Tubarão-azul

Fotografia por Marion Kraschl, CC BY

Local da foto: Açores

  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Tubarão-azul

Prionace glauca
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Chondrichthyes
Ordem Carcharhiniformes
Família Carcharhinidae
Gênero Prionace
Nome Científico Prionace glauca(Linnaeus, 1758)
Nome Inglês Blue Shark
Estado de Conservação NT  - Quase Ameaçada (IUCN / 2009)

Descrição

O tubarão-azul é uma espécie de tubarão da família Carcharhinidae

É uma espécie facilmente identificada pelo seu belo corpo delgado e colorido. A parte superior do corpo é azul profundo, mais claro nas laterais, e a parte inferior é branca. Esse tubarão tem olhos grandes, dentes triangulares, um focinho cônico, nadadeiras peitorais longas e uma segunda nadadeira dorsal muito menor do que a primeira. Apesar da sua nadadeira caudal alongada proporcionar impulso para nadar, seu corpo afunilado permite movimentos elegantes ao nadar. Essa espécie tem um corpo relativamente alongado e delgado.

O tubarão-azul macho geralmente tem entre 1,82 e 2,82 m de comprimento quando adulto, enquanto a fêmea, maior, geralmente tem entre 2,2 e 3,3 m de comprimento quando adulta. Grandes espécimes podem crescer até 3,8 m de comprimento. O macho pesa entre 27 e 55 kg, e a fêmea, entre 93 e 182 kg. Ocasionalmente, fêmeas que excedem 3 m de comprimento podem pesar mais de 204 kg.

Biologia

Embora geralmente letárgico, o tubarão-azul é capaz de nadar muito rapidamente, o que permite capturar presas facilmente. Essa espécie, com frequência, circula sua presa antes de atacá-la. Sua dieta é composta principalmente de pequenas presas, como peixes ósseos e lulas, polvos pelágicos, lagostas, camarões e pequenos tubarões. Ele também abate presas maiores e inclui em sua dieta carniça de mamíferos e, ocasionalmente, aves marinhas.

O tubarão-azul é uma espécie vivípara e dá à luz filhotes vivos e completamente desenvolvidos após um período de gestação de 9 a 12 meses. Podem nascer até 135 filhotes por ninhada, mas a média é de 25 a 50 filhotes. Os filhotes nascem com 35 a 50 cm de comprimento. Como em outras espécies de vivíparos, a fêmea fornece alimento e proteção para os filhotes durante o desenvolvimento. Após o nascimento, os filhotes se separam de sua mãe e não têm mais contato.

O tubarão-azul atinge a maturidade em aproximadamente 5 ou 6 anos de idade e pode viver até 20 anos.

Habitat

O tubarão-azul é uma espécie pelágica que ocorre no oceano aberto, desde a superfície até cerca de 350 m de profundidade, ocorrendo ocasionalmente perto da costa onde a plataforma continental é estreita, especialmente à noite. Ele prefere temperaturas entre 12 e 20°C e é encontrado em águas mais frias e em maiores profundidades em ambientes tropicais.

Distribuição

O tubarão-azul provavelmente é a mais distribuída e (pelo menos inicialmente) uma das mais abundantes de todas as espécies de tubarões, ocorrendo em águas temperadas e tropicais de 50°N a 40°S em todo o mundo. Uma espécie migratória, o tubarão-azul viaja periodicamente no sentido horário ao redor do Atlântico, aparentemente percorrendo a Corrente do Golfo até a Europa, tendo várias correntes abaixo das costas africana e europeia, e percorrendo a Corrente Equatorial do Atlântico Norte até a região do Caribe.

Continentes de Ocorrência

África, América do Norte, América do Sul, Ásia, Austrália/Oceania, Europa

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Blue Shark." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 28 Feb. 2017. Web. 7 Apr. 2017.
  • Blue Shark fact file on ARKive.
  • Axtell, A. and J. Boucree 2012. "Prionace glauca" (On-line), Animal Diversity Web.
  • Stevens, J. 2009. Prionace glauca. The IUCN Red List of Threatened Species 2009: e.T39381A10222811.

Mais Espécies de Peixes

Conheça mais espécies de Peixes selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.