Lagartixa-diurna-de-madagascar

Fotografia por Brian Gratwicke, CC BY

  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Lagartixa-diurna-de-madagascar

Phelsuma madagascariensis
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Reptilia
Ordem Squamata
Família Gekkonidae
Gênero Phelsuma
Nome Científico Phelsuma madagascariensis(Gray, 1831)
Nome Inglês Madagascar Day Gecko
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2011)

Descrição

A lagartixa-diurna-de-madagascar é uma grande espécie de lagartixa-diurna da família Gekkonidae, e a maior espécie do gênero Phelsuma de Madagascar.

A lagartixa-diurna-de-madagascar tem uma cor dorsal de fundo que varia da verde-clara a verde-escura, algumas vezes moderadamente azulada. Uma faixa de cor vermelha ou marrom avermelhada se estende da narina até o olho, ocasionalmente ainda mais, até o pescoço acima da abertura do ouvido. Seu corpo possui marcações vermelhas/laranja, mas alguns indivíduos não possuem estas marcas. A cauda é uniforme ou, às vezes, com pontos vermelhos e/ou barras transversais vermelhas na parte anterior da cauda. Os flancos e membros também são uniformes ou marmoreados. A cor ventral geralmente é cinza, e a parte debaixo da cauda tem uma coloração que varia do verde-azulado ao amarelo.

A lagartixa-diurna-de-madagascar tem almofadas adesivas nos dedos que permitem que ela se agarre à superfícies lisas. Seus olhos são grandes com um círculo azul brilhante ao seu redor e não têm pálpebras. Ela pode atingir até 30 cm de comprimento.

Biologia

A lagartixa-diurna-de-madagascar é uma espécie diurna e arborícola e tende a ser encontrada agarrada à superfícies verticais, como troncos de árvores e galhos, onde descansa e toma sol. Ela parece ser territorial, pois é agressiva com outros membros da espécie. As lagartixas mais jovens são mais agressivas. Os machos podem mudar de cor quando estão estressados ou doentes. Sua coloração escurece nestas situações.

A lagartixa-diurna-de-madagascar se alimenta de uma grande variedade de artrópodes. Ela também se alimenta ocasionalmente de frutas doces e néctar. A sua principal fonte de água vem da condensação encontrada nas folhas.

A lagartixa-diurna-de-madagascar reproduz sexualmente, com as fêmeas colocando ovos várias vezes por ano. A ninhada geralmente consiste de 2 ovos que são colocados de janeiro a julho, com picos entre fevereiro e março. Uma fêmea pode produzir múltiplas ninhadas em uma única temporada de reprodução. Após um período de incubação de 47 a 82 dias, os filhotes eclodem e são imediatamente autossuficientes e independentes. A temperatura em que os ovos são incubados determina o sexo dos filhotes. Ovos incubados entre 27 e 29°C produz machos, e ovos incubados entre 25 e 27°C produz fêmeas. Os jovens se alimentam principalmente de pequenos insetos e se tornam sexualmente maduros dentro de 1 a 2 anos.

A lagartixa-diurna-de-madagascar pode viver, em média, 15 anos em cativeiro. Na natureza seu tempo de vida é desconhecido, mas estima-se que seja inferior a 6 anos.

Habitat

A lagartixa-diurna-de-madagascar é uma espécie que ocorre em vários tipos de habitat. Ela habita principalmente áreas costeiras e de baixa altitude, onde é encontrada em florestas úmidas e secas, bem como em áreas urbanas e agrícolas.

Distribuição

A lagartixa-diurna-de-madagascar é uma espécie endêmica de Madagascar, sendo bem distribuída na região leste do país em baixas elevações, podendo ocorrer até 1.000 m de altitude em florestas.

Continentes de Ocorrência

África

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Fry, C. and C. Roycroft 2009. "Phelsuma madagascariensis" (On-line), Animal Diversity Web.
  • Raxworthy, C.J., Glaw, F. & Vences, M. 2011. Phelsuma madagascariensis. The IUCN Red List of Threatened Species 2011: e.T172977A6951710.
  • World Association of Zoos and Aquariums (WAZA).

Mais Espécies de Répteis

Conheça mais espécies de Répteis selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.