Arraia-de-manchas-azuis

Copyright © Scubasigns Foundation

Local da foto: Papua, Indonésia

 NIKON D200 (NIKON CORPORATION)
Distância Focal: 24mm  •  Abertura: f/14.0  •  Tempo de Exposição: 1/125s  •  ISO: 200
Data em que a foto foi tirada: 26/06/2010
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Arraia-de-manchas-azuis

Taeniura lymma
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Chondrichthyes
Ordem Myliobatiformes
Família Dasyatidae
Gênero Taeniura
Nome Científico Taeniura lymma(Forsskål, 1775)
Nome Inglês Blue-spotted Stingray, Ribbontailed Stingray, Bluespotted Ribbontail Ray, Fantail Ray, Bluespotted Ribbontail
Estado de Conservação NT  - Quase Ameaçada (IUCN / 2005)

Descrição

A arraia-de-manchas-azuis é uma espécie de arraia da família Dasyatidae. É uma espécie de arraia colorida, facilmente reconhecível pelas grandes manchas azuis brilhantes e iridescentes que adornam seu corpo oval e alongado.

Listras azuis distintas também correm ao longo de cada lado da cauda da arraia-de-manchas-azuis, que é equipada com um ou dois espinhos venenosos afiados na ponta, usados pela arraia para afastar predadores. Na verdade, a pele brilhante e colorida funciona como uma coloração de aviso para alertar outros animais de que ela é venenosa. O focinho é arredondado e a boca está localizada na parte de baixo do corpo, juntamente com as guelras, perfeita para escavar animais que se escondem na areia. Existem duas placas dentro da boca, que são adaptadas para esmagar as conchas de caranguejos, camarões e moluscos. A superfície superior do corpo é castanho acinzentada ao amarelo, verde-oliva ou marrom avermelhada, enquanto a parte inferior é branca. Assim, quando vista de baixo o ventre branco se mistura com as águas ensolaradas acima e, quando vista de cima, o dorso escuro e manchado combina com o fundo do oceano escuro abaixo.

A arraia-de-manchas-azuis pode crescer até 35 cm de diâmetro, 80 cm de comprimento e pesar 5 kg.

Biologia

A arraia-de-manchas-azuis geralmente passa o dia escondida sozinha dentro de cavernas ou sob lajes de corais ou outros detritos (inclusive de naufrágios), muitas vezes mostrando apenas sua cauda. À noite, pequenos grupos se reúnem e nadam em superfícies arenosas rasas com a maré crescente para se alimentar. Ao contrário de muitas outras arraias, esta espécie raramente se enterra na areia.

A arraia-de-manchas-azuis escava covas de areia em busca de moluscos, vermes poliquetas, camarões, caranguejos e pequenos peixes ósseos bentônicos. Quando a presa é localizada, ela é capturada pelo corpo da arraia e manobrada para dentro da boca com o disco.

A reprodução da arraia-de-manchas-azuis ocorre no final da primavera ao verão. O macho segue a fêmea e belisca o disco dela, finalmente mordendo-a e agarrando-a para a cópula. Como outras arraias, esta espécie é ovovivípara: os embriões inicialmente são sustentados pela gema, que mais tarde, no desenvolvimento, é suplementado por secreções uterinas ou leite uterino, contendo muco, gordura e proteínas produzidas pela mãe. O período de gestação é incerto, mas provavelmente tem entre 4 e 12 meses de duração. As fêmeas têm ninhadas de até sete filhotes, cada um, uma versão em miniatura do adulto medindo cerca de 13 a 14 cm de diâmetro.

Os predadores conhecidos das arraias-de-manchas-azuis incluem os tubarões-martelo e golfinhos-nariz-de-garrafa. Elas também são potencialmente predadas por outros grandes peixes e mamíferos marinhos.

Habitat

A arraia-de-manchas-azuis raramente é encontrada em profundidade superior a 30 m. É uma espécie que vive no fundo, que frequenta recifes de coral e superfícies arenosas. É encontrada também na zona interdital e piscinas de maré.

Distribuição

A arraia-de-manchas-azuis é amplamente distribuída em águas costeiras da região tropical do Indo-Pacífico, que se estende ao redor da periferia do Oceano Índico, desde a África do Sul até a Península Arábica ao sudeste da Ásia, incluindo Madagascar, Ilhas Maurício, Seychelles, Sri Lanka e as Maldivas. No Oceano Pacífico, esta espécie é encontrada desde as Filipinas até o norte da Austrália, bem como ao redor de inúmeras ilhas da Melanésia e Polinésia.

Continentes de Ocorrência

África, América do Norte, Ásia, Austrália/Oceania

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Bluespotted Ribbontail Ray." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 31 Mar. 2017. Web. 5 Apr. 2017.
  • Ribbontailed Stingray fact file on ARKive.
  • Compagno, L.J.V. 2005. Taeniura lymma. The IUCN Red List of Threatened Species 2005: e.T39412A10229354.

Mais Espécies de Peixes

Conheça mais espécies de Peixes selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.