Peixe-mandarim

Fotografia por Luc Viatour / www.Lucnix.be, CC BY-SA

Local da foto: Aquário-Museu de Liège, Bélgica

 NIKON D300 (NIKON CORPORATION)
Distância Focal: 70mm  •  Abertura: f/4.5  •  Tempo de Exposição: 1/25s  •  ISO: 800
Data em que a foto foi tirada: 15/03/2008
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Peixe-mandarim

Synchiropus splendidus
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Actinopterygii
Ordem Perciformes
Família Callionymidae
Gênero Synchiropus
Nome Científico Synchiropus splendidus(Herre, 1927)
Nome Inglês Mandarin Fish, Mandarin Dragonet
Estado de Conservação NE  - Não Avaliada pela IUCN

Descrição

O peixe-mandarim é uma espécie de peixe marinho da família Callionymidae.

O peixe-mandarim é uma espécie muita distinta devido ao seu formato incomum e coloração intensa. Ele tem uma cabeça larga e comprimida, e é principalmente azul com linhas onduladas amarelas, vermelhas e laranja. Ele não tem escamas, ao invés disso, tem um revestimento espesso de muco que tem um cheiro desagradável. Tem 4 espinhos dorsais, 8 raios dorsais moles e nenhum espinho anal. No macho, o primeiro espinho dorsal é muito alongado, às vezes longo o suficiente para chegar ao pedúnculo caudal.

O peixe-mandarim é um peixe pequeno, crescendo até 6 cm de comprimento. Os machos são notavelmente maiores do que as fêmeas.

Biologia

O peixe-mandarim é lento, tímido e principalmente passivo. Ele tem grandes nadadeiras pélvicas, que muitas vezes são usadas para caminhar pelo fundo do mar. Geralmente é encontrado em grupos ou em pares nos recifes. Em cativeiro, o peixe-mandarim é muito intolerante com membros da mesma espécie. Durante o dia o peixe-mandarim se move pelos "galhos" de coral ou se esconde em fendas.

O peixe-mandarim se alimenta no fundo e sua dieta é composta de pequenos crustáceos, tais como anfípodes e isópodes, pequenos vermes e protozoários.

O peixe-mandarim desova em áreas de recifes, onde pequenos grupos de machos e fêmeas se reúnem durante a noite. O acasalamento ocorre quando o macho e a fêmea liberam esperma e óvulos, depois que se alinham e sobem cerca de um metro acima do recife. Quando há poucas fêmeas ativas, existe muita competição entre os machos. O macho maior e mais forte tende a acasalar com mais frequência, pois parece existir uma preferência sexual das fêmeas por machos maiores.

O peixe-mandarim reproduz durante todo o ano, e é um desovador pelágico. A fertilização externa ocorre quando um macho e uma fêmea estão em contato próximo e nadando para cima. A desova ocorre em intervalos de aproximadamente uma semana, onde até 200 ovos são liberados. Isso ocorre por vários meses. Os ovos têm entre 0,7 e 0,8 mm de diâmetro, são incolores, esféricos e pelágicos. O período de incubação é curto e as larvas são pequenas e se desenvolvem rapidamente. O peixe-mandarim tem uma expectativa de vida entre 10 e 15 anos na natureza.

Habitat

O peixe-mandarim é uma espécie de peixe marinho e tropical encontrado em águas com uma faixa de temperatura entre 24 e 26°C. Ele habita recifes de coral e lagoas rasas escondidas sob foliose e coral morto. É encontrado em profundidades de até 18 m.

Distribuição

O peixe-mandarim é encontrado em grande parte do Oceano Pacífico Ocidental, incluindo as Filipinas, Indonésia, Hong Kong, Austrália e Nova Guiné. Ele é encontrado também nas Ilhas Ryukyu.

Continentes de Ocorrência

Ásia, Austrália/Oceania

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Mandarinfish." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 9 Mar. 2017. Web. 1 Apr. 2017.
  • Patel, K. 2006. "Synchiropus splendidus" (On-line), Animal Diversity Web.

Mais Espécies de Peixes

Conheça mais espécies de Peixes selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.