Raposa-de-rueppell

Copyright © Stefan Cruysberghs

Local da foto: Deserto Ocidental, Egito

  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Raposa-de-rueppell

Vulpes rueppellii
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Mammalia
Ordem Carnivora
Família Canidae
Gênero Vulpes
Nome Científico Vulpes rueppellii(Schinz, 1825)
Nome Inglês Rueppell's Fox, Ruppell's Fox, Ruppell's Sand Fox, Sand Fox
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2015)

Descrição

A raposa-de-rueppell é uma espécie de mamífero da família Canidae.

Um canídeo pequeno, a raposa-de-rueppell tem uma pelagem predominantemente cor de areia. Uma morfia de cor cinza também ocorre, aparentemente uma adaptação para viver em áreas rochosas. Boa parte da estrutura corporal dessa espécie reflete sua adaptação ao clima rigoroso. Como muitas raposas que habitam o deserto, a raposa-de-rueppell tem orelhas grandes, largas, e patas com almofadas peludas para protegê-la da areia quente.

A raposa-de-rueppell tem um corpo delgado e uma cauda longa e peluda com uma ponta branca. As pernas e focinho são curtos. A cor predominante é castanho amarelado, mas existem pelos brancos que formam a densa pelagem. Embora a raposa-de-rueppell, às vezes, seja confundida com a raposa-feneco (Vulpes zerda), a raposa-feneco geralmente é menor do que a raposa-de-rueppell. A raposa-de-rueppell, em média, atinge um comprimento de corpo de 40 a 52 cm, mais uma cauda de 25 a 39 cm de comprimento. Pesa em torno de 1,2 a 3,6 kg e os machos são ligeiramente maiores do que as fêmeas.

Biologia

Raposas-de-rueppell vivem em grupos e são noturnas, às vezes, se aventuram ao amanhecer e ao entardecer. Ambos os sexos marcam o território com cheiro. As fêmeas têm uma glândula supracaudal bem desenvolvida que é usada para marcar o cheiro no local da toca.

Os odores produzidos por essa espécie tem outra função também. A glândula anal da raposa-de-rueppell fornece uma defesa que é bastante similar a de um gambá. Quando ameaçada por um predador, a raposa mantém uma posição corcunda, levanta sua cauda e pulveriza seu inimigo com uma secreção especial da glândula anal.

As raposas-de-rueppell formam casais monogâmicos durante a época de reprodução, com possíveis grupos familiares. Pouco se sabe sobre a ecologia reprodutiva específica das raposas-de-rueppell. Provavelmente se reproduzem no inverno, de novembro a janeiro, considerando espécies aparentadas como a raposa-feneco e a raposa-vermelha (Vulpes vulpes), que reproduzem nessa época. As fêmeas dão à luz a dois ou três filhotes indefesos em março. Os filhotes são cegos ao nascer. Acredita-se que o período de gestação seja em torno de 50 dias, semelhante à raposa-vermelha, e que os filhotes são desmamados com 6 ou 8 semanas. Provavelmente tornam-se independentes por volta dos quatro meses, e atingem a maturidade sexual no primeiro ano de vida.

A raposa-de-rueppell pode viver de 6,5 a 12 anos em cativeiro. Seu tempo de vida na natureza é desconhecido, mas provavelmente é muito menor devido às pressões, como a predação e a competição com as raposas-vermelhas.

Como muitos predadores do deserto, as raposas-de-rueppell comem quase tudo que cruza o seu caminho. São onívoras, alimentando-se desde insetos e pequenos mamíferos até raízes. Tendem a ser principalmente insetívoras, mas perseguem e comem qualquer coisa que podem capturar.

Habitat

As raposas-de-rueppell são altamente adaptadas aos seus habitats desérticos. Habitam uma ampla variedade de substratos, mas são mais comuns em áreas de desertos com substratos pedregosos, secos ou arenosos. Devido à competição com raposas-vermelhas, as raposas-de-rueppell foram empurradas para habitats mais extremos onde não são dominados pelas raposas-vermelhas.

Distribuição

Raposas-de-rueppell são bem difundidas. São encontradas em regiões de deserto do norte da África e na Península Arábica, desde o extremo leste, como o Paquistão, até o extremo noroeste, como Israel e Jordânia. As subespécies geralmente são nomeadas com base na sua distribuição geográfica.

Ameaças

Embora a raposa-de-rueppell atualmente não seja considerada uma espécie ameaçada de extinção devido à sua ampla distribuição, acredita-se que o seu habitat está suscetível a perda, fragmentação e degradação, o que pode causar uma diminuição na sua população. Além disso, ela é conhecida por atacar animais domésticos, como galinhas, fazendo com que muitos fazendeiros a considerem uma praga. Como resultado, essa raposa também pode ser suscetível a perseguição por caçadores e o uso indiscriminado de venenos. Nos últimos anos, algumas raposas-de-rueppell contraíram toxoplasmose aguda após a ingestão de carne infectada com o parasita potencialmente fatal Toxoplasma gondii. Isso pode se transformar em um sério problema para a população se os números de infecções aumentarem nos próximos anos.

Subespécies

Apesar de alguns autores considerarem a raposa-de-rueppell uma espécie monotípica, outros listam até 5 subespécies:

  • Vulpes rueppellii rueppelli
  • Vulpes rueppellii caesia
  • Vulpes rueppellii cyrenaica
  • Vulpes rueppellii sabaea
  • Vulpes rueppellii zarudnyi

Continentes de Ocorrência

África, Ásia

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Ruppel's Fox fact file on ARKive.
  • Canid Specialist Group.
  • Kierepka, E. 2005. "Vulpes rueppellii" (On-line), Animal Diversity Web.
  • Mallon, D., Murdoch, J.D. & Wacher, T. 2015. Vulpes rueppellii. The IUCN Red List of Threatened Species 2015: e.T23053A46197483.

Fotos da Espécie

Mais Espécies de Mamíferos

Conheça mais espécies de Mamíferos selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.