Pecari-de-colar

Fotografia por Alan D. Wilson, CC BY-SA

Local da foto: Texas, Estados Unidos

  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Pecari-de-colar

Pecari tajacu
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Mammalia
Ordem Cetartiodactyla
Família Tayassuidae
Gênero Pecari
Nome Científico Pecari tajacu(Linnaeus, 1758)
Nome Inglês Collared Peccary
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2011)

Descrição

O pecari-de-colar, conhecido também como cateto e caititu, é uma espécie de mamífero da família Tayassuidae.

O pecari-de-colar tem uma pelagem completamente preta acinzentada grisalha, exceto por uma coloração amarelada nas bochechas e um colar esbranquiçado/amarelado que se estende até a crina, sobre os ombros e até a garganta. Enquanto machos e fêmeas são muito semelhantes em tamanho e cor, os jovens têm uma coloração castanho amarelada, com uma faixa preta no dorso. O pecari-de-colar tem visão fraca e boa audição, que contribuem para a natureza muito vocal dessa espécie. Ele tem pernas finas e um corpo robusto. A cauda geralmente está escondida na pelagem grossa do animal.

O pecari-de-colar tem cerca de 51 a 61 cm de altura (ombros) e entre 1,0 e 1,5 m de comprimento. Seu peso varia entre 16 e 27 kg.

Biologia

O pecari-de-colar é uma espécie diurna que vive em grupos de até 50 indivíduos, com média entre 6 e 9 indivíduos. À noite, o grupo geralmente dorme em tocas, muitas vezes sob as raízes de árvores, mas às vezes pode ser encontrado em cavernas ou sob troncos. No entanto, o pecari-de-colar não é completamente diurno. Em algumas regiões da sua área de ocorrência ele é ativo à noite.

Embora geralmente ignore seres humanos, um grupo de pecari-de-colar pode reagir se sentir ameaçado. Cada pecari em um grupo se defende com suas presas, que podem ser afiadas sempre que o animal abre ou fecha a boca.

O pecari-de-colar é principalmente herbívoro e tem um estômago complexo para digerir alimentos grosseiramente mastigados. Ele se alimenta de uma variedade de alimentos, incluindo raízes, bulbos, fungos e castanhas, além de frutas e, ocasionalmente, ovos, carniça, serpentes, peixes e rãs. Essa espécie também é capaz de se alimentar de plantas cultivadas por seres humanos.

O pecari-de-colar não tem uma estação específica de reprodução, ao invés disso, o acasalamento reflete o clima, especialmente a chuva, e ocorre ao longo do ano. O macho dominante praticamente faz toda a reprodução. Os machos subordinados não têm que deixar o grupo, mas não podem se aproximar de fêmeas no cio. Como consequência, não existem grupos de solteiros. Após um período de gestação de 141 a 151 dias, a fêmea dá à luz de 1 a 3 filhotes (raramente 4). Quando vai dar à luz, a fêmea se retira do grupo, pois os recém-nascidos podem ser comidos por outros membros do grupo. No entanto, um dia após o nascimento dos filhotes, a fêmea retorna ao grupo. Somente as irmãs mais velhas dos recém-nascidos são toleradas com os jovens. Essas irmãs muitas vezes se tornam babás para a nova mãe. O desmame ocorre em 2 ou 3 meses.

O macho do pecari-de-colar atinge a maturidade sexual aos 11 meses de idade, e a fêmea, entre 8 e 14 meses de idade. Apesar da alta taxa de mortalidade, essa espécie pode viver até 24 anos.

Habitat

O pecari-de-colar habita desertos e bosques de arbustos xéricos temperados, pradarias, savanas e terras arbustivas tropicais e subtropicais, savanas e pastagens inundadas, florestas de folhas largas secas tropicais e subtropicais, e vários outros habitats. Além disso, ele é bem adaptado aos habitats compartilhados pelos seres humanos. Ele pode ser encontrado em cidades e terras agrícolas em toda a sua área de ocorrência.

Distribuição

O pecari-de-colar ocorre do sudoeste dos Estados Unidos ao norte da Argentina na América do Sul. Ele é encontrado nos Estados Unidos (Arizona, Novo México, Texas), México, Belize, Guatemala, Honduras, El Salvador, Nicarágua, Costa Rica, Panamá, Colômbia, Venezuela, Trindade e Tobago, Guiana, Guiana Francesa, Suriname, Equador, Peru, Brasil, Bolívia, Paraguai e Argentina.

Continentes de Ocorrência

América do Norte, América do Sul

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Collared Peccary." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 25 Feb. 2017. Web. 8 Apr. 2017.
  • Ingmarsson, L. 1999. "Pecari tajacu" (On-line), Animal Diversity Web.
  • Gongora, J., Reyna-Hurtado, R., Beck, H., Taber, A., Altrichter, M. & Keuroghlian, A. 2011. Pecari tajacu. The IUCN Red List of Threatened Species 2011: e.T41777A10562361.

Mais Espécies de Mamíferos

Conheça mais espécies de Mamíferos selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.