamas geralmente são amarelas, no entanto, alguns indivíduos podem ter escamas ventrais de um amarelo mais claro ao branco e ter uma coloração azul espalhada nas escamas da superfície dorsal. As serpentes jovens podem ter uma coloração amarelo brilhante ou vermelho tijolo. Ao longo da superfície dorsal elas exibem uma série de manchas brancas em preto ou marrom. Estas manchas podem ser simétricas ou aleatoriamente localizadas em ambos os lados do corpo.

A píton-arborícola-verde tem, em média, 150 cm de comprimento, mas grandes fêmeas podem atingir 200 cm de comprimento. Sua cauda é preênsil, ajudando-a na escalada de árvores. Os machos podem pesar entre 1,1 e 1,4 kg, e as fêmeas até 1,6 kg. Espécimes especialmente grandes de até 2,2 kg são fêmeas que, como a maioria das serpentes, são ligeiramente maiores e mais pesadas do que os machos. Esta espécie não parece exibir dimorfismo sexual na idade adulta, no entanto, jovens fêmeas de tamanhos menores têm cabeças mais largas e mais longas quando comparadas a machos de tamanho similar.

Biologia

A píton-arborícola-verde é a espécie de píton mais arborícola, embora ocasionalmente pode ser encontrada no chão. Quando adulta, ela é noturna e caça principalmente à noite, quando presas noturnas maiores estão ativas também. Antes da mudança da cor ontogenética, esta píton é diurna, coincidindo com presas menores que são ativas durante o dia.

Como em todas as outras espécies de serpentes a píton-arborícola-verde é exclusivamente carnívora. É um predador de emboscada que se alimenta de pequenos répteis, invertebrados, mamíferos e aves.

A maioria das informações disponíveis sobre a reprodução desta espécie foram obtidas de animais em cativeiro. A espécie é ovípara, colocando de 1 a 25 ovos viáveis por ninhada. Em cativeiro os ovos são incubados e protegidos pela fêmea durante cerca de 39 a 60 dias. Nos machos, a maturidade sexual ocorre supostamente após 2,4 anos e nas fêmeas, a maturidade sexual ocorre após 3,6 anos.

Habitat

A píton-arborícola-verde é uma espécie de floresta tropical que habita principalmente florestas de montanhas de baixa altitude e florestas de planícies variando de 0 a 2.000 m de altitude. Ela também pode ser encontrada em florestas secundárias.

Distribuição

A píton-arborícola-verde está distribuída por toda a Nova Guiné continental, suas ilhas costeiras e no leste da Indonésia. É encontrada também no nordeste da Península do Cabo York da Austrália.

Continentes de Ocorrência

Austrália/Oceania

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Green Tree Python." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 4 Apr. 2017. Web. 5 Apr. 2017.
  • Hillman, M. 2010. "Morelia viridis" (On-line), Animal Diversity Web.
  • Auliya, M., Shine R.A. & Allison, A. 2010. Morelia viridis. The IUCN Red List of Threatened Species 2010: e.T177524A7449431.

Mais Espécies de Répteis

Conheça mais espécies de Répteis selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.