Bodião-azul-oriental

Fotografia por John Turnbull, CC BY-NC-SA

Local da foto: Nova Gales do Sul, Austrália

 DSC-RX100M2 (SONY)
Distância Focal: 10mm  •  Abertura: f/5.6  •  Tempo de Exposição: 1/500s  •  ISO: 400
Data em que a foto foi tirada: 30/05/2016
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Bodião-azul-oriental

Achoerodus viridis
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Actinopterygii
Ordem Perciformes
Família Labridae
Gênero Achoerodus
Nome Científico Achoerodus viridis(Steindachner, 1866)
Nome Inglês Eastern Blue Wrasse, Eastern Blue Groper
Estado de Conservação NT  - Quase Ameaçada (IUCN / 2010)

Descrição

O bodião-azul-oriental é uma espécie de peixe marinho da família Labridae.

O bodião-azul-oriental tem um corpo moderadamente longo e robusto. A boca é moderadamente pequena, os lábios são muito carnudos, cada mandíbula tem 2 pares de caninos achatados na frente, os dentes laterais são principalmente embutidos e fundidos com a mandíbula e geralmente não tem nenhum canino alargado na parte de trás da mandíbula superior. As escamas são moderadamente grandes, cobrindo a parte de trás da cabeça, incluindo as bochechas e a base das nadadeiras dorsal e anal. A nadadeira caudal é truncada com cantos arredondados e a nadadeira pélvica é curta. Os adultos têm uma protuberância na testa.

Como a maioria dos outros bodiões, o bodião-azul-oriental pode mudar de sexo, que é acompanhada por uma mudança na cor. Os juvenis, de um modo geral, têm uma coloração marrom ao marrom esverdeado. As fêmeas adultas têm uma coloração marrom ao marrom avermelhado, muitas vezes com uma mancha vermelha mais escura em cada escama. E a fase terminal dos machos adultos varia na cor, do azul-cobalto brilhante ao azul-marinho profundo, muitas vezes com linhas que variam do amarelo ao laranja ou pontos ao redor dos olhos.

Os machos do bodião-azul-oriental podem crescer até 72 cm de comprimento. As fêmeas são menores e crescem até 60 cm de comprimento.

Biologia

O bodião-azul-oriental é um carnívoro bentônico que se alimenta de uma variedade de invertebrados, incluindo crustáceos, moluscos e equinodermos. Os juvenis recentemente estabelecidos tendem a se alimentar de pequenos crustáceos. À medida que crescem, os juvenis se mudam para recifes rochosos onde geralmente se alimentam de crustáceos anfípodes e moluscos gastrópodes. Os peixes maiores se alimentam de moluscos de corpo duro (mexilhões, lapas, gastrópodes), crustáceos (caranguejos) e equinodermos (ouriços-do-mar) que são esmagados pelos seus fortes dentes faríngeos. O bodião-azul-oriental pode virar ouriços-do-mar de cabeça para baixo e usar seus fortes dentes para abrir os ouriços ao redor da região central da boca.

O bodião-azul-oriental pode viver em pequenos grupos sociais ou "haréns" compostos de um macho, algumas fêmeas maduras e vários juvenis. Como a maioria dos bodiões, o bodião-azul-oriental é um hermafrodita protogínico, capaz de mudar o sexo de fêmea para macho durante seu ciclo de vida. Todos os juvenis são fêmeas e geralmente se tornam sexualmente maduros entre 20 e 30 cm de comprimento, com cerca de 2 a 4 anos de idade. As fêmeas mudam de sexo com um comprimento de aproximadamente 50 cm.

A desova ocorre em águas profundas no mar durante o inverno e a primavera (junho a outubro). O comportamento de desova ainda é desconhecido. A maioria das larvas se estabelecem entre julho e setembro após um estágio larval pelágico de até 4 semanas.

Todos os grandes indivíduos azuis são machos (fase terminal). As fêmeas passam por uma fase inicial, onde são bissexuais, possuindo tecido reprodutivo feminino e masculino, antes de se tornarem machos totalmente maduros. A maioria dos machos têm pelo menos 10 anos de idade.

Habitat

O bodião-azul-oriental é encontrado em uma ampla variedade de habitats, de águas rasas até 40 m de profundidade, mas ele tem preferência por áreas rochosas.

Distribuição

O bodião-azul-oriental é uma espécie endêmica das costas rochosas e recifes rochosos do sudeste da Austrália.

Continentes de Ocorrência

Austrália/Oceania

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Achoerodus viridis." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 03 Out 2016. Web. 08 Abr 2017.
  • Dianne J. Bray, Achoerodus viridis in Fishes of Australia, acessado em 08 Abr 2017.
  • Australian Museum.
  • Choat, J.H. & Pollard, D. 2010. Achoerodus viridis. The IUCN Red List of Threatened Species 2010: e.T187572A8572139.

Mais Espécies de Peixes

Conheça mais espécies de Peixes selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.