Moreia-verde

Fotografia por Stokes rx, CC BY-ND

Local da foto: Cozumel, México

 E-PL1 (OLYMPUS IMAGING CORP. )
Distância Focal: 14mm  •  Abertura: f/6.3  •  Tempo de Exposição: 1/125s  •  ISO: 200
Data em que a foto foi tirada: 25/01/2011
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Moreia-verde

Gymnothorax funebris
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Actinopterygii
Ordem Anguilliformes
Família Muraenidae
Gênero Gymnothorax
Nome Científico Gymnothorax funebrisRanzani, 1839
Nome Inglês Green Moray
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2015)

Descrição

A moreia-verde é uma espécie de peixe marinho da família Muraenidae.

A moreia-verde tem um corpo longo e comprimido lateralmente e não tem escamas em sua pele verde/marrom-escura que é coberta por um muco amarelo. Esse muco serve para proteger a moreia de parasitas e bactérias. A cor amarela do muco, quando misturada com a cor verde ou marrom da sua pele, resulta em uma tonalidade verde, que dá origem ao seu nome comum. Como todas as moreias, a moreia-verde não tem nadadeiras pélvicas e também não tem nadadeiras peitorais. Sua nadadeira dorsal percorre todo o comprimento do corpo e é contínua com a nadadeira caudal. Na face existem duas estruturas cilíndricas, que são suas narinas. Os dentes são grandes e com borda lisa. A mandíbula superior tem duas fileiras de dentes e, na mandíbula inferior, apenas uma.

A moreia-verde tem, em média, 1,8 m de comprimento e peso médio de 13 kg, mas pode crescer até 2,5 m e pesar até 29 kg.

Biologia

A moreia-verde é uma espécie solitária e noturna. Os adultos caçam ativamente peixes em fendas e cavernas ao longo de recifes de coral ou orlas costeiras. Quando uma moreia encontra um peixe muito grande para ser engolido inteiro, ela se enrola em sua presa em um nó característico, alavancando contra o peixe. Em seguida, ela rasga a sua presa em pedaços menores, que podem ser engolidos mais facilmente. Além de peixes, a moreia-verde também se alimenta de crustáceos e cefalópodes.

O sistema de acasalamento da moreia-verde ainda não foi descrito, mas sabe-se que a fertilização ocorre externamente e em um local de desova. Os hábitos reprodutivos da moreia-verde não são bem conhecidos. Não há registros de quando esses animais desovam, embora parentes próximos desovam nos primeiros meses do ano, por volta de janeiro ou fevereiro. Em um determinado local de desova, milhares de ovos são liberados, mas um número significativamente menor de ovos são fertilizados, e um número ainda menor sobrevive até a idade adulta. Após a desova os adultos deixam a área, e não existe cuidado parental depois que os ovos são fertilizados.

Após a eclosão dos ovos as larvas passam por um período de metamorfose. A metamorfose final ocorre em águas abertas. O jovem se assemelha ao animal adulto, mas é menor em tamanho. As correntes oceânicas dispersam os animais após a metamorfose e, depois que conseguem um habitat permanente, eles amadurecem. Esse processo envolve não só o aumento no tamanho, mas dois estágios de maturidade sexual: a fase hermafrodita quando juvenil (durante a qual os indivíduos possuem ambos os órgãos sexuais masculino e feminino), e uma fase determinada como macho ou fêmea quando adulta. Especialistas especulam que o ambiente desempenha um papel na determinação do sexo final, com ambientes mais estressantes produzindo mais fêmeas.

Habitat

A moreia-verde vive em áreas interditais e rochosas, recifes de coral, mangues, rios de maré, portos, leitos de algas marinhas e outras áreas sobre fundos arenosos e lamacentos. Ela reside em fendas de rochas e pequenas cavernas, geralmente em profundidades de até 30 m.

Distribuição

A moreia-verde é encontrada no Oceano Atlântico Ocidental, desde Nova Jersey (Estados Unidos) até as Ilhas Bermudas e norte do Golfo do México, e ao sul até o Brasil.

Continentes de Ocorrência

América do Norte, América do Sul

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wilson, K. 2006. "Gymnothorax funebris" (On-line), Animal Diversity Web.
  • Smith, D.G. & McCosker, J. 2015. Gymnothorax funebris. The IUCN Red List of Threatened Species 2015: e.T195731A2409410.

Mais Espécies de Peixes

Conheça mais espécies de Peixes selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.