Gorila-ocidental

Fotografia por Greg, CC BY-NC-SA

Local da foto: Port Lympne Wild Animal Park, Kent, Inglaterra

 Canon EOS-1D Mark III (Canon)
Distância Focal: 420mm  •  Abertura: f/5.6  •  Tempo de Exposição: 1/200s  •  ISO: 320
Data em que a foto foi tirada: 16/11/2007
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Gorila-ocidental

Gorilla gorilla
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Mammalia
Ordem Primates
Família Hominidae
Gênero Gorilla
Nome Científico Gorilla gorilla(Savage, 1847)
Nome Inglês Western Gorilla
Estado de Conservação CR  - Criticamente em Perigo (IUCN / 2016)

Descrição

O gorila-ocidental é um grande primata da família Hominidae.

O gorila-ocidental geralmente tem uma pelagem mais clara do que a do gorila-oriental (Gorilla beringei). A pelagem fina é preta, cinza-escura ou cinza acastanhada escura com uma coroa acastanhada, às vezes, com um tom vermelho ou castanho avermelhado. O peito é largo e as mãos e pés são robustos. O macho adulto, à medida que envelhece, desenvolve uma "sela" cinzenta/prateada no dorso que se estende até a anca e as coxas e, por isso, é conhecido como "silverback" (dorso prateado). O macho tem também um crânio maior do que a fêmea e outros grandes primatas, assim como caninos maiores e uma crista mais pronunciada acima dos olhos. O gorila-ocidental é menor e mais leve do que o gorila-oriental porque ele precisa ser um ágil escalador para alcançar frutos nas árvores.

O macho do gorila-ocidental pode atingir até 1,8 m de altura (média de 1,5 m) e peso médio de 140 kg. A fêmea pode atingir até 1,5 m de altura (média de 1,3 m) e 70 kg de peso.

Biologia

A dieta do gorila-ocidental é rica em fibras, incluindo folhas, hastes, frutas, flores, cascas, invertebrados e terra. A frequência de quando cada um desses alimentos é consumido depende do grupo de gorilas em particular e da estação. Além disso, diferentes grupos de gorilas comem diferentes números e espécies de plantas e invertebrados, sugerindo que eles têm uma cultura alimentar. Frutos constituem a maior parte da dieta dos gorilas quando são abundantes, influenciando diretamente seus padrões de forrageamento e território. Os gorilas viajam diariamente em busca de árvores frutíferas e a distância que eles viajam todos os dias varia entre 1 e 4 quilômetros. Geralmente se alimentam durante a manhã e à tarde e escalam árvores de até 15 m de altura em busca de alimentos.

Os gorilas não apresentam comportamento territorial e grupos de gorilas vizinhos muitas vezes sobrepõem territórios. O território de um grupo de gorilas pode ter 30 km² ou mais.

O gorila-ocidental vive em grupos que variam em tamanho de 2 a 20 indivíduos. Os grupos são compostos por pelo menos um macho, várias fêmeas e seus filhotes. Um macho dominante de dorso prateado (silverback) lidera o grupo e os machos mais jovens geralmente deixam o grupo quando atingem a maturidade, por volta dos 15 anos de idade. As fêmeas se mudam para outro grupo antes da reprodução, que começa aos 8 ou 9 anos de idade, e cuidam de seus filhotes durante os primeiros 3 a 4 anos de suas vidas. O intervalo entre os nascimentos, portanto, é longo, o que explica parcialmente a lenta taxa de crescimento da população que torna o gorila-ocidental tão vulnerável à caça.

As lutas desempenham um papel importante na hierarquia dos grupos de gorilas. É comum um macho recém-dominante, depois de expulsar o antigo macho dominante, matar os bebês do grupo, o que faz as fêmeas retornarem prematuramente ao ciclo reprodutivo. Ao fazer isso, um macho aumenta a chance de produzir descendentes, pois seu mandato como macho dominante é de duração desconhecida.

Não existe uma época de reprodução fixa para os gorilas. O período de gestação é de 9 meses e a fêmea dá à luz um único filhote que pesa aproximadamente 2 kg. A mãe fornece a maior parte do cuidado parental, amamentando e carregando o filhote por aproximadamente 4 anos. O papel do macho no cuidado parental é menos direto, embora não menos importante. O macho protege as fêmeas e os jovens dentro de seu grupo social de machos rivais potencialmente infanticidas que podem assumir o controle do grupo. Devido ao longo período de gestação, ao longo período de cuidado parental e à mortalidade infantil, uma fêmea de gorila-ocidental só dará à luz um filhote que sobreviverá até a maturidade a cada 6 a 8 anos.

A expectativa de vida do gorila-ocidental é de até 40 anos na natureza.

Habitat

O gorila-ocidental habita florestas de planícies e pantanosas (gorila-da-planície-ocidental); habita também florestas em grande parte restritas a terrenos acidentados em áreas remotas, embora ocasionalmente utilize áreas de planícies entre colinas (gorila-do-rio-cross).

Distribuição

O gorila-ocidental é encontrado em Angola (Cabinda), Camarões, República Centro-Africana, Congo, Guiné Equatorial continental, Gabão e Nigéria.

Subespécies

Continentes de Ocorrência

África

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Western Gorilla." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 05 Mar 2018. Web. 06 Mar 2018.
  • Maisels, F., Bergl, R.A. & Williamson, E.A. 2016. Gorilla gorilla (errata version published in 2016). The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T9404A102330408. Acessado em 06 Mar 2018.
  • Western Gorilla fact file on ARKive.
  • Csomos, R. 2008. "Gorilla gorilla" (On-line), Animal Diversity Web.

Mais Espécies de Mamíferos

Conheça mais espécies de Mamíferos selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.