Turaco-azul-grande

Fotografia por Alexander Ley, CC BY-NC-SA

Local da foto: Ruanda

 NIKON D90 (NIKON CORPORATION)
Distância Focal: 600mm  •  Abertura: f/4.0  •  Tempo de Exposição: 1/1000s  •  ISO: 800
Data em que a foto foi tirada: 03/01/2013
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Turaco-azul-grande

Corythaeola cristata
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Aves
Ordem Musophagiformes
Família Musophagidae
Gênero Corythaeola
Nome Científico Corythaeola cristata(Vieillot, 1816)
Nome Inglês Great Blue Turaco
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2016)

Descrição

O turaco-azul-grande é uma bela ave da família Musophagidae e é a maior espécie de turaco.

O turaco-azul-grande tem as partes superiores azul-turquesa, incluindo as asas e a cauda. A cauda é longa e larga, e tem uma faixa subterminal larga e preta. As asas não têm as penas primárias vermelho-carmesim de outras espécies de turaco. O pescoço e a parte superior do peito são azul-turquesa. A parte inferior do peito e o ventre têm uma cor amarela-esverdeada. A parte inferior do ventre e as penas tibiais têm uma cor marrom avermelhada. A cabeça tem uma crista distinta de penas pretas azuladas. O queixo, garganta, bochechas e o anel externo do olho são acinzentados. O bico curvado é amarelo com a ponta vermelha. Os olhos são castanho avermelhados. As pernas e pés têm uma cor escura. Machos e fêmeas são semelhantes na aparência, mas os machos são ligeiramente menores.

O turaco-azul-grande tem entre 70 e 76 cm de comprimento. Seu peso varia entre 0,8 e 1,2 kg.

Biologia

O turaco-azul-grande forrageia durante a maior parte do dia (pode não se alimentar durante as partes mais quentes do dia), especialmente no final da tarde. Sua dieta é composta principalmente de frutas, mas ele também se alimenta de folhas, flores, brotos e insetos.

Como muitos outros turacos, o turaco-azul-grande é bastante tímido e raramente desce ao chão, exceto para beber água e tomar banho. É uma ave muito ágil ao escalar pelos galhos de árvores. Não é um bom voador, voando distâncias curtas e planando até os níveis mais baixos da floresta.

O turaco-azul-grande mantém um território ao longo do ano. Geralmente é visto em pares, em grupos familiares ou em grupos sociais de até 7 indivíduos, e muitas vezes vários grupos se reúnem em uma única grande árvore frutífera.

A corte do turaco-azul-grande envolve vocalização, perseguição, alimentação do parceiro e a elevação da crista e da longa cauda. A vocalização pode ser ouvida com frequência ao entardecer e ao amanhecer.

O casal constrói um ninho de gravetos em uma árvore alta onde a fêmea coloca 2 ovos redondos de cor azul pálida. Os ovos são incubados pelo casal por até 31 dias. Os filhotes são cuidados pelos pais e, às vezes, por um auxiliar. Após o nascimento, os filhotes deixam o ninho dentro de 6 semanas, mas são vigiados pelos pais por até 3 meses.

Habitat

O turaco-azul-grande habita florestas tropicais de planícies, florestas tropicais de montanhas e intermediária, e florestas de galeria.

Distribuição

O turaco-azul-grande é encontrado na África Equatorial. Ele ocorre em Guiné-Bissau, Guiné, Serra Leoa, Libéria, Costa do Marfim, Gana, Benin, Nigéria, Camarões, República Centro-Africana, Sudão do Sul, Guiné Equatorial, Gabão, Congo, República Democrática do Congo, Uganda, Ruanda, Burundi, Quênia, Tanzânia e Angola.

Subespécies

Continentes de Ocorrência

África

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Great Blue Turaco." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 18 Fev 2017. Web. 8 Abr 2017.
  • BirdLife International. 2016. Corythaeola cristata. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T22688425A93197057.
  • Dallas World Aquarium.
  • Turner, D.A. & Kirwan, G.M. (2017). Great Blue Turaco (Corythaeola cristata). In: del Hoyo, J., Elliott, A., Sargatal, J., Christie, D.A. & de Juana, E. (eds.). Handbook of the Birds of the World Alive. Lynx Edicions, Barcelona. Acessado em 08 Abr 2017.
  • Clements, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L. Wood. 2018. The eBird/Clements checklist of birds of the world: v2018.

Fotos da Espécie

Mais Espécies de Aves

Conheça mais espécies de Aves selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.