Baleia-beluga

Fotografia por A. Shamandour, CC BY-NC-SA

Local da foto: Estados Unidos

  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Baleia-beluga

Delphinapterus leucas
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Mammalia
Ordem Cetartiodactyla
Família Monodontidae
Gênero Delphinapterus
Nome Científico Delphinapterus leucas(Pallas, 1776)
Nome Inglês Beluga Whale, White Whale, Snow-white Beluga Whale, Beluga
Estado de Conservação NT  - Quase Ameaçada (IUCN / 2012)

Descrição

A baleia-beluga, conhecida também como baleia-branca ou beluga, é uma espécie de mamífero da família Monodontidae, e é um dos mais distintos de todos os cetáceos (um grupo que inclui golfinhos, baleias e botos).

O corpo da baleia-beluga é robusto e termina em uma cabeça particularmente pequena. Os adultos desenvolvem sua impressionante coloração branca à medida que amadurecem. Baleias-belugas não têm uma nadadeira dorsal; seu nome de gênero Delphinapterus significa "golfinho sem uma asa", mas há uma crista de pele endurecida ao longo do dorso, que tende a ser mais acentuada em machos maduros. Ao contrário da maioria dos cetáceos, a baleia-beluga tem um pescoço extremamente flexível e pode virar a cabeça quase 90 graus para o lado. Seus lábios também são flexíveis e podem formar uma variedade de expressões faciais. Ela tem uma camada muito espessa de gordura que pode ser de até 15 cm de espessura e que proporciona isolamento nas águas congelantes do ártico.

A espécie apresenta um grau moderado de dimorfismo sexual. Os machos são cerca de 25% mais longos do que as fêmeas e são mais resistentes. Os machos adultos podem ter entre 3,5 e 5,5 m de comprimento, enquanto as fêmeas, têm entre 3 e 4,1 m. Os machos pesam entre 1.100 e 1.600 kg, enquanto as fêmeas pesam entre 700 e 1.200 kg. É uma espécie classificada como de médio porte entre as baleias dentadas.

Biologia

A baleia-beluga usa uma ampla variedade de vocalizações, como grunhidos, gritos e assobios. Estes sons podem ser ouvidos através dos cascos de navios - a baleia-beluga foi apelidada de "canário do mar" por antigos marinheiros do Ártico.

A baleia-beluga é um animal altamente social e nos meses de verão, milhares de indivíduos podem ser vistos reunidos em estuários. Nesse momento, as fêmeas com filhotes muitas vezes se juntam, enquanto os machos formam grandes grupos de solteiros. Além disso, nos meses de verão, um grande número de baleias-belugas se reúnem em estuários para a muda. Ao contrário dos outros cetáceos, a baleia-beluga muda sazonalmente a sua pele. Durante o inverno, a epiderme engrossa e a pele pode ficar amarelada, principalmente na parte de trás e nas nadadeiras. Quando as baleias migram para os estuários durante o verão, elas se esfregam no cascalho do leito dos rios para remover o revestimento cutâneo do ano anterior, para mais uma vez se tornarem brancas reluzentes.

A baleia-beluga pode mergulhar em profundidades superiores a 1.000 m, mas passa a maior parte do seu tempo na superfície da água, nadando lentamente. Durante os meses de inverno, muitas vezes as belugas fazem buracos de respiração no gelo.

A baleia-beluga desempenha um papel importante na estrutura e função dos recursos marinhos do Oceano Ártico, pois ela é a espécie de baleia dentada mais abundante da região. Ela se alimenta de uma grande variedade de peixes, vermes e invertebrados. A maioria das presas é encontrada no fundo do mar. Como seus dentes não são grandes nem afiados, ela usa a sucção para trazer suas presas em sua boca, sendo que as presas têm que ser consumidas inteiras e, consequentemente, não podem ser muito grandes, pois as presas podem ficar presas em sua garganta.

As fêmeas atingem a maturidade sexual por volta dos cinco anos de idade, e dão à luz um único filhote após um período de gestação de pouco mais de um ano. A mãe e o filhote têm um vínculo muito forte e nadam sempre juntos. Estima-se que a baleia-beluga pode viver até 50 anos.

A orca (Orcinus orca) e o urso-polar (Ursus maritimus) são os principais predadores de baleias-belugas, que são particularmente vulneráveis se presas pelo gelo, e também porque passam a maior parte do tempo na superfície da água nadando lentamente.

Habitat

A baleia-beluga habita as águas frias do Ártico, geralmente perto da borda do gelo. No verão, ela passa a maior parte do tempo em baías rasas e estuários e, no inverno, ela ocorre em áreas de blocos de gelo soltos, onde o vento e as correntes oceânicas mantêm rachaduras para abrir buracos de respiração.

Distribuição

A baleia-beluga é encontrada nas águas do Ártico ao redor do norte da Rússia, América do Norte, Groelândia e no arquipélago norueguês de Esvalbarda. A maioria das populações migra para o norte na primavera, depois para o sul no outono quando o gelo começa a se formar.

Continentes de Ocorrência

América do Norte, Ásia, Europa

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Beluga Whale." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 28 Mar. 2017. Web. 1 Apr. 2017.
  • Beluga Whale fact file on ARKive.
  • Jefferson, T.A., Karkzmarski, L., Laidre, K., O’Corry-Crowe, G., Reeves, R., Rojas-Bracho, L., Secchi, E., Slooten, E., Smith, B.D., Wang, J.Y. & Zhou, K. 2012. Delphinapterus leucas. The IUCN Red List of Threatened Species 2012: e.T6335A17690692.

Mais Espécies de Mamíferos

Conheça mais espécies de Mamíferos selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.