Pica-pau-do-campo

Fotografia por Wagner Machado Carlos Lemes, CC BY

Local da foto: Goiás, Brasil

 Canon EOS DIGITAL REBEL XTi (Canon)
Distância Focal: 500mm  •  Abertura: f/7.1  •  Tempo de Exposição: 1/320s  •  ISO: 400
Data em que a foto foi tirada: 02/04/2010
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Pica-pau-do-campo

Colaptes campestris
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Aves
Ordem Piciformes
Família Picidae
Gênero Colaptes
Nome Científico Colaptes campestris(Vieillot, 1818)
Nome Inglês Campo Flicker
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2016)

Descrição

O pica-pau-do-campo é uma ave piciforme da família Picidae.

A coroa e a nuca do pica-pau-do-campo são pretas, enquanto os lados da cabeça, pescoço e a parte superior do peito são amarelos/dourados. A plumagem dorsal é marrom barrada com branco opaco e o uropígio é branco com algumas barras estreitas. As partes inferiores e a cobertura da cauda são brancas opacas, barradas com marrom. A parte inferior das asas possui penas de cor branca amarelada. As penas centrais da cauda são quase totalmente marrons, mas as retrizes mais externas são barradas com branco. As penas ao redor dos olhos têm coloração branca opaca. O bico é cinza, razoavelmente longo e pontudo, a cor do olho varia do castanho a marrom avermelhada e as pernas são cinza esverdeadas ou tingidas de rosa. Macho e fêmea são quase idênticos na aparência, diferindo apenas na coloração da faixa malar - a faixa malar do macho é avermelhada.

O pica-pau-do-campo tem entre 28 e 31 cm de comprimento e seu peso é de 155 g.

As duas subespécies reconhecidas de pica-pau-do-campo podem ser distinguidas pela coloração da garganta, que é preta na Colaptes campestris campestris e branca na Colaptes campestris campestroides.

Biologia

A dieta do pica-pau-do-campo é composta principalmente de formigas e cupins. Besouros e gafanhotos também são consumidos, além de consumir frutas ocasionalmente. O forrageamento geralmente ocorre em pares ou pequenos grupos, muitas vezes ao redor de formigueiros. A maior parte das presas é localizada enquanto o pica-pau está se locomovendo no solo, procurando entre pedras, em troncos caídos em decomposição ou em estradas. No entanto, ocasionalmente o forrageamento também ocorre em árvores isoladas, em cactos e em postes de cercas.

O pica-pau-do-campo é uma espécie principalmente terrestre e apresenta comportamentos atípicos para um pica-pau. Os indivíduos saltam quando se deslocam por distâncias maiores ou quando vão para cima e para baixo de montículos de cupins e de formigas, mas geralmente caminham quando se descolam por curtas distâncias. É comum também observar indivíduos empoleirados como passarinhos em fios telefônicos ou na copa de árvores.

O pica-pau-do-campo defende território ao longo do ano, mas a atividade territorial aumenta durante a época de reprodução. Os comportamentos territoriais são executados por pares, membros de grupos sociais ou por indivíduos solteiros, geralmente machos. É uma espécie principalmente monogâmica, mas observações sugerem que alguns casos de poligamia são possíveis.

A atividade de reprodução do pica-pau-do-campo começa com a seleção do ninho. A subespécie Colaptes campestris campestroides parece preferir nidificar em árvores e postes de cerca, mas pode escavar montículos de cupim ou bancos de terra quando não existem árvores, como em regiões de pampas. A subespécie Colaptes campestris campestris parece preferir nidificar em montículos de cupim. Às vezes, o casal usa o mesmo montículo de cupim usado no ano anterior. No entanto, geralmente o casal precisa escavar um novo buraco porque o antigo quase sempre é fechado pelos cupins. Tanto o macho quanto a fêmea escavam o buraco do ninho e podem levar até quatro semanas nessa atividade.

A fêmea do pica-pau-do-campo coloca uma ninhada de 4 a 5 ovos brancos e de formato elíptico, que são incubados pelo casal durante um período de cerca de 16 dias. Após nascerem, os filhotes levam, em média, 30 dias para emplumarem. Os filhotes são alimentados pelos pais por regurgitação.

Habitat

O pica-pau-do-campo habita geralmente habitats abertos, como pampas, savanas, pastagens, terras agrícolas e matas. Bordas de florestas também podem ser ocupadas, bem como clareiras de florestas e áreas pouco desenvolvidas nas margens de rodovias.

Distribuição

O pica-pau-do-campo tem uma grande distribuição na América do Sul, ocorrendo do nordeste do Brasil até o Uruguai, Paraguai, Bolívia e Argentina. Existem populações isoladas no Suriname, Pará (Brasil) e Amapá (Brasil).

Subespécies

  • Colaptes campestris campestris - ocorre do sul do Suriname até o leste do Brasil, Bolívia e Paraguai central.
  • Colaptes campestris campestroides - ocorre do sul do Paraguai até o sudeste do Brasil, Uruguai e norte da Argentina.

Continentes de Ocorrência

América do Sul

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • BirdLife International. 2016. Colaptes campestris. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T22726441A94922382. Acessado em 2 Dez 2017.
  • Dias, Raphael Igor and Regina Helena Macedo. 2010. Campo Flicker (Colaptes campestris), version 1.0. In Neotropical Birds Online (T. S. Schulenberg, editor). Cornell Lab of Ornithology, Ithaca, New York, USA.
  • Campo Flicker fact file on ARKive.
  • Winkler, H. & Christie, D.A. (2017). Campo Flicker (Colaptes campestris). In: del Hoyo, J., Elliott, A., Sargatal, J., Christie, D.A. & de Juana, E. (eds.). Handbook of the Birds of the World Alive. Lynx Edicions, Barcelona. Acessado em 02 Dez 2017.
  • Clements, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L. Wood. 2018. The eBird/Clements checklist of birds of the world: v2018.

Fotos da Espécie

Mais Espécies de Aves

Conheça mais espécies de Aves selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.