Hiena-marrom

Fotografia por Christophe JOBIC, CC BY-NC-ND

Local da foto: Parque Transfronteiriço de Kgalagadi, Botsuana

 Canon EOS-1D X (Canon)
Distância Focal: 600mm  •  Abertura: f/4.0  •  Tempo de Exposição: 1/320s  •  ISO: 800
Data em que a foto foi tirada: 29/01/2015
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Hiena-marrom

Hyaena brunnea
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Mammalia
Ordem Carnivora
Família Hyaenidae
Gênero Hyaena
Nome Científico Hyaena brunneaThunberg, 1820
Nome Inglês Brown Hyena, Brown Hyaena
Estado de Conservação NT  - Quase Ameaçada (IUCN / 2015)

Descrição

A hiena-marrom é uma espécie de hiena verdadeira da família Hyaenidae.

A pelagem da hiena-marrom é longa e desgrenhada, principalmente na cauda e no dorso. A cor geral da pelagem é marrom-escura, com uma cauda curta e marrom, e pernas com listras horizontais marrons e creme. Pelos de cor creme ao redor do pescoço formam uma juba distinta nos adultos que, junto com os pelos do seu dorso, ficam eretos em situações agressivas ou defensivas.

Como todas as hienas, a hiena-marrom possui dentes e mandíbulas incrivelmente fortes, permitindo-lhe esmagar ossos e liberar a medula nutritiva que está dentro dos ossos, embora esta habilidade se deteriore com a idade, pois os seus dentes se desgastam gradualmente. O crânio da hiena-marrom é maior do que o da hiena-listrada (Hyaena hyaena), e sua dentição é mais robusta, indicando adaptações alimentares menos generalizadas. A hiena-marrom possui uma glândula anal abaixo da base da cauda que produz uma pasta preta e branca. A glândula tem um canal revestido com uma secreção branca que divide um par de lóbulos que produzem uma secreção preta. Estas secreções são depositadas na relva aproximadamente a cada quarto de milha de suas áreas de alimentação, particularmente em torno das fronteiras territoriais.

A hiena-marrom é um carnívoro de médio-grande porte que pode medir entre 86 e 140 cm de comprimento (cabeça-corpo), e sua cauda tem entre 25 e 35 cm de comprimento. Ao contrário da hiena-pintada (Crocuta crocuta), não existem diferenças consideráveis entre os sexos, embora os machos podem ser ligeiramente maiores do que as fêmeas. Esta espécie pode pesar até 55 kg. O peso médio de um macho adulto varia entre 40 e 44 kg, enquanto a fêmea pesa, em média, 37 a 40 kg.

Biologia

A hiena-marrom é um animal noturno que percorre grandes distâncias a cada noite, cerca de 20 a 35 km, em busca de carniça. Com um faro excepcional a hiena-marrom pode localizar carcaças a vários quilômetros de distância e sem a necessidade de cooperação com outras hienas, ela não tem que compartilhar seu achado, a menos que ela leve a comida para a toca. Ao longo da costa da Namíbia, ela limpa as praias se alimentando de carcaças de focas, baleias e detritos do mar. A hiena-marrom é uma caçadora ineficiente e pode eventualmente ficar fraca em decorrência de tentativas sem sucesso de capturar presas, e tentará capturar qualquer animal pequeno que encontrar. Ela também se alimenta de invertebrados, ovos e frutos e, astutamente, armazena alimento em excesso para uso posterior.

Apesar de ser solitária quando está forrageando, a hiena-marrom tem uma hierarquia social comparável à dos lobos, com um macho alfa e uma fêmea alfa. É um animal social que geralmente vive em grupos familiares de 4 a 6 indivíduos, chamados de clãs. Um clã defende um território e todos os membros ajudam na criação dos filhotes. Os territórios são marcados colando e defecando - comportamento que também forma um sistema de comunicação inteligente. "Colar" é o ato de a hiena depositar secreções de sua grande glândula anal na relva. A fina borra preta e branca da pasta que é deixada para trás contém informações sobre a hiena - sua identidade e o tempo desde que a hiena passou ali. Isto, junto com a frequência de defecar em latrinas, garante que as hienas de uma área tenham uma boa ideia do que os outros membros do clã estão fazendo.

Os machos em um clã não costumam acasalar com as fêmeas do clã, pois a maioria deles estão relacionados com as fêmeas e isto causaria a consanguinidade. Ao invés disso, as fêmeas geralmente acasalam com machos nômades que vagam entre territórios visitando fêmeas receptivas. O período de gestação da hiena-marrom é de três meses, depois do qual nascem até três filhotes cegos e surdos. Pelos primeiros meses após o parto, a fêmea e seus filhotes se isolam. Após este período eles se juntam ao clã, onde, em um exemplo do seu extraordinário sistema social, uma fêmea amamentando pode ocasionalmente amamentar outros filhotes além dos seus, mas mostrando uma clara preferência pelos seus próprios filhotes, e todos os membros do clã ajudam a alimentar os filhotes, trazendo comida para a toca.

Habitat

A hiena-marrom habita áreas de deserto, semideserto, matagal aberto e savanas com matas abertas. Ela pode sobreviver perto de áreas urbanas e precisa de algum tipo de cobertura para descansar durante o dia, como áreas rochosas e arbustivas.

Distribuição

A hiena-marrom ocorre na zona árida do sudoeste da África, que inclui Angola, Botsuana, Lesoto, Moçambique, Namíbia, África do Sul, Suazilândia e Zimbábue.

Continentes de Ocorrência

África

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Brown Hyena." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 6 Apr. 2017. Web. 6 Apr. 2017.
  • Brown Hyaena fact file on ARKive.
  • Wiesel, I. 2015. Parahyaena brunnea. The IUCN Red List of Threatened Species 2015: e.T10276A82344448.

Mais Espécies de Mamíferos

Conheça mais espécies de Mamíferos selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.