Pipira-vermelha

Fotografia por Vireolanius, CC BY-NC

Local da foto: Departamento de Casanare, Colômbia

  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Pipira-vermelha

Ramphocelus carbo
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Aves
Ordem Passeriformes
Família Thraupidae
Gênero Ramphocelus
Nome Científico Ramphocelus carbo(Pallas, 1764)
Nome Inglês Silver-beaked Tanager
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2016)

Descrição

A pipira-vermelha, conhecida também como pipira-de-bico-prateado (tradução do nome inglês), é uma ave passeriforme da família Thraupidae.

O macho da subespécie nominal da pipira-vermelha tem uma plumagem colorida e de aparência aveludada, com a cabeça, garganta e pescoço vermelho-carmim escuro. As partes superiores, incluindo as coberteiras superiores das asas e coberteiras superiores da cauda são pretos fuligem com vermelho-carmesim lavado. As penas de voo e penas da cauda são pretas fuligem. A garganta, peito e abaixo até as partes inferiores apresentam um gradiente de vermelho-escuro a marrom-escuro profundo. A mandíbula superior é cinza-azulada escura e a mandíbula inferior é branco-prateada brilhante e mais expandida na base. A fêmea tem uma plumagem mais maçante, com as partes superiores acastanhadas, asas e cauda escuras, partes inferiores castanho-avermelhadas, e o bico não têm a cor prata metálica do macho. Indivíduos imaturos têm plumagem semelhante à da fêmea adulta. Em ambos os sexos, a íris é marrom-avermelhada e as pernas e pés são de cor cinza-chifre escura.

Existe considerável variação de plumagem entre as subespécies, que diferem principalmente no grau de contraste entre as partes superiores e a garganta e peito. Em condições de pouca luz, todas parecem ter plumagem escura com bico branco.

A pipira-vermelha tem entre 16 e 17 cm de comprimento e pesa entre 21,5 e 37,5 g.

O macho da pipira-vermelha é semelhante aos machos da pipira-de-dorso-carmesim (Ramphocelus dimidiatus) e pipira-de-barriga-preta (Ramphocelus melanogaster), mas esses dois têm plumagem vermelha mais brilhante. A fêmea da pipira-vermelha e a fêmea do tiê-sangue (Ramphocelus bresilius) são semelhantes e, muitas vezes, difíceis de distinguir.

Biologia

A dieta da pipira-vermelha é composta de artrópodes, frutos e, ocasionalmente, flores e néctar.

A pipira-vermelha é uma espécie relativamente gregária, vivendo em grupos de 4 a 10 indivíduos, com possíveis agregações de 30 ou mais indivíduos em locais de alimentação. Além dos bandos de sua própria espécie, também se junta a bandos de espécies mistas.

A época de reprodução da pipira-vermelha ocorre de janeiro a março no leste da Colômbia, em abril e maio na Venezuela, dezembro a setembro em Trindade, dezembro a agosto no Suriname, e em julho e agosto na Guiana Francesa. Ao se exibir para a fêmea, o macho aponta seu bico para o céu para mostrar sua mandíbula inferior brilhante.

A fêmea da pipira-vermelha constrói seu ninho em um arbusto denso entre 1 e 2,5 m acima do solo. O ninho pode ser construído perto de outros ninhos, e a espécie é conhecida por reutilizar ninhos. O ninho é compacto, tem formato de um copo fundo, e é feito de material vegetal. A ninhada geralmente consiste de 2 ovos azuis ou azul-esverdeados com manchas marrom-escuras e lilás/cinza. O período de incubação é de 12 dias. Ambos os pais alimentam os filhotes, que emplumam após 11 ou 12 dias.

Habitat

A pipira-vermelha habita bordas de florestas densas, áreas de clareiras crescidas, florestas secundárias, florestas de galeria, áreas de vegetação ao redor de habitações e áreas de vegetação arbustiva ao longo de margens de rios. Geralmente é encontrada em áreas úmidas, mas ocasionalmente em habitats secos e degradados.

Distribuição

A pipira-vermelha é encontrada do leste dos Andes da Colômbia, pelo Equador, Peru até Bolívia, e a leste pela Venezuela, Guiana, Suriname, Guiana Francesa e Brasil, além de Paraguai e ilha de Trindade. É encontrada desde planícies até 1.200 de altitude, ocasionalmente até 1.900 m na Venezuela e 2.000 m no Peru.

Subespécies

  • Ramphocelus carbo unicolor - ocorre na base leste do leste dos Andes da Colômbia (Cundinamarca e Meta).
  • Ramphocelus carbo magnirostris - ocorre na ilha de Trindade; único espécime do nordeste da Venezuela (Sucre).
  • Ramphocelus carbo carbo - ocorre do sudeste da Colômbia até as Guianas, no leste do Peru e no norte do Brasil.
  • Ramphocelus carbo venezuelensis - ocorre no leste da Colômbia e no oeste da Venezuela.
  • Ramphocelus carbo capitalis - ocorre no nordeste da Venezuela (do nordeste de Anzoátegui até o sudeste de Monagas e em Delta Amacuro).
  • Ramphocelus carbo connectens - ocorre no sudeste do Peru (Cuzco) até o noroeste da Bolívia (Río Beni).
  • Ramphocelus carbo atrosericeus - ocorre no norte e leste da Bolívia.
  • Ramphocelus carbo centralis - ocorre na região central e leste do Brasil e no leste do Paraguai.

Continentes de Ocorrência

América do Sul

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • BirdLife International 2016. Ramphocelus carbo. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T22722507A94770041. Acessado em 21 Nov 2018.
  • Silver-beaked Tanager (Ramphocelus carbo), In Neotropical Birds Online (T. S. Schulenberg, Editor). Cornell Lab of Ornithology, Ithaca, NY, USA. Acessado em 21 Nov 2018.
  • Hilty, S. (2018). Silver-beaked Tanager (Ramphocelus carbo). In: del Hoyo, J., Elliott, A., Sargatal, J., Christie, D.A. & de Juana, E. (eds.). Handbook of the Birds of the World Alive. Lynx Edicions, Barcelona. Acessado em 21 Nov 2018.
  • Silver-beaked Tanager (Ramphocelus carbo). Planet of Birds.
  • Wikipedia contributors. "Silver-beaked Tanager." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 07 Out 2018. Web. 21 Nov 2018.
  • Clements, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L. Wood. 2018. The eBird/Clements checklist of birds of the world: v2018.

Fotos da Espécie

Mais Espécies de Aves

Conheça mais espécies de Aves selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.