Urtiga-marinha-do-pacífico

Fotografia por Chad King / NOAA's National Ocean Service, CC BY

Local da foto: Califórnia, Estados Unidos

  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Urtiga-marinha-do-pacífico

Chrysaora fuscescens
Reino Animalia
Filo Cnidaria
Classe Scyphozoa
Ordem Semaeostomeae
Família Pelagiidae
Gênero Chrysaora
Nome Científico Chrysaora fuscescensBrandt, 1835
Nome Inglês Pacific Sea Nettle, West Coast Sea Nettle
Estado de Conservação NE  - Não Avaliada pela IUCN

Descrição

A urtiga-marinha-do-pacífico é uma espécie de água-viva verdadeira da família Pelagiidae.

A urtiga-marinha-do-pacífico tem um distinto sino marrom dourado com uma tonalidade avermelhada. O sino pode crescer mais de um metro de diâmetro, embora a maioria tem menos de 50 cm de diâmetro. Os braços orais brancos, longos, espirais e os 24 tentáculos marrons ondulados podem se estender por cerca de 4,5 m.

O sino é coberto com verrugas que contêm nematocistos (células urticantes).

Biologia

A urtiga-marinha-do-pacífico nada usando propulsão a jato, comprimindo o seu sino e empurrando a água para trás, permitindo que ela nade contra as correntes, embora na maioria das vezes ela prefere flutuar. Às vezes, pequenos animais, incluindo pequenos peixes e caranguejos, pegam carona se escondendo dentro do sino da urtiga-marinha-do-pacífico.

A urtiga-marinha-do-pacífico não vê imagens, mas é capaz de diferenciar entre claro e escuro usando pequenas estruturas pigmentadas sobre o sino ou na base dos tentáculos chamadas de ocelos. Ela mantém o seu equilíbrio e orientação em relação ao fundo do oceano e a superfície com estatocistos, vesículas que contêm sais minerais que estimulam as células sensoriais em resposta ao movimento da água-viva.

A urtiga-marinha-do-pacífico é carnívora e se alimenta de outras águas-vivas e de uma variedade de zooplânctons, incluindo ovos e larvas de peixes, e caracóis pelágicos. Como ela se move pela água com os braços orais e tentáculos estendidos, seus tentáculos se movem abaixo, acima e ao lado do sino, criando uma grande área superficial para capturar presas. Quando ocorre o contato físico com a presa, os nematocistos se abrem e liberam substâncias tóxicas na presa, paralisando-a. Os tentáculos se retraem e transportam o alimento para a cavidade gástrica, onde ocorre a digestão. Uma presa grande é parcialmente digerida nos braços orais antes de ser transportada para a cavidade gastrovascular. Depois que a presa é transferida, os tentáculos se estendem novamente para se tornarem linhas de pesca mais uma vez.

A urtiga-marinha-do-pacífico é capaz de reprodução sexuada na fase medusa e assexuada na fase de pólipo. Seu ciclo de vida começa quando a fêmea pega o esperma liberado pelo macho para fertilizar os ovos que ela produziu e está mantendo em sua boca. Estes ovos fertilizados permanecem anexados aos braços orais dela, e lá se transformam em plânulas com formato de feijão. Depois que se transformam em pólipos em forma de flor, eles são liberados no oceano, onde se fixam em uma superfície sólida e passam por reprodução assexuada. O pólipo faz cópias idênticas de si por meio de brotamento, onde o novo pólipo cresce do seu lado. Depois que o pólipo está completamente formado, ele também é liberado no oceano e passa por metamorfose à medida que cresce, desenvolvendo um sino, braços e tentáculos até se tornar uma água-viva completamente formada.

A urtiga-marinha-do-pacífico tem uma expectativa de vida de cerca de 6 meses, mas algumas podem viver até 1 ano. Em ambientes protegidos, como aquários, ela pode viver por 18 meses devido à ausência de predadores e disponibilidade de alimento adequado.

Habitat

A urtiga-marinha-do-pacífico vive perto da superfície da coluna de água em baías rasas e portos no outono e inverno. Na primavera e no verão muitas vezes ela forma grandes grupos em águas profundas do oceano.

Distribuição

A urtiga-marinha-do-pacífico geralmente é encontrada ao longo das costas da Califórnia e Oregon, embora algumas residem nas águas ao norte até o Golfo do Alasca, a oeste até os mares ao redor do Japão, e ao sul até a Península da Baixa Califórnia.

Continentes de Ocorrência

América do Norte, Ásia

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Chrysaora fuscescens." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 2 Mar. 2017. Web. 8 Apr. 2017.
  • Aquarium of the Pacific.

Mais Espécies de Invertebrados

Conheça mais espécies de Invertebrados selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.