Ariranha

Fotografia por Paul Williams, CC BY-NC

Local da foto: Pantanal, Mato Grosso, Brasil

 Canon EOS 7D (Canon)
Distância Focal: 300mm  •  Abertura: f/5.6  •  Tempo de Exposição: 1/320s  •  ISO: 400
Data em que a foto foi tirada: 18/08/2011
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Ariranha

Pteronura brasiliensis
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Mammalia
Ordem Carnivora
Família Mustelidae
Gênero Pteronura
Nome Científico Pteronura brasiliensis(Gmelin, 1788)
Nome Inglês Giant Otter
Estado de Conservação EN  - Em Perigo (IUCN / 2015)

Descrição

A ariranha, conhecida também como lontra-gigante, é uma espécie de mamífero da família Mustelidae. É um dos maiores carnívoros da América do Sul, e é a maior espécie de lontra em termos de comprimento total.

O corpo da ariranha é sinuoso e muscular, e é coberto com uma pele marrom aveludada, que é densa e repelente à água. Uma mancha de coloração creme está presente na garganta e queixo, cujo padrão é único para cada indivíduo desde o nascimento. A ariranha tem pernas curtas, patas largas com membranas interdigitais que, juntamente com sua cauda comprida e achatada, permitem que o animal se mova rapidamente pela água. Os movimentos das presas são detectados pelos grandes olhos e bigodes sensíveis.

Os machos da ariranha têm entre 1,5 e 1,8 m de comprimento e pesam entre 26 e 32 kg. As fêmeas têm entre 1,5 e 1,7 m de comprimento e peso entre 22 e 26 kg.

Biologia

A ariranha é uma espécie diurna e geralmente pacífica, mas é territorial e agressiva quando ameaçada. Sua dieta é composta quase exclusivamente de peixes, mas sabe-se também que se alimenta de jacarés, sucuris, outras serpentes e até mesmo tartarugas.

A ariranha geralmente vive em grupos familiares de 3 a 10 indivíduos, compostos por um casal reprodutor monogâmico e seus descendentes nascidos nos anos anteriores. Estes grupos descansam, brincam, viajam, caçam e dormem juntos.

A reprodução da ariranha pode ocorrer ao longo do ano, embora a maioria dos filhotes nascem durante a estação seca. O tamanho da ninhada varia entre 1 e 6 filhotes, que nascem depois de um período de gestação de 64 a 72 dias. Os filhotes são cuidados pelos adultos e irmãos mais velhos. Em duas ou três semanas os filhotes são colocados na água pela fêmea, e em três a quatro meses os filhotes começam a caçar e a viajar com a família. Os jovens são desmamados aos seis meses e são caçadores eficientes aos 10 meses de idade, embora permaneçam com o grupo familiar por pelo menos mais um ano. A maturidade sexual é atingida aos dois anos e meio de idade e, após este período, muitos deles se dispersam.

Habitat

A ariranha tem como habitat rios e riachos de fluxo lento, lagos, pântanos, mangues e, durante a estação chuvosa, florestas inundadas.

Distribuição

A ariranha é uma espécie endêmica da América do Sul. Ela ocorre no Brasil, Bolívia, Equador, Colômbia, Guiana, Guiana Francesa, Paraguai, Peru, Suriname e Venezuela.

Continentes de Ocorrência

América do Sul

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Giant Otter." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 22 Mar. 2017. Web. 1 Apr. 2017.
  • Giant Otter fact file on ARKive.
  • Groenendijk, J., Duplaix, N., Marmontel, M., Van Damme, P. & Schenck, C. 2015. Pteronura brasiliensis. The IUCN Red List of Threatened Species 2015: e.T18711A21938411.

Mais Espécies de Mamíferos

Conheça mais espécies de Mamíferos selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.