Rinoceronte-branco

Fotografia por Daniel Holm Hansen, CC0

Local da foto: Suazilândia

 NIKON D750 (NIKON CORPORATION)
Distância Focal: 200mm  •  Abertura: f/2.8  •  Tempo de Exposição: 1/1000s  •  ISO: 500
Data em que a foto foi tirada: 25/12/2014
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Rinoceronte-branco

Ceratotherium simum
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Mammalia
Ordem Perissodactyla
Família Rhinocerotidae
Gênero Ceratotherium
Nome Científico Ceratotherium simum(Burchell, 1817)
Nome Inglês White Rhinoceros, White Rhino, Square-lipped Rhinoceros
Estado de Conservação NT  - Quase Ameaçada (IUCN / 2012)

Descrição

O rinoceronte-branco é um grande mamífero da família Rhinocerotidae, a maior das cinco espécies de rinocerontes e um dos maiores animais terrestres do mundo.

Ao contrário do que o seu nome comum sugere, o rinoceronte-branco não é de fato branco, mas tem uma coloração que varia do cinza-ardósia ao marrom amarelado. Na verdade, essa espécie é conhecida também como rinoceronte-de-lábios-quadrados por causa do seu lábio superior largo e quadrado, ao invés de pontudo e flexível como o do rinoceronte-negro (Diceros bicornis). O rinoceronte-branco também pode ser distinguido do rinoceronte-negro pelo seu crânio mais longo, fronte menos definida e a corcunda do ombro mais pronunciada.

Como o rinoceronte-negro e o rinoceronte-de-sumatra (Dicerorhinus sumatrensis), o rinoceronte-branco tem dois chifres - o dianteiro é maior e, tem em média, 60 cm de comprimento, mas ocasionalmente pode atingir até 150 cm de comprimento.

O macho do rinoceronte-branco tem entre 3,7 e 4 m de comprimento (cabeça-corpo), entre 1,7 e 1,8 m de altura (ombros) e peso de 2.300 kg. A fêmea tem entre 3,4 e 3,6 m de comprimento (cabeça-corpo), entre 1,6 e 1,7 m de altura (ombros) e peso de 1.700 kg. A cauda do rinoceronte-branco tem cerca de 70 cm de comprimento.

Biologia

O rinoceronte-branco é herbívoro e sua dieta é composta de grandes quantidades de gramíneas que ele colhe com seu lábio largo e quadrado. Ele também bebe água de poços de água quase que diariamente, mas ele pode sobreviver por quatro ou cinco dias sem água em épocas de seca. Todos os rinocerontes têm visão fraca, mas uma boa audição e um bom olfato. É um animal rápido e ágil, e pode correr até 50 km/h.

O rinoceronte-branco é considerado o mais social de todas as espécies de rinocerontes. As fêmeas geralmente são vistas com seus filhotes, que permanecem com elas até o nascimento do próximo filhote. Podem ser observadas também associações temporárias maiores com vários indivíduos imaturos, geralmente se agrupando, como fazem as mães com filhotes. Machos dominantes geralmente são solitários e ocupam territórios menores do que as fêmeas, marcando os limites com esterco, pulverizando urina, arrastando os pés e danificando plantas com seus chifres. O macho dominante tolera fêmeas e machos subadultos em seu território, e tenta manter as fêmeas receptivas, evitando que elas deixem o seu território. Qualquer macho invasor é rapidamente confrontado. No entanto, as lutas são raras e os confrontos geralmente consistem apenas de leves cabeçadas de chifres e outras exibições.

A reprodução do rinoceronte-branco ocorre durante todo o ano. Depois do período de namoro e acasalamento, que dura de 1 a 3 semanas, a fêmea deixa o território do macho. Após um período de gestação de aproximadamente 16 meses, a fêmea dá à luz um único filhote, que é muito ativo logo após o nascimento. O filhote é amamentado durante 1 ou 2 anos. A fêmea atinge a maturidade sexual em torno de 6 anos de idade, e o macho, entre 10 e 12 anos de idade. O rinoceronte-branco pode viver entre 40 e 50 anos.

Habitat

O rinoceronte-branco habita pastagens e bosques de savana aberta. Ele tem preferência por áreas planas com arbustos para se esconder, relva para pastar e água para beber e chafurdar, e ocasionalmente pode ser encontrado em regiões pantanosas.

Distribuição

Existem duas subespécies de rinoceronte-branco separadas geograficamente - o rinoceronte-branco-do-norte e o rinoceronte-branco-do-sul.

O rinoceronte-branco-do-norte era encontrado por todo o norte da África Central ao sul do Saara, mas agora está extinto da natureza. Os últimos rinocerontes-brancos-do-norte selvagens desapareceram do Parque Nacional Garamba na República Democrática do Congo por volta de 2006.

O rinoceronte-branco-do-sul é o mais numeroso de todos os rinocerontes do mundo, com a maior população na África do Sul. Existem populações menores reintroduzidas em Botsuana, Namíbia, Suazilândia e Zimbábue, e introduzidas fora da sua área de ocorrência histórica na Zâmbia, Uganda e Quênia.

Continentes de Ocorrência

África

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "White Rhinoceros." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 30 Mar. 2017. Web. 30 Mar. 2017.
  • White Rhinoceros fact file on ARKive.
  • Emslie, R. 2012. Ceratotherium simum. The IUCN Red List of Threatened Species 2012: e.T4185A16980466.

Fotos da Espécie

Mais Espécies de Mamíferos

Conheça mais espécies de Mamíferos selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.