Lêmure-de-cauda-anelada

Copyright © Ken Behrens

Local da foto: Madagascar

  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Lêmure-de-cauda-anelada

Lemur catta
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Mammalia
Ordem Primates
Família Lemuridae
Gênero Lemur
Nome Científico Lemur cattaLinnaeus, 1758
Nome Inglês Ring-tailed Lemur
Estado de Conservação EN  - Em Perigo (IUCN / 2014)

Descrição

O lêmure-de-cauda-anelada é a espécie de lêmure mais conhecida devido à sua longa cauda com anéis pretos e brancos. Ele pertence à família Lemuridae, uma das cinco famílias de lêmures, e é o único membro do gênero Lemur.

O lêmure-de-cauda-anelada tem um corpo delgado e rosto fino parecido com o focinho de uma raposa. A marca registrada do lêmure-de-cauda-anelada é a cauda longa e peluda - é anelada em listras transversais alternando em preto e branco, numerando 12 ou 13 anéis brancos e 13 ou 14 anéis pretos, e sempre terminando em uma ponta preta. O número total de anéis quase coincide com o número aproximado de vértebras da cauda. Sua cauda é mais longa do que o seu corpo e não é preênsil. Ao invés disso, ela só é usada para manter o equilíbrio, comunicação e coesão do grupo.

A pelagem do lêmure-de-cauda-anelada é densa. A região ventral e garganta são brancas ou creme. O dorso varia do cinza ao marrom rosado, às vezes com uma mancha marrom ao redor da região da cauda, graduando para o cinza-claro ou marrom acinzentado. A coloração dorsal é um pouco mais escura em volta do pescoço e coroa. Os pelos da garganta, bochechas e orelhas são brancos ou esbranquiçados e menos densos. O focinho é cinzento, o nariz é preto e os olhos são rodeados por uma mancha preta triangular. As orelhas são relativamente grandes em comparação com outros lêmures e são cobertas com pelos, que têm apenas pequenos tufos brancos. Machos e fêmeas são similares na aparência e tamanho do corpo.

O lêmure-de-cauda-anelada é uma espécie de lêmure relativamente grande. Ele tem entre 39 e 46 cm de comprimento (cabeça-corpo) e uma cauda de 56 a 63 cm de comprimento, e seu comprimento total é de 95 a 110 cm.

Biologia

O lêmure-de-cauda-anelada é uma espécie diurna e passa a maior parte do seu tempo no chão, embora seja capaz de se locomover bem pelas árvores.

A dieta do lêmure-de-cauda-anelada é bastante variada, sendo composta de frutos, folhas, flores, casca e seiva, bem como grandes insetos e até pequenos invertebrados como camaleões. Esta espécie geralmente se alimenta principalmente de frutas, mas a composição exata da dieta varia entre os habitats e estações do ano. O lêmure-de-cauda-anelada também é conhecido por completar a sua dieta consumindo terra, possivelmente para aumentar a sua ingestão de sódio.

Uma espécie social, o lêmure-de-cauda-anelada ocorre em grupos maiores do que qualquer outro primata em Madagascar. Os grupos geralmente contêm números iguais de machos e fêmeas, além de seus filhotes. Os grupos geralmente têm entre 3 e 25 indivíduos. Dentro do grupo as fêmeas são dominantes sobre os machos, com a fêmea alfa formando o ponto focal do grupo como um todo. Existem hierarquias de dominância bem definidas entre os membros do grupo.

Os grupos de lêmures não são estritamente territoriais, mas mostram uma forte defesa territorial quando entram em contato com outros grupos. Os confrontos territoriais geralmente são dominados por fêmeas e envolvem enfrentamento contra o grupo oposto, às vezes com chamados e latidos de alarme e, ocasionalmente, luta.

A época de reprodução do lêmure-de-cauda-anelada vai de meados de abril até meados de maio. Os filhotes nascem por volta de setembro, após um período de gestação de cerca de 130 a 144 dias, com este cuidadoso sincronismo que garante que os filhotes sejam amamentados assim que o alimento se torne abundante.

A fêmea ocasionalmente dá à luz gêmeos, mas um único filhote é mais comum. O jovem lêmure se agarra na parte inferior da mãe no início, mas depois de cerca de duas semanas ele se muda para o dorso da mãe e começa a explorar seu ambiente. O lêmure-de-cauda-anelada atinge a maturidade sexual em cerca de 2,5 a 3 anos de idade, e as fêmeas geralmente dão à luz uma vez por ano. As fêmeas raramente deixam o grupo em que nasceram, mas os machos deixam o grupo quando atingem a maturidade e continuam a mudar entre os grupos a cada três a cinco anos ao longo de suas vidas. Na natureza, o lêmure-de-cauda-anelada pode viver entre 15 e 16 anos.

Habitat

O lêmure-de-cauda-anelada é encontrado em uma variedade maior de habitats do que qualquer outra espécie de lêmure, e pode tolerar uma variedade de ambientes extremos que outros lêmures não podem, incluindo alguns dos mais quentes, mais secos e mais frios em Madagascar. Geralmente ele é encontrado em florestas espinhosas, florestas decíduas, florestas de galerias, florestas úmidas montanhosas, matagal seco e até cânions de rochas.

Distribuição

O lêmure-de-cauda-anelada é endêmico do sul e sudoeste de Madagascar, onde está irregularmente distribuído desde Tolagnaro no sudeste, até o sul de Morondava na costa oeste, e no interior até Ambalavao.

Continentes de Ocorrência

África

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Ring-Tailed Lemur." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 2 Mar. 2017. Web. 5 Apr. 2017.
  • Ring-Tailed Lemur fact file on ARKive.
  • Andriaholinirina, N., Baden, A., Blanco, M., Chikhi, L., Cooke, A., Davies, N., Dolch, R., Donati, G., Ganzhorn, J., Golden, C., Groeneveld, L.F., Hapke, A., Irwin, M., Johnson, S., Kappeler, P., King, T., Lewis, R., Louis, E.E., Markolf, M., Mass, V., Mittermeier, R.A., Nichols, R., Patel, E., Rabarivola, C.J., Raharivololona, B., Rajaobelina, S., Rakotoarisoa, G., Rakotomanga, B., Rakotonanahary, J., Rakotondrainibe, H., Rakotondratsimba, G., Rakotondratsimba, M., Rakotonirina, L., Ralainasolo, F.B., Ralison, J., Ramahaleo, T., Ranaivoarisoa, J.F., Randrianahaleo, S.I., Randrianambinina, B., Randrianarimanana, L., Randrianasolo, H., Randriatahina, G., Rasamimananana, H., Rasolofoharivelo, T., Rasoloharijaona, S., Ratelolahy, F., Ratsimbazafy, J., Ratsimbazafy, N., Razafindraibe, H., Razafindramanana, J., Rowe, N., Salmona, J., Seiler, M., Volampeno, S., Wright, P., Youssouf, J., Zaonarivelo, J. & Zaramody, A. 2014. Lemur catta. The IUCN Red List of Threatened Species 2014: e.T11496A62260437.

Mais Espécies de Mamíferos

Conheça mais espécies de Mamíferos selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.