Leopardo-nebuloso-do-continente

Fotografia por Kristen Ortwerth-Jewell, CC BY

Local da foto: Zoológico de Houston, Texas

 Canon EOS 10D (Canon)
Distância Focal: 200mm  •  Abertura: f/2.8  •  Tempo de Exposição: 1/750s  •  ISO: 1600
Data em que a foto foi tirada: 09/06/2011
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Leopardo-nebuloso-do-continente

Neofelis nebulosa
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Mammalia
Ordem Carnivora
Família Felidae
Gênero Neofelis
Nome Científico Neofelis nebulosa(Griffith, 1821)
Nome Inglês Mainland Clouded Leopard, Clouded Leopard
Estado de Conservação VU  - Vulnerável (IUCN / 2016)

Descrição

O leopardo-nebuloso-do-continente é uma espécie de mamífero da família Felidae.

Um felino selvagem distinto, de tamanho intermediário entre grandes e pequenos felinos, o leopardo-nebuloso-do-continente recebe este nome por causa das distintas "nuvens" em sua pelagem - elipses parcialmente margeadas em preto, com o interior de uma cor mais escura do que a cor de fundo da pelagem.

Anteriormente considerada uma única espécie, o leopardo-nebuloso foi separado em duas espécies distintas em 2006: leopardo-nebuloso-do-continente (Neofelis nebulosa) e leopardo-nebuloso-de-sonda (Neofelis diardi). Além das diferenças genéticas e anatômicas, esta espécie de leopardo-nebuloso mais amplamente distribuída pode ser reconhecida pela pelagem amarelada mais clara e marcas de "nuvens" maiores. Os membros e o ventre são marcados com grandes elipses ovais, e a parte de trás do pescoço é visivelmente marcada com duas faixas pretas. A cauda densamente peluda é excepcionalmente longa, muitas vezes equivalente ao comprimento do corpo, e é marcada com anéis pretos.

Bem adaptado à vida na floresta, o leopardo-nebuloso-do-continente tem pernas robustas e patas largas que são excelentes para escalar árvores e rastejar pela densa floresta. Talvez a característica mais marcante do leopardo-nebuloso-do-continente seja os seus caninos que, em proporção ao seu tamanho corporal, são os maiores caninos de todos os felinos.

O leopardo-nebuloso-do-continente tem entre 61 e 106 cm de comprimento (cabeça-corpo), uma cauda de 55 a 91 cm de comprimento, e peso entre 16 e 23 kg. As fêmeas são ligeiramente menores do que os machos.

Biologia

O leopardo-nebuloso-do-continente tem uma incrível habilidade de escalar árvores, o que lhe permite procurar alimento na copa das árvores, embora ele use principalmente os galhos de árvores para descansar. Este felino também nada muito bem e, no passado, já foi encontrado em pequenas ilhas fora do continente.

O leopardo-nebuloso-do-continente geralmente caça à noite, com picos de atividade ao entardecer e ao amanhecer. A presa é perseguida no chão ou em uma emboscada de cima. Inicialmente acreditava-se que os longos caninos deste felino eram para predar grandes ungulados, apesar de estudos recentes mostrarem que esta espécie se alimenta de uma variedade de presas terrestres e arborícolas, incluindo primatas, aves, lóris, esquilos terrestres, pangolins, porcos-espinhos e cervos-porco.

Acredita-se que o leopardo-nebuloso-do-continente é um felino solitário, exceto na época de reprodução ou quando acompanhado de filhotes. No entanto, pouco se sabe sobre a sua biologia, devido à sua natureza elusiva. A maior parte das informações vêm de indivíduos em cativeiro. O período de gestação dura entre 86 e 93 dias, e a fêmea dá à luz entre 1 e 5 filhotes, cada um pesando cerca de 150 a 280 g. Os filhotes nascem com manchas muito mais escuras do que as de um adulto, e são amamentados por até cinco meses. Não se sabe quanto tempo o leopardo-nebuloso-do-continente vive na natureza, mas espécimes em cativeiro podem viver até 17 anos.

Habitat

O leopardo-nebuloso-do-continente é uma espécie fortemente associada com habitats de florestas, particularmente florestas tropicais primárias sempre-verdes, mas também há registros em florestas decíduas e secas, assim como em florestas secundárias e exploradas. No Himalaia, este felino já foi captado por armadilhas fotográficas em altitudes entre 2.500 e 3.720 m. Com menos frequência, ele já foi encontrado em pastagens e matagal, florestas tropicais secas e manguezais.

Distribuição

O leopardo-nebuloso-do-continente é encontrado desde o sopé do Himalaia no Nepal, pelo sudeste da Ásia continental até a China. Ele ocorre em Bangladesh, Butão, Camboja, China, Índia, Laos, Malásia (península da Malásia), Mianmar, Nepal, Tailândia e Vietnã.

Ameaças

O desmatamento resultante da exploração comercial e o crescimento de assentamentos humanos são as grandes ameaças para o leopardo-nebuloso-do-continente. O desmatamento não só tira esta espécie do seu habitat e abrigo, mas também reduz a abundância de presas. Outra grande ameaça, é a caça deste felino por sua bela pele e os dentes que são usados como decoração, assim como seus ossos, que são valorizados no tráfico para a medicina tradicional asiática. O leopardo-nebuloso-do-continente até tem destaque no menu de restaurantes na Tailândia e China, que servem a carne do felino para ricos turistas asiáticos.

Subespécies

Continentes de Ocorrência

Ásia

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Clouded Leopard." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 23 Mar. 2017. Web. 28 Mar. 2017.
  • Clouded Leopard fact file on ARKive.
  • Grassman, L., Lynam, A., Mohamad, S., Duckworth, J.W., Bora, J., Wilcox, D., Ghimirey, Y., Reza, A. & Rahman, H. 2016. Neofelis nebulosa. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T14519A97215090.
  • Cat Specialist Group. Acessado em 16 Jan 2018.

Fotos da Espécie

Mais Espécies de Mamíferos

Conheça mais espécies de Mamíferos selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.