Raposa-do-campo

Copyright © Fábio N. Manfredini

Local da foto: Zoológico de Sorocaba, São Paulo, Brasil

 Canon EOS 50D (Canon)
Distância Focal: 250mm  •  Abertura: f/5.6  •  Tempo de Exposição: 1/640s  •  ISO: 200
Data em que a foto foi tirada: 15/08/2011
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Raposa-do-campo

Lycalopex vetulus
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Mammalia
Ordem Carnivora
Família Canidae
Gênero Lycalopex
Nome Científico Lycalopex vetulus(Lund, 1842)
Nome Inglês Hoary Fox
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2008)

Descrição

A raposa-do-campo, conhecida também como raposinha-do-campo, é uma espécie de mamífero da família Canidae. Apesar do nome, a raposa-do-campo não é uma raposa verdadeira, assim como todos os membros do gênero Lycalopex.

A raposa-do-campo tem um focinho curto, dentes pequenos, pelagem curta e membros delgados. A parte superior do corpo, é cinzenta, e a parte inferior é creme ou castanho. A cauda é preta na ponta com uma listra escura ao longo da superfície superior, que nos machos, pode se estender ao longo do dorso até a nuca. As orelhas e a parte externa das pernas são avermelhadas ou acastanhadas, e a mandíbula inferior é preta. Alguns indivíduos com melanismo já foram relatados.

É uma espécie pequena, pesando apenas entre 3 e 4 kg, com um comprimento (cabeça-corpo) de 58 a 72 cm, e uma cauda adicional de 25 a 36 cm. Juntamente com a sua forma esbelta, o pequeno tamanho da raposa-do-campo a torna um animal ágil e rápido, enquanto seus dentes relativamente fracos são adaptados para se alimentar de invertebrados, ao invés de presas maiores.

Biologia

As raposas-do-campo geralmente são tímidas, mas defendem agressivamente seus filhotes. Geralmente usam buracos de tatu como tocas e são diurnas, mas muitas vezes são ativas à noite e durante o crepúsculo. São onívoras, mas parecem ser especialistas em cupins. Cupins do gênero Syntermes são sua principal fonte de alimento. Se alimentam também de frutos, pequenas aves, roedores, gafanhotos e besouros-do-esterco. Sua dieta varia sazonalmente. Cupins e pequenos mamíferos são as principais fontes de alimento na estação seca, e outros insetos e frutos são as principais fontes de alimento na estação das chuvas. A raposa-do-campo é monogâmica. A reprodução ocorre no início do outono. O período de gestação é de cerca de dois meses, e a fêmea dá à luz uma ninhada de 2 a 4 filhotes em uma toca, às vezes usando buracos de outros animais. O desmame ocorre por volta dos quatro meses de idade.

Habitat

Embora possam ser encontradas em habitats mais marginais, essas raposas geralmente vivem no cerrado, entre 90 e 1.100 m de altitude, onde há florestas abertas, sertão e savanas com árvores dispersas.

Distribuição

A raposa-do-campo é uma espécie endêmica do Brasil. É encontrada em Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Goiás, sul e oeste da Bahia e oeste do Piauí.

Ameaças

A principal ameaça para a raposa-do-campo é a destruição do seu habitat - o cerrado, principal bioma onde essa espécie ocorre - que é destruído a uma taxa de 3% ao ano, em grande parte devido à agricultura (gado e soja). Entretanto, parece que as raposas-do-campo se adaptam aos pastos de gado ricos em cupins e besouros-do-esterco.

Subespécies

Continentes de Ocorrência

América do Sul

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Hoary Fox." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 24 Feb. 2017. Web. 28 Mar. 2017.
  • Olson, E. 2004. "Lycalopex vetulus" (On-line), Animal Diversity Web.
  • Dalponte, J. & Courtenay, O. 2008. Lycalopex vetulus. The IUCN Red List of Threatened Species 2008: e.T6926A12815527.

Mais Espécies de Mamíferos

Conheça mais espécies de Mamíferos selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.