Monstro-de-gila

Fotografia por Christian Schwarz, CC BY-NC

Local da foto: Arizona, Estados Unidos

  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Monstro-de-gila

Heloderma suspectum
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Reptilia
Ordem Squamata
Família Helodermatidae
Gênero Heloderma
Nome Científico Heloderma suspectumCope, 1869
Nome Inglês Gila Monster
Estado de Conservação NT  - Quase Ameaçada (IUCN / 2007)

Descrição

O monstro-de-gila é uma espécie de lagarto peçonhento da família Helodermatidae. Ele e o seu congênere, o lagarto-de-contas (Heloderma horridum) são os únicos lagartos conhecidos que evoluíram um notório sistema de entrega de veneno.

O monstro-de-gila é uma lagarto grande e robusto, com uma cauda gorda e curta. A cabeça grande, queixo e pescoço são pretos, assim como as pernas e patas. Os olhos pretos têm pupilas redondas. A pele tem uma impressionante coloração preta e rosa brilhante. A pele também tem muitas escamas ósseas redondas. Os membros do monstro-de-gila são robustos e têm garras fortes.

O monstro-de-gila tem entre 26 e 36 cm de comprimento rostro-cloacal, mais uma cauda adicional de aproximadamente 20% do tamanho do seu corpo. Os maiores espécimes podem atingir até 60 cm de comprimento total. Seu peso varia entre 350 e 700 g.

Biologia

O monstro-de-gila passa grande parte do seu tempo em tocas subterrâneas, hibernando durante o inverno e se protegendo do sol do meio-dia nos meses de verão escaldante. Ele emerge da hibernação na primavera e a maior parte das suas atividades ocorre durante os três meses seguintes. Na primavera, o monstro-de-gila é ativo durante o dia, apesar de estar acima do solo, principalmente na parte da manhã e final da tarde.

A dieta do monstro-de-gila é composta de ovos, pássaros jovens, roedores e outros lagartos. O monstro-de-gila pode sobreviver por meses sem se alimentar, pois ele armazena gordura em sua cauda particularmente larga.

A época de acasalamento do monstro-de-gila pode ocorrer de abril a junho, período em que os machos lutam para afirmar o domínio. A fêmea coloca uma ninhada de até 12 ovos no final de junho ou agosto. Os ovos são depositados em depressões escavadas no solo e eclodem na primavera seguinte.

A mordida peçonhenta do monstro-de-gila é usada como uma medida defensiva ao invés de um ataque. Se ameaçado, este lagarto recua sibilando com a boca aberta e, se provocado, ele ataca de forma surpreendentemente rápida com uma mordida que pode ser extremamente dolorosa para seres humanos, embora raramente ela seja potencialmente fatal.

Habitat

O monstro-de-gila habita regiões áridas com cactos espalhados, arbustos e gramíneas, e também encostas rochosas em altitudes de até 1.500 m.

Distribuição

O monstro-de-gila é encontrado no sudoeste dos Estados Unidos e noroeste do México. Sua área de ocorrência inclui Sonora (México), Arizona, partes da Califórnia, Nevada, Utah e Novo México.

Veneno

O veneno do monstro-de-gila é produzido em glândulas salivares modificadas no maxilar inferior, ao contrário das serpentes, cujo veneno é produzido no maxilar superior. O monstro-de-gila não tem a musculatura para forçar a inoculação do veneno. Ao invés disso, o veneno é impulsionado a partir da glândula para o dente pela mastigação. A ação capilar leva o veneno para fora do dente e para a vítima. Os dentes do monstro-de-gila têm uma estrutura fraca e, quando quebram, são substituídos por novos dentes.

Embora o veneno seja uma neurotoxina tão tóxica como a de uma cobra-coral, o monstro-de-gila produz apenas pequenas quantidades de veneno.

Continentes de Ocorrência

América do Norte

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Gila Monster." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 18 Mar. 2017. Web. 31 Mar. 2017.
  • Gila Monster file on ARKive.
  • Stewart, M. 2003. "Heloderma suspectum" (On-line), Animal Diversity Web.
  • Hammerson, G.A., Frost, D.R. & Gadsden, H. 2007. Heloderma suspectum. The IUCN Red List of Threatened Species 2007: e.T9865A13022716.

Mais Espécies de Répteis

Conheça mais espécies de Répteis selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.