Foca-caranguejeira

Fotografia por François Guerraz, CC BY-SA

Local da foto: Antártida

 NIKON D5100 (NIKON CORPORATION)
Distância Focal: 420mm  •  Abertura: f/5.6  •  Tempo de Exposição: 1/1600s  •  ISO: 200
Data em que a foto foi tirada: 22/12/2011
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Foca-caranguejeira

Lobodon carcinophaga
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Mammalia
Ordem Carnivora
Família Phocidae
Gênero Lobodon
Nome Científico Lobodon carcinophaga(Hombron & Jacquinot, 1842)
Nome Inglês Crabeater Seal
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2015)

Descrição

A foca-caranguejeira é uma espécie de foca verdadeira da família Phocidae e a espécie de foca mais abundante do mundo.

A foca-caranguejeira tem um corpo delgado e aerodinâmico, um pescoço distinto, e uma face delicada com um focinho relativamente pontudo. No geral, seu corpo é marrom ou cinza prateado nas partes superiores, tornando-se marrom mais claro ao quase loiro na parte inferior. As nadadeiras são principalmente marrons, às vezes marcadas com manchas, e geralmente são as áreas mais escuras do corpo. Padrões de manchas e pontos escuros ou marrom chocolate também marcam os ombros, lados e flancos. A coloração da foca-caranguejeira varia dependendo da época do ano, sendo mais escura após a muda de verão em janeiro e fevereiro. A cor da pele desvanece e se torna progressivamente mais pálida ao longo do ano, mudando para quase loira, dourada ou branca cremosa no verão seguinte.

A foca-caranguejeira pode atingir até 2,6 m de comprimento e seu peso varia entre 200 e 300 kg.

Biologia

A foca-caranguejeira tem uma notável agilidade na neve e no gelo, e é uma das espécies de foca mais rápidas quando se locomove em terra. Apesar do seu nome, a foca-caranguejeira raramente se alimenta de caranguejos. Sua dieta é composta quase exclusivamente de krill-antártico (Euphausia superba), abundante no Oceano Antártico. Ela tem uma estrutura de dentes altamente adaptados para filtrar esse pequeno crustáceo. O krill representa cerca de 95% das presas, enquanto o restante de sua dieta é composta de cefalópodes, peixes e crustáceos. Alimentando-se principalmente à noite, a foca-caranguejeira faz mergulhos bastante profundos em busca de presas.

A foca-caranguejeira geralmente passa a maior parte do seu tempo sozinha ou em pequenos grupos. No entanto, grupos muito maiores de focas, às vezes numerando aproximadamente 1.000 indivíduos, já foram observados em blocos de gelo. Isso é particularmente comum durante a muda anual em janeiro e fevereiro. Grupos de até 500 indivíduos também já foram vistos nadando e mergulhando juntos. Durante a primavera, focas maduras e jovens se separam, com os jovens formando grandes agregações na terra, enquanto adultos maduros permanecem em blocos de gelo para a época de reprodução.

A época de reprodução da foca-caranguejeira é bastante curta. O acasalamento vai de outubro a dezembro e ocorre no gelo. O período de gestação é longo, aproximadamente 11 meses. A fêmea dá à luz um único filhote entre setembro e novembro do ano seguinte, com um pico de nascimentos em meados de outubro. A fêmea geralmente se junta a um macho pouco antes de dar à luz, que protegerá a fêmea e o filhote recém-nascido de outros machos e potenciais predadores.

O filhote recém-nascido tem entre 1,1 e 1,5 m de comprimento e peso entre 20 e 40 kg. Ele tem nadadeiras escuras e uma pele lanosa e macia de cor marrom acinzentada, branca ou café pálida. O ventre e o focinho pode ter uma coloração amarelada. O filhote cresce rápido e permanece em contato próximo com a fêmea até ser desmamado, que geralmente ocorre em cerca de 3 ou 4 semanas após o nascimento, momento em que ele pode pesar mais de 100 kg. O jovem filhote está quase completamente crescido após 2 anos, mas a maturidade sexual só é atingida entre 3 e 6 anos de idade.

Como jovem, a foca-caranguejeira tem uma taxa de mortalidade surpreendentemente alta, de até 80%, geralmente resultado de ataques frequentes de focas-leopardo (Hydrurga leptonyx). Das focas que sobrevivem ao seu primeiro ano, quase todas têm cicatrizes em seus corpos ocasionadas por focas-leopardo.

Habitat

As populações da foca-caranguejeira geralmente se concentram ao redor de blocos de gelo antárticos, ao sul da Convergência Antártica, onde as águas antárticas frias se encontram com as águas mais quentes do norte.

Distribuição

A foca-caranguejeira ocorre em toda a região Antártica. Ela é encontrada principalmente ao longo das costas e blocos de gelo da Antártida, mas sabe-se que alguns indivíduos vagam até a América do Sul, África do Sul, Austrália, Tasmânia e Nova Zelândia.

Continentes de Ocorrência

Antártida

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Crabeater Seal." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 27 Feb. 2017. Web. 8 Apr. 2017.
  • Crabeater Seal fact file on ARKive.
  • Hückstädt, L. 2015. Lobodon carcinophaga. The IUCN Red List of Threatened Species 2015: e.T12246A45226918.

Mais Espécies de Mamíferos

Conheça mais espécies de Mamíferos selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.