Galo-da-serra-andino

Fotografia por Carmelo López Abad, CC BY-NC

Local da foto: Refugio Paz de Las Aves, Mindo, Equador

  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Galo-da-serra-andino

Rupicola peruvianus
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Aves
Ordem Passeriformes
Família Cotingidae
Gênero Rupicola
Nome Científico Rupicola peruvianus(Latham, 1790)
Nome Inglês Andean Cock-of-the-Rock
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2016)

Descrição

O galo-da-serra-andino, conhecido também como galo-da-rocha-andino, é uma espécie de pássaro da família Cotingidae com quatro subespécies existentes. É uma das duas únicas espécies do gênero Rupicola - a outra espécie é o galo-da-serra-do-pará (Rupicola rupicola), e é a ave nacional do Peru. Os nomes genérico e específico dessa espécie são derivados das palavras da língua latina rupes (que significa "rocha" ou "penhasco") e cola (que significa "habitando"), que expressam o seu hábito de nidificar em paredes de pedra.

O galo-da-serra-andino é uma das muitas espécies de aves que apresentam dimorfismo sexual acentuado. O macho tem uma crista grande em forma de disco e plumagem laranja ou escarlate brilhante. As asas são pretas com uma área cinza-clara, e a cauda é preta. A fêmea é significativamente menos brilhante e mais marrom do que o macho e tem uma crista menos saliente. O macho tem um bico amarelado, e a fêmea tem um bico escuro com uma pequena ponta amarela. Dependendo do sexo e subespécie existem variações significativas na cor da íris, variando do vermelho sobre o laranja e amarelo ao branco azulado no macho, e esbranquiçada sobre avermelhada ao marrom na fêmea.

O galo-da-serra-andino é um pássaro grande, com aproximadamente 32 cm de comprimento, e peso de aproximadamente 265 g. Os machos são um pouco maiores e espécimes mais pesados podem chegar a 300 g.

Biologia

O galo-da-serra-andino geralmente é tímido e discreto. Sua dieta consiste principalmente de frutas e insetos, mas pequenos répteis e rãs também são consumidos. Os frutos consumidos geralmente são de plantas das famílias Lauraceae, Annonaceae e Rubiaceae, embora algumas outras famílias de plantas também foram relatadas em sua dieta. O galo-da-serra-andino é uma das muitas espécies relatadas que seguem formigas.

Os machos do galo-da-serra-andino são polígamos e não participam da nidificação após o acasalamento. Ao invés disso, a energia do macho é dedicada aos rituais de exibição muito elaborados que mostram a sua magnífica plumagem. Essas exibições ocorrem em locais onde os machos se reúnem para desafiar rivais e atrair fêmeas. A reprodução ocorre durante diferentes épocas do ano em diferentes áreas. Na Colômbia, a reprodução geralmente ocorre de fevereiro até julho. No Equador, a reprodução se estende de julho até fevereiro.

O ninho, construído exclusivamente pela fêmea, é de lama grudada na entrada de cavernas ou afloramentos rochosos em barrancos na floresta. O ninho muitas vezes é construído a partir da saliva da fêmea misturada com matéria vegetal e lama, e tem um formato de copo côncavo. A fêmea geralmente coloca dois ovos brancos, que são incubados por cerca de 25 a 28 dias.

Habitat

O galo-da-serra-andino habita as florestas de nuvens nas montanhas dos Andes em altitudes que variam entre 500 e 2.400 m.

Distribuição

O galo-da-serra-andino ocorre na Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia.

A subespécie Rupicola peruvianus aequatorialis é a que tem a maior distribuição, ocorrendo dos Andes do leste da Colômbia até o oeste da Venezuela, leste do Equador e leste do Peru. A subespécie Rupicola peruvianus peruvianus ocorre em uma pequena área que se estende apenas pelos Andes do Peru Central. A subespécie Rupicola peruvianus sanguinolentus ocorre nos Andes do oeste da Colômbia até o noroeste do Equador. A subespécie Rupicola peruvianus saturatus ocorre no sudeste do Peru e oeste da Bolívia.

Subespécies

  • Rupicola peruvianus aequatorialis - ocorre nos Andes do leste da Colômbia até o oeste da Venezuela, leste do Equador leste do Peru.
  • Rupicola peruvianus peruvianus - ocorre nos Andes do Peru central (de San Martín até Junín).
  • Rupicola peruvianus sanguinolentus - ocorre nos Andes do oeste da Colômbia e noroeste do Equador.
  • Rupicola peruvianus saturatus - ocorre nos Andes do sudeste do Peru (Cusco e Puno) e oeste da Bolívia.

Continentes de Ocorrência

América do Sul

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Andean Cock-of-the-Rock." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 17 Mar 2017. Web. 08 Abr 2017.
  • Wildlife Journal Junior, New Hampshire Public Television.
  • BirdLife International. 2016. Rupicola peruvianus. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T22700974A93807524.
  • Clements, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L. Wood. 2018. The eBird/Clements checklist of birds of the world: v2018.

Mais Espécies de Aves

Conheça mais espécies de Aves selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.