Aranha-joaninha

Copyright © Marc de Winkel

Local da foto: Parque Nacional Veluwezoom, Holanda

 NIKON D40X (NIKON CORPORATION)
Distância Focal: 60mm  •  Abertura: f/22.0  •  Tempo de Exposição: 1/160s  •  ISO: 400
Data em que a foto foi tirada: 06/05/2013
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Aranha-joaninha

Eresus sandaliatus
Reino Animalia
Filo Arthropoda
Classe Arachnida
Ordem Araneae
Família Eresidae
Gênero Eresus
Nome Científico Eresus sandaliatus(Martini & Goeze, 1778)
Nome Inglês Ladybird Spider
Estado de Conservação NE  - Não Avaliada pela IUCN

Descrição

A aranha-joaninha é uma espécie de aracnídeo da família Eresidae. Esta bela aranha é uma das espécies de aranhas mais raras do Reino Unido.

Os machos da aranha-joaninha têm até 11 mm de comprimento e as fêmeas podem atingir até 20 mm. Os machos têm um prossoma (cefalotórax) preto e um opistossoma (parte posterior do corpo) impressionantemente vermelho ou laranja, com quatro pontos pretos grandes e dois menores, e lembram superficialmente uma joaninha - eles obtêm esta coloração vermelha ou laranja em sua última mudança de pele. As pernas dianteiras são pretas com anéis brancos, e as pernas traseiras são parcialmente vermelhas com anéis brancos. As fêmeas são pretas com alguns pelos brancos - os pelos da frente às vezes são amarelos. Espécimes imaturos de ambos os sexos são pretos e aveludados.

Biologia

A aranha-joaninha vive em tocas subterrâneas de até 10 cm de comprimento, com um diâmetro de cerca de 1 cm. Na parte superior elas são muito mais amplas e forradas com fios de seda. Várias teias geralmente podem ser encontradas no mesmo lugar, às vezes, até dez em um único metro quadrado. A aranha-joaninha se alimenta principalmente de centopeias e besouros.

As fêmeas raramente saem da toca e os machos só aparecem por duas semanas, no mês de maio, procurando por fêmeas. Quando o macho encontra uma fêmea na toca ele retira fios de seda que estão na porta da toca como uma forma de se distinguir de uma presa em potencial - isso o protege de se tornar uma refeição para a fêmea.

Após o acasalamento a fêmea coloca até 80 ovos em um casulo em sua toca durante o verão e os guarda até o nascimento dos filhotes, em julho ou agosto. Durante o dia ela leva o casulo para fora do ninho para aquecer ao sol. À noite, o casulo é levado para o abrigo do ninho. As jovens aranhas permanecem na toca durante o inverno e ficam com a mãe por um longo tempo. Durante esse tempo elas podem mudar de pele por seis vezes. A mãe alimenta os filhotes com alimento regurgitado. Na primavera a mãe morre e é comida pelas jovens aranhas. Portanto, a fêmea só pode se reproduzir uma única vez.

Habitat

A aranha-joaninha tem como habitat as encostas abrigadas com solo arenoso e bem drenado.

Distribuição

A aranha-joaninha é encontrada por todo o norte e centro da Europa, e é substituída por espécies relacionadas no Mediterrâneo e no resto da Europa (incluindo a Eresus cinnaberinus). Ela é rara em toda a parte, especialmente no Reino Unido. Ela costumava ser encontrada em uma região bem específica do condado de Dorset e, possivelmente, na Ilha de Wight e Cornwall, mas agora está restrita a uma área bem pequena de Dorset, medindo cerca de 50 m de diâmetro e cercada por uma plantação de pinheiros.

Continentes de Ocorrência

Europa

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Eresus sandaliatus." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 4 Jan. 2017. Web. 5 Apr. 2017.
  • Ladybird Spider fact file on ARKive.
  • Scribol Environment.

Mais Espécies de Invertebrados

Conheça mais espécies de Invertebrados selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.