Mamba-verde-oriental

Fotografia por Orest Shvadchak, CC BY-SA

  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Mamba-verde-oriental

Dendroaspis angusticeps
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Reptilia
Ordem Squamata
Família Elapidae
Gênero Dendroaspis
Nome Científico Dendroaspis angusticeps(A. Smith, 1849)
Nome Inglês Eastern Green Mamba, East African Green Mamba, Common Mamba
Estado de Conservação NE  - Não Avaliada pela IUCN

Descrição

A mamba-verde-oriental, conhecida também como mamba-verde-do-leste-africano e mamba-comum, é uma espécie de serpente altamente peçonhenta da família Elapidae.

A mamba-verde-oriental é uma serpente grande, com um corpo ligeiramente comprimido e muito delgado e uma cauda média a moderadamente longa. A cabeça da mamba-verde-oriental é estreita e alongada, seus olhos são de tamanho médio, com pupilas redondas. Ela tem presas frontais relativamente longas localizadas no final do proscênio do osso maxilar, bem na frente da maxila. O interior da boca pode ser branco ou branco azulado.

A mamba-verde-oriental tem escamas oblíquas, lisas e estreitas. Sua coloração dorsal é verde brilhante e, ventralmente, é verde/amarelo, com algumas escamas amarelas brilhantes espalhadas nos flancos em alguns espécimes. Machos adultos tem, em média, cerca de 1,8 m de comprimento total, enquanto as fêmeas tem, em média, 2 m de comprimento total. Esta espécie raramente excede 2,5 m de comprimento.

Biologia

A mamba-verde-oriental é uma serpente diurna, arborícola e reservada, e tende a passar a maior parte de seu tempo acima do solo em arbustos relativamente densos, onde ela está bem camuflada. Ela geralmente não é encontrada em terra, a menos que motivada pela sede, pela presa ou pela necessidade de se aquecer ao sol (termorregulação). É uma serpente alerta, nervosa, excelente escaladora, e é extremamente ágil.

Ao contrário da sua prima muito maior, a mamba-negra (Dendroaspis polylepis), esta mamba é mais tímida e não tão agressiva ou temida. Ela evita o confronto com humanos ou qualquer outro potencial predador quando possível, e conta com a sua camuflagem ou foge, ao invés de alertar uma potencial ameaça da sua presença. É uma serpente rápida, capaz de se deslocar a uma velocidade de 11 km/h. Ela nem sempre ataca, mas sob contínua perseguição e provocação e, especialmente se encurralada, ela pode atacar repentinamente várias vezes e de forma muito rápida, muitas vezes levando a um envenenamento severo.

A dieta da mamba-verde-oriental é composta principalmente de pássaros e seus ovos, lagartos, rãs, roedores e outros pequenos mamíferos.

A mamba-verde-oriental é solitária, exceto durante a época de reprodução, quando ela está mais ativa e os machos entram em combate. Durante os meses de verão, a fêmea coloca uma ninhada de 4 a 17 ovos brancos e alongados em um oco de árvore, entre a vegetação em decomposição ou na serrapilheira. O período de incubação é de 10 a 12 semanas. Quando os filhotes emergem dos ovos eles têm cerca de 30 a 40 cm de comprimento e já são altamente peçonhentos. Os indivíduos desta espécie geralmente atingem a coloração adulta com um comprimento de 60 a 75 cm.

Habitat

A mamba-verde-oriental habita florestas tropicais em planícies costeiras, arbustos costeiros e florestas de montanha. Ao contrário da mamba-negra, esta espécie raramente é encontrada em terreno aberto e prefere vegetação relativamente densa e bem sombreada. Além de habitats selvagens de floresta, a mamba-verde-oriental também é encontrada em moitas e árvores agrícolas, tais como árvores cítricas, manga, coco e caju. Na costa leste da África ela é conhecida por entrar nas casas e muitas vezes se abrigar em casas com telhado de palha.

Distribuição

A mamba-verde-oriental é uma espécie nativa das regiões mais costeiras do leste e sul da África. Sua área de ocorrência se estende do sul do Quênia, pela Tanzânia, Moçambique, Malawi, leste do Zimbábue, leste da Zâmbia até a África do Sul. Ela também pode ser encontrada em Zanzibar.

Veneno

O veneno da mamba-verde-oriental é composto por neurotoxinas pré-sinápticas e pós-sinápticas (dendrotoxinas), cardiotoxinas, calcicludina e fasciculinas.

Continentes de Ocorrência

África

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Eastern Green Mamba." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 25 Jan. 2017. Web. 1 Apr. 2017.

Mais Espécies de Répteis

Conheça mais espécies de Répteis selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.