Saí-azul-de-bico-curto

Copyright © João Quental

Local da foto: Alta Floresta, Mato Grosso, Brasil

 NIKON D4 (NIKON CORPORATION)
Distância Focal: 600mm  •  Abertura: f/5.6  •  Tempo de Exposição: 1/800s  •  ISO: 1600
Data em que a foto foi tirada: 27/01/2014
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Saí-azul-de-bico-curto

Cyanerpes nitidus
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Aves
Ordem Passeriformes
Família Thraupidae
Gênero Cyanerpes
Nome Científico Cyanerpes nitidus(Hartlaub, 1847)
Nome Inglês Short-billed Honeycreeper
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2016)

Descrição

A saí-azul-de-bico-curto, conhecida também como saí-de-bico-curto, é uma ave passeriforme da família Thraupidae.

O bico da saí-azul-de-bico-curto é levemente curvado e preto, com a mandíbula inferior quase reta. O macho adulto tem uma máscara preta, plumagem azul-púrpura, asas pretas, cauda curta e preta, e pernas rosadas/avermelhadas. A garganta tem uma mancha preta que se estende até a parte superior do peito. A fêmea tem uma plumagem esverdeada, supercílio verde-turquesa e uma faixa malar azul-turquesa. A parte dorsal é verde brilhante da coroa até o uropígio. O peito e os lados têm coloração branca opaca com listras verdes. As pernas têm coloração rosa pálida. Indivíduos jovens têm plumagem parecida com a das fêmeas adultas. A íris de ambos os sexos é marrom-escura.

A saí-azul-de-bico-curto é a menor espécie do gênero Cyanerpes, com cerca de 9 cm de comprimento e peso entre 8 e 10 g.

As quatro espécies do gênero Cyanerpes - saí-azul-de-pernas-vermelhas (Cyanerpes cyaneus), saí-azul-de-pernas-amarelas (Cyanerpes caeruleus), saí-azul-brilhante (Cyanerpes lucidus) e saí-azul-de-bico-curto (Cyanerpes nitidus) - são semelhantes na aparência, com pernas coloridas, asas longas e cauda curta, e apresentam dimorfismo sexual: os machos têm plumagem azul brilhante e asas pretas, e as fêmeas têm plumagem esverdeada e peito listrado. Além disso, todas têm bico fino, curvado e alongado, adaptado para coletar néctar de flores.

Biologia

A dieta da saí-azul-de-bico-curto é composta de néctar, insetos e outros pequenos artrópodes, frutas e sementes.

A saí-azul-de-bico-curto forrageia na copa das árvores e tipicamente é encontrada em bandos de forrageamento de aves de espécies mistas em árvores frutíferas, onde pode ser encontrada sozinha ou em pares. Esses bandos geralmente incluem espécies do gênero Dacnis, outras espécies do gênero Cyanerpes e outras espécies de tangarás.

Ainda não há informações disponíveis sobre a biologia reprodutiva da saí-azul-de-bico-curto.

Habitat

A saí-azul-de-bico-curto habita florestas de planícies úmidas tropicais e subtropicais, e bordas de florestas.

Distribuição

A saí-azul-de-bico-curto é endêmica da América do Sul e é encontrada no sul da Colômbia, sul da Venezuela, leste do Equador, leste do Peru, norte da Bolívia, noroeste da Amazônia brasileira, Guiana, Suriname e Guiana Francesa.

Subespécies

Continentes de Ocorrência

América do Sul

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • BirdLife International. 2016. Cyanerpes nitidus. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T22723003A94798345. Acessado em 04 Mai 2018.
  • Short-billed Honeycreeper (Cyanerpes nitidus), In Neotropical Birds Online (, Editors). Cornell Lab of Ornithology, Ithaca, NY, USA.
  • Hilty, S. (2018). Short-billed Honeycreeper (Cyanerpes nitidus). In: del Hoyo, J., Elliott, A., Sargatal, J., Christie, D.A. & de Juana, E. (eds.). Handbook of the Birds of the World Alive. Lynx Edicions, Barcelona.
  • Clements, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L. Wood. 2018. The eBird/Clements checklist of birds of the world: v2018.

Mais Espécies de Aves

Conheça mais espécies de Aves selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.