Gato-chileno

Copyright © José Cañas Aravena

 Canon EOS 7D (Canon)
Distância Focal: 289mm  •  Abertura: f/5.6  •  Tempo de Exposição: 1/60s  •  ISO: 400
Data em que a foto foi tirada: 03/04/2010
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Gato-chileno

Leopardus guigna
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Mammalia
Ordem Carnivora
Família Felidae
Gênero Leopardus
Nome Científico Leopardus guigna(Molina, 1782)
Nome Inglês Chilean Cat, Kodkod, Guiña
Estado de Conservação VU  - Vulnerável (IUCN / 2015)

Descrição

O gato-chileno é uma espécie de mamífero da família Felidae.

O reservado gato-chileno é um pequeno felino do tamanho de um gato-doméstico pequeno, e é considerado um dos menores felinos do hemisfério sul, juntamente com o gato-do-mato-pequeno (Leopardus guttulus) e o gato-macambira (Leopardus tigrinus). Seu pequeno corpo é coberto com uma pelagem castanho amarelado ao marrom acinzentado, fortemente padronizado com pequenas manchas pretas que, às vezes, formam listras rompidas na cabeça e no pescoço. Sua cabeça pequena tem orelhas curtas, com as partes de trás pretas com uma mancha branca no centro. A cauda curta é peluda e marcada com faixas pretas e estreitas, e as patas relativamente largas sugerem habilidades para escalar do felino. Espécimes com melanismo (totalmente pretos) são bastante comuns.

O gato-chileno tem entre 37 e 51 cm de comprimento (cabeça-corpo) e uma cauda curta de 20 a 25 cm. Seu peso varia entre 1,5 e 2,8 kg.

Biologia

Espreitando pela densa vegetação de seu habitat de floresta, este secreto predador se alimenta de uma grande variedade de aves, incluindo gansos domésticos e galinhas, mas se alimenta também de roedores e pequenos lagartos. Apesar de caçar suas presas no chão, o gato-chileno é um excelente escalador, subindo em árvores para escapar da perseguição de um predador ou para se abrigar temporariamente nos galhos.

O gato-chileno é um felino principalmente noturno, embora ele também pode estar ativo durante o dia. Ele costuma passar seus períodos de descanso na densa vegetação, geralmente oculto entre os quase impenetráveis bambus.

Os gatos-chilenos machos ocupam grandes áreas, que sobrepõem o território de uma ou mais fêmeas. As fêmeas dão à luz ninhadas de um a quatro filhotes, depois de um período de gestação de 72 a 78 dias. A maturidade sexual é atingida aproximadamente aos 24 meses de idade para machos e fêmeas. Esta espécie pode viver até cerca de 11 anos na natureza.

Habitat

O gato-chileno está fortemente associado com florestas temperadas mistas do litoral e sul dos Andes, particularmente as florestas de Araucárias e a Valdiviana do Chile, que é caracterizada pela presença de bambu. Ele ocorre geralmente em altitudes abaixo de 2.000 m.

Distribuição

O gato-chileno é encontrado apenas no Chile e na Argentina. Ele ocorre nas regiões sul e central do Chile, incluindo a Ilha de Chiloé e o Arquipélago das Guaitecas, e uma pequena região nas encostas do leste dos Andes, na Argentina.

Ameaças

A maior ameaça para o gato-chileno é o desmatamento do seu habitat de florestas úmidas temperadas, e a expansão de plantações de florestas de pinheiros e a agricultura, particularmente no Chile central.

Subespécies

  • Leopardus guigna guigna - ocorre no sul do Chile e sudoeste da Argentina.
  • Leopardus guigna tigrillo - ocorre na região central e norte do Chile.

Continentes de Ocorrência

América do Sul

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Kodkod." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 22 Mar. 2017. Web. 28 Mar. 2017.
  • Guigna fact file on ARKive.
  • Gersch, C. 2009. "Leopardus guigna" (On-line), Animal Diversity Web.
  • Napolitano, C., Gálvez, N., Bennett, M., Acosta-Jamett, G. & Sanderson, J. 2015. Leopardus guigna. The IUCN Red List of Threatened Species 2015: e.T15311A50657245.
  • Cat Specialist Group. Acessado em 5 Fev 2018.

Mais Espécies de Mamíferos

Conheça mais espécies de Mamíferos selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.