Besouro-girafa

Fotografia por Frank Vassen, CC BY

Local da foto: Andasibe, Madagascar

 COOLPIX P6000 (NIKON)
Distância Focal: 6mm  •  Abertura: f/3.6  •  Tempo de Exposição: 1/73s  •  ISO: 64
Data em que a foto foi tirada: 25/11/2008
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Besouro-girafa

Trachelophorus giraffa
Reino Animalia
Filo Arthropoda
Classe Insecta
Ordem Coleoptera
Família Attelabidae
Gênero Trachelophorus
Nome Científico Trachelophorus giraffaJekel, 1860
Nome Inglês Giraffe Weevil, Giraffe-necked Weevil
Estado de Conservação NE  - Não Avaliada pela IUCN

Descrição

O besouro-girafa é uma espécie de inseto da família Attelabidae descoberta em 2008. Seu nome comum deriva do seu pescoço alongado muito parecido com o da girafa.

A maior parte do corpo do besouro-girafa é preto com uma distinta carapaça vermelha que cobre as asas voadoras. O besouro-girafa apresenta dimorfismo sexual. O pescoço do macho geralmente é de 2 a 3 vezes mais longo do que o da fêmea. O comprimento total do corpo do macho é de aproximadamente 2,5 cm, o que torna essa espécie uma das maiores espécies da família Attelabidae. Essa espécie é capaz de voar.

A carapaça vermelha brilhante que cobre a parte de trás do besouro-girafa é chamada de élitro. Élitro é uma forma de asa anterior endurecida, embora não seja formalmente uma asa. O élitro forma um revestimento para proteger as frágeis asas traseiras que ficam por baixo e são usadas para voo. Para voar, o besouro-girafa, como qualquer outro besouro voador, vai manter o élitro escarlate aberto enquanto levanta e então rotaciona suas asas posteriores, que são feitas de um material membranoso.

Biologia

O besouro-girafa é um inseto herbívoro. Os adultos se alimentam das folhas de um árvore da espécie Dichaetanthera arborea. Ele passa a maior parte de sua vida nessas pequenas árvores, aventurando-se longe delas somente em raras ocasiões. É um inseto pacífico, não apresentando agressividade para com outras espécies.

O macho do besouro-girafa usa o seu longo pescoço para lutar com outro macho para ganhar o direito de acasalar com uma fêmea nas proximidades. O pescoço é um arma para empurrar e lutar com o adversário. É raro um macho matar o outro durante uma luta. Na maioria das vezes, o perdedor recua e o vencedor então acasala com a fêmea. A fêmea, por outro lado, usa o seu pescoço menor para enrolar uma folha da Dichaetanthera arborea e criar um ninho com formato tubular. Para fazer isso ela dobra e enrola a folha várias vezes e, em seguida, ela coloca um único ovo no interior da folha. Finalmente ela corta a folha da planta, que cai no solo da floresta. A folha fornecerá alimento para a larva recém-eclodida durante os seus primeiros dias de vida.

Esse comportamento de enrolar folha não é exclusivo do besouro-girafa, é algo que todas as espécies da família Attelabidae fazem. Apesar da aparência um tanto assustadora do besouro-girafa, ele não oferece perigo algum para os seres humanos. Ele não morde ou pica.

Habitat

O besouro-girafa vive em florestas, mais especificamente em árvores da espécie Dichaetanthera arborea, conhecida como "árvore do besouro-girafa", onde ele passa a maior parte de seu tempo, se alimenta, acasala e nidifica.

Distribuição

O besouro-girafa é uma espécie nativa e endêmica da ilha de Madagascar.

Continentes de Ocorrência

África

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Giraffe Weevil." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 12 Mar. 2017. Web. 7 Apr. 2017.
  • Strange Animals.
  • PawNation.

Mais Espécies de Invertebrados

Conheça mais espécies de Invertebrados selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.