Crocodilo-cubano

Fotografia por Martin Hartland, CC BY-NC-SA

Local da foto: Península de Zapata, Cuba

 NIKON D40 (NIKON CORPORATION)
Distância Focal: 200mm  •  Abertura: f/5.6  •  Tempo de Exposição: 1/250s  •  ISO: 200
Data em que a foto foi tirada: 19/02/2008
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Crocodilo-cubano

Crocodylus rhombifer
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Reptilia
Ordem Crocodylia
Família Crocodylidae
Gênero Crocodylus
Nome Científico Crocodylus rhombiferCuvier, 1807
Nome Inglês Cuban Crocodile
Estado de Conservação CR  - Criticamente em Perigo (IUCN / 2008)

Descrição

O crocodilo-cubano é uma espécie de crocodilo de tamanho médio da família Crocodylidae e uma das espécies de crocodilos do Novo Mundo mais ameaçadas de extinção.

O crocodilo-cubano tem uma cabeça larga e curta com estruturas ósseas salientes logo atrás de cada olho - em grandes adultos, existe uma estrutura óssea mediana que corre entre os olhos em direção ao focinho. Os dedos são curtos e não têm membranas, um indicativo de uma espécie que passa mais tempo em terra se comparado com a maioria das outras espécies de crocodilianos. Jovens e adultos têm um padrão de manchas amarelas e pretas na parte dorsal e a parte ventral é pálida sem marcas distintas. A cauda é poderosa e marcada com manchas e/ou faixas pretas. O crocodilo-cubano tem um total de 66 a 68 dentes grandes, especialmente adaptados para esmagar carapaças de tartarugas.

O crocodilo-cubano geralmente não excede 3,5 m de comprimento, e os machos são maiores do que as fêmeas. Essa espécie pode pesar até 130 kg.

Biologia

O crocodilo-cubano, quando adulto, se alimenta principalmente de peixes, tartarugas e pequenos mamíferos. Quando jovem, ele se alimenta de artrópodes e pequenos peixes.

O crocodilo-cubano é um forte nadador e também anda e salta muito bem. Isso o faz sentir em "casa" tanto na água quanto em terra. O controle da temperatura é importante porque ele não pode gerar calor metabolicamente. Ele absorve o calor do sol ou da água quente; geralmente na parte da manhã, quando ele está frio, ou após uma refeição, porque o calor aumenta o seu metabolismo. Esses crocodilos cooperam quando estão caçando ou se alimentando, mas se relacionam entre si de acordo com uma hierarquia de dominância baseada no sexo, tamanho e temperamento.

A época de reprodução do crocodilo-cubano geralmente começa em maio e dura de três a quatro meses. As fêmeas geralmente cavam buracos para seus ninhos, mas elas também são capazes de construir montículos para usarem como ninhos em certas condições. O tamanho médio da ninhada é de 30 a 40 ovos. Os ovos têm aproximadamente 5 a 7,6 cm de comprimento e pesam, em média, 112 g. Os ovos geralmente eclodem após um período de 58 a 70 dias depois que eles são colocados. O sexo dos filhotes é determinado pela temperatura do ninho. Quando a temperatura interna do ninho está entre 30 e 32°C ocorrem machos, enquanto as fêmeas são produzidas em ninhos que estão acima ou abaixo dessas temperaturas.

Na natureza, indivíduos podem se acasalar com espécimes do crocodilo-americano (Crocodylus acutus), cuja época de reprodução se sobrepõe com a do crocodilo-cubano. Essa hibridação parece ser natural, mas pode representar uma ameaça à pureza genética dessa espécie, se o número da população cair.

Habitat

O crocodilo-cubano tem preferência por habitats de água doce, como pântanos e rios, e raramente nada em água salgada.

Distribuição

O crocodilo-cubano tem a menor distribuição natural conhecida entre os crocodilianos e atualmente é encontrado principalmente em duas áreas de Cuba: o pântano de Zapata no noroeste do país, e o pântano de Lanier na Ilha da Juventude.

Continentes de Ocorrência

América do Norte

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Cuban Crocodile." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 13 Mar. 2017. Web. 8 Apr. 2017.
  • Cuban Crocodile fact file on ARKive.
  • Pettit, K. 2001. "Crocodylus rhombifer" (On-line), Animal Diversity Web.
  • Targarona, R.R., Soberón, R.R., Cotayo, L. & Tabet, M.A. and Thorbjarnarson, J. (IUCN Crocodile Specialist Group). 1996. Crocodylus rhombifer. The IUCN Red List of Threatened Species 1996: e.T5670A11516438.

Mais Espécies de Répteis

Conheça mais espécies de Répteis selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.