Tuiuiú

Fotografia por Christian Sanchez, CC BY-NC

Local da foto: Pantanal, Mato Grosso, Brasil

 NIKON D4 (NIKON CORPORATION)
Distância Focal: 600mm  •  Abertura: f/8.0  •  Tempo de Exposição: 1/1600s  •  ISO: 2000
Data em que a foto foi tirada: 02/07/2015
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Tuiuiú

Jabiru mycteria
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Aves
Ordem Ciconiiformes
Família Ciconiidae
Gênero Jabiru
Nome Científico Jabiru mycteria(Lichtenstein, 1819)
Nome Inglês Jabiru Stork
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2016)

Descrição

O tuiuiú, conhecido também como jaburu e jabiru, é uma grande espécie de cegonha das Américas e pertence à família Ciconiidae. É a ave símbolo do Pantanal.

O tuiuiú é a ave voadora mais alta da América do Sul e América Central. Um tuiuiú adulto tem entre 1,2 e 1,4 m de comprimento, 2,3 a 2,8 m de envergadura de asas e pode pesar entre 4 e 9 kg. Grandes machos podem chegar a 1,5 m de altura. O bico, que mede entre 25 e 35 cm, é preto e largo, ligeiramente arrebitado, terminando em um ponta afiada. Sua plumagem é principalmente branca, mas a cabeça e a parte superior do pescoço são pretas e sem penas, com uma bolsa elástica vermelha e sem penas na base. Os sexos são semelhantes na aparência, mas o macho é maior. Apesar do tuiuiú passar a impressão de ser uma ave desajeitada no chão, é uma ave voadora poderosa e elegante.

Biologia

O tuiuiú vive em grandes grupos perto de rios e lagoas e consome grandes quantidades de peixes, moluscos, insetos e anfíbios, mas também pode se alimentar de ovos de aves, répteis e pequenos mamíferos. Em períodos de seca ele pode comer até carniça e peixes mortos que morrem nesta época, ajudando a manter a qualidade dos corpos de água isolados. Ele se alimenta em bandos, que geralmente forrageiam explorando a água rasa, detectando as presas mais pela sensação tátil do que com a visão.

O tuiuiú é uma ave de hábitos diurnos. É um animal social, sendo encontrado em grupos tanto na época de reprodução quanto fora da época de reprodução. Não é uma ave migratória, apesar de se mover dentro de uma grande área ao longo do ano em busca de áreas de alimentação ideais. Durante a época de reprodução os casais podem se separar de grandes grupos, mas os ninhos são encontrados perto de outros ninhos de tuiuiús.

Os tuiuiús começam a se reunir para o acasalamento perto do fim da estação das chuvas. A maior parte da reprodução ocorre de dezembro a maio. Os ninhos de tuiuiú são encontrados a cerca de 15 a 30 m do solo, em árvores altas e isoladas. Os ninhos geralmente são mais profundos do que a largura - podem ter até 1 m de largura e 1,8 m de profundidade. Os ninhos geralmente são feitos de gravetos e detritos de madeira. O tamanho médio da ninhada é de 3 ovos (variando de 2 a 5). Quando os filhotes estão com quatro semanas de idade, os pais começam a deixá-los mais sozinhos por períodos de tempo mais longos. As jovens aves emplumam cerca de 110 dias após a eclosão, embora elas continuem dependentes de seus pais.

O macho e a fêmea estão envolvidos na construção do ninho, incubação e cuidado dos filhotes. Durante a fase de incubação e cuidado dos filhotes, um dos pais cuida do ninho enquanto o outro sai para forragear. Os casais de tuiuiús passam de seis a sete meses por ano envolvidos nas tarefas reprodutivas. Devido ao longo período gasto na reprodução, os casais têm dificuldade de reproduzir em anos sucessivos. O tuiuiú, como a maioria das cegonhas, vive em média, cerca de 30 anos.

Habitat

O tuiuiú é encontrado perto de rios e lagoas, geralmente em grandes grupos, preferindo pântanos abertos, especialmente savanas alagadas.

Distribuição

O tuiuiú ocorre no hemisfério ocidental, desde o México até a Argentina. Ele é mais comum nas regiões alagadas do Brasil e Paraguai. É encontrado na Argentina, Belize, Bolívia, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Guiana, Guiana Francesa, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Suriname, Trindade e Tobago, Uruguai e Venezuela.

Subespécies

Continentes de Ocorrência

América do Norte, América do Sul

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Jabiru." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 16 Jan 2017. Web. 06 Abr 2017.
  • McKinley, A. 2006. "Jabiru mycteria" (On-line), Animal Diversity Web.
  • BirdLife International. 2016. Jabiru mycteria. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T22697710A93632239.
  • Clements, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L. Wood. 2018. The eBird/Clements checklist of birds of the world: v2018.

Mais Espécies de Aves

Conheça mais espécies de Aves selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.