Anêmona-do-mar-de-couro

Fotografia por Daryl Wallace, CC BY-SA

Local da foto: Mohéli, Arquipélago das Comores

 C5060WZ (OLYMPUS CORPORATION)
Distância Focal: 13mm  •  Abertura: f/8.0  •  Tempo de Exposição: 1/90s  •  ISO: 80
Data em que a foto foi tirada: 20/04/2008
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Anêmona-do-mar-de-couro

Heteractis crispa
Reino Animalia
Filo Cnidaria
Classe Anthozoa
Ordem Actiniaria
Família Stichodactylidae
Gênero Heteractis
Nome Científico Heteractis crispa(Hemprich and Ehrenberg in Ehrenberg, 1834)
Nome Inglês Leathery Sea Anemone, Leathery Sebae Sea Anemone, Leathery Anemone, Sebae Anemone
Estado de Conservação NE  - Não Avaliada pela IUCN

Descrição

A anêmona-do-mar-de-couro é um invertebrado marinho e uma espécie de anêmona da família Stichodactylidae.

A anêmona-do-mar-de-couro tem uma coloração cinza ou marrom violeta no geral, dependendo da concentração de suas algas simbióticas, zooxantelas. Ela tem uma textura semelhante ao couro, por isso o seu nome comum. O pé pegajoso na base da coluna é usado para aderir a várias superfícies. A anêmona também usa o "pé" para se movimentar se as condições não são ideias. O pé tende a ser muito maior do que a coluna em comparação com outras anêmonas. A coluna, uma estrutura externa de uma anêmona visível quando o animal está fechado, geralmente é cinza e pontilhada com "verrugas" esbranquiçadas pegajosas.

Existem até 800 tentáculos no disco oral da anêmona-do-mar-de-couro que podem ter uma cor cinza acastanhada, malva ou verde, e alguns espécimes têm as pontas dos tentáculos azuis, púrpuras e malva. Os tentáculos são muito longos e cônicos na ponta. Eles são tão longos que geralmente se entrelaçam. Os tentáculos estão todos sobre a superfície do disco oral. A boca no centro é quase sempre pouco visível e tem uma aparência oval. O disco oral é alargado e atinge entre 20 e 50 cm de diâmetro.

Biologia

A anêmona-do-mar-de-couro tem duas formas de se alimentar. A primeira é pelo interior via fotossíntese de seus hóspedes simbióticos, zooxantelas, que vivem em seus tecidos. A segunda é pela forma normal, capturando suas presas através de seus tentáculos que permitem imobilizar suas presas (pequenos invertebrados, peixes pequenos ou peixes juvenis). Ela usa suas células venenosas ou nematocistos encontrados em seus tentáculos para picar e capturar presas.

A anêmona-do-mar-de-couro tem um relação de mutualismo com outros animais, mais especificamente com várias espécies de peixes-palhaços do gênero Amphiprion. Os tentáculos das anêmonas geralmente picam outros peixes, mas os peixes-palhaços produzem um muco sobre a pele que engana as anêmonas, fazendo-as acreditar que estão tocando a si mesmas, assim elas não picam. Dessa forma, os peixes-palhaços estão protegidos de predadores entre os tentáculos urticantes das anêmonas e as anêmonas se beneficiam da limpeza do seu disco oral e dos tentáculos graças aos movimentos contínuos dos peixes. Os peixes-palhaços também ajudam a melhorar a circulação de água nas anêmonas, pois as nadadeiras dos peixes "ventilam" quando estão nadando ao redor das anêmonas. A anêmona-do-mar-de-couro hospeda as seguintes espécies de peixes-palhaços:

A reprodução da anêmona-do-mar-de-couro pode ocorrer por meio sexual ou assexual. Por meio sexual ocorre transmissão simultânea de gametas do macho e da fêmea na água. Isso resulta na produção de larvas ciliadas (plânulas). Essas plânulas nadam durante algum tempo, até se fixarem a um substrato, onde, gradativamente, desenvolvem um disco pedal e começam a crescer como novas anêmonas. Por meio assexual ocorre fissão binária, que é quando a anêmona se divide em dois indivíduos separados do pé ou da boca.

Habitat

A anêmona-do-mar-de-couro é encontrada encravada em fendas de rochas com apenas o disco oral e os tentáculos visíveis em profundidades entre 3 e 40 m. Ela gosta de substratos de base dura ligeiramente cobertos com areia, mas também pode se fixar a corais ramificados.

Distribuição

A anêmona-do-mar-de-couro é encontrada nas águas tropicais e subtropicais da região do Indo-Pacífico, desde a costa leste da África, incluindo o Mar Vermelho, até a Polinésia, e do sul do Japão até a Austrália e Nova Caledônia.

Continentes de Ocorrência

África, Ásia, Austrália/Oceania

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Sebae Anemone." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 13 Feb. 2017. Web. 8 Apr. 2017.
  • Animal-World.com

Mais Espécies de Invertebrados

Conheça mais espécies de Invertebrados selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.