Rinoceronte-de-sumatra

Fotografia por David Ellis, CC BY-NC-ND

Local da foto: Zoológico de Cincinnati, Ohio, Estados Unidos

 E-500 (OLYMPUS IMAGING CORP.)
Distância Focal: 70mm  •  Abertura: f/4.0  •  Tempo de Exposição: 1/125s  •  ISO: 400
Data em que a foto foi tirada: 01/09/2009
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Rinoceronte-de-sumatra

Dicerorhinus sumatrensis
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Mammalia
Ordem Perissodactyla
Família Rhinocerotidae
Gênero Dicerorhinus
Nome Científico Dicerorhinus sumatrensis(G. Fischer, 1814)
Nome Inglês Sumatran Rhinoceros
Estado de Conservação CR  - Criticamente em Perigo (IUCN / 2008)

Descrição

O rinoceronte-de-sumatra é um membro raro da família Rhinocerotidae, uma das cinco espécies ainda existentes de rinocerontes e a única espécie do gênero Dicerorhinus.

Esse gigante de aparência pré-histórica é uma das mais ameaçadas das cinco espécies de rinocerontes. Apesar de ser a menor espécie de rinoceronte, o rinoceronte-de-sumatra ainda é um grande mamífero, com uma pele de couro marrom acinzentada que pode ter até 16 mm de espessura. Essa pele grossa tem uma cobertura de pelos de cor marrom avermelhado, que é longa e densa nos filhotes e em adultos jovens, mas se torna mais escassa e mais preta à medida que o animal envelhece. Uma grande dobra de pele se estende pelo dorso, atrás dos ombros, e rugas grossas de pele circulam os olhos.

O rinoceronte-de-sumatra é o único rinoceronte na Ásia que tem dois chifres. No entanto, o segundo chifre pode ser tão curto (raramente medindo mais de 10 cm) que muitas vezes o animal parece ter apenas o primeiro chifre, que pode medir até 30 cm de comprimento.

O rinoceronte-de-sumatra tem entre 1,12 e 1,45 m de altura no ombro, entre 2,36 e 3,18 m de comprimento (cabeça-corpo) e uma cauda de 35 a 70 cm de comprimento. Seu peso varia entre 500 e 1.000 kg, com média de 700 a 800 kg.

Biologia

O rinoceronte-de-sumatra é um animal elusivo, possivelmente devido à sua raridade e, sua presença, na maioria das vezes, é detectada pelos rastros deixados por ele, ao invés de avistamentos.

O rinoceronte-de-sumatra geralmente é mais ativo quando está se alimentando, ao amanhecer e logo após o anoitecer, quando ele procura por frutos, bambu, folhas, galhos e cascas para comer. Ele pode consumir até 50 kg de comida por dia. A sua dieta vegetal é rica em fibras e moderada em proteínas. Os poços de sal são muito importantes para a nutrição do animal.

O rinoceronte-de-sumatra é um animal solitário, exceto na época de acasalamento e as fêmeas com filhote. Os machos têm territórios de até 50 km², enquanto as fêmeas, têm territórios que variam entre 10 e 15 km². A marcação do território é feita raspando o solo com as patas e deixando excrementos. Nenhuma evidência indica que o rinoceronte-de-sumatra defende seu território através de luta.

Durante o dia ele chafurda em banhos de lama para se refrescar e descansar. O comportamento de chafurdar ajuda o animal a manter a sua temperatura corporal e protege a sua pele de ectoparasitas e outros insetos. Na época das chuvas, ele se muda para altitudes mais elevadas. Nos meses mais frios, ele retorna para áreas mais baixas.

O rinoceronte-de-sumatra mantém trilhas em todo o seu território. As trilhas se dividem em dois tipos. Trilhas principais são usadas por gerações de rinocerontes para viajar entre áreas importantes do seu território, tais como entre poços de sal ou em corredores pelas áreas inóspitas que separam seu território. Em áreas de alimentação, o rinoceronte cria trilhas menores, ainda cobertas de vegetação, em áreas que contêm os alimentos que ele come. Há registros de trilhas de rinocerontes que atravessaram rios com profundidades superiores a 1,5 m e cerca de 50 m de extensão. As correntes desses rios são fortes, mas o rinoceronte é um forte nadador. A relativa ausência de áreas para chafurdar perto de rios indica que o rinoceronte-de-sumatra pode ocasionalmente se banhar em rios ao invés de chafurdar.

Na natureza, acredita-se que o período de gestação do rinoceronte-de-sumatra, provavelmente, é de 15 a 16 meses, com a maioria dos nascimentos ocorrendo durante o período de maior precipitação, entre outubro e maio. O filhote geralmente fica com a mãe até 16 ou 17 meses de idade. Acredita-se que o rinoceronte-de-sumatra começa a reproduzir entre 7 e 8 anos de idade, com um intervalo de pelo menos 3 a 4 anos entre cada nascimento.

Habitat

O rinoceronte-de-sumatra pode viver em uma grande variedade de habitats, desde áreas baixas e pantanosas, até florestas em altas montanhas. No entanto, ele é encontrado principalmente em florestas primárias em áreas montanhosas, perto da água, e ele também depende da presença de poços de sal.

Distribuição

Historicamente, o rinoceronte-de-sumatra tinha uma enorme distribuição. Ele era encontrado desde o sopé do Himalaia, do leste ao sul da China, Mianmar, Tailândia, Camboja, Laos, Vietnã e Malásia Peninsular, bem como as ilhas de Sumatra e Bornéu, na Indonésia. Hoje, no entanto, essa espécie é encontrada apenas em pequenos bolsões de sua área histórica de ocorrência. Existem três subespécies reconhecidas de rinoceronte-de-sumatra:

  • Dicerorhinus sumatrensis lasiotis - acredita-se que essa subespécie esteja extinta, embora algumas populações ainda podem sobreviver no norte de Mianmar.
  • Dicerorhinus sumatrensis harrissoni - essa subespécie anteriormente ocorreu em toda a ilha de Bornéu, mas agora é encontrada principalmente em Sabá (Malásia), embora alguns indivíduos ainda podem sobreviver em Sarawak (Malásia) e Kalimantan (Indonésia).
  • Dicerorhinus sumatrensis sumatrensis - atualmente essa subespécie ocorre apenas em partes de Sumatra e Malásia Peninsular.

Continentes de Ocorrência

Ásia

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Sumatran Rhinoceros." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 6 Apr. 2017. Web. 7 Apr. 2017.
  • Sumatran Rhinoceros fact file on ARKive.
  • van Strien, N.J., Manullang, B., Sectionov, Isnan, W., Khan, M.K.M, Sumardja, E., Ellis, S., Han, K.H., Boeadi, Payne, J. & Bradley Martin, E. 2008. Dicerorhinus sumatrensis. The IUCN Red List of Threatened Species 2008: e.T6553A12787457.

Mais Espécies de Mamíferos

Conheça mais espécies de Mamíferos selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.