Flamingo-americano

Fotografia por Nancy Norman, CC BY-NC

Local da foto: Trindade e Tobago

  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Flamingo-americano

Phoenicopterus ruber
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Aves
Ordem Phoenicopteriformes
Família Phoenicopteridae
Gênero Phoenicopterus
Nome Científico Phoenicopterus ruberLinnaeus, 1758
Nome Inglês American Flamingo, Caribbean Flamingo
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2016)

Descrição

O flamingo-americano, conhecido também como flamingo-caribenho, é uma grande espécie de flamingo da família Phoenicopteridae.

Com uma plumagem vermelho-rosada brilhante, pernas longas e notavelmente finas, e pescoço flexível, o flamingo-americano é uma das aves mais distintas do mundo. Junto com o flamingo-grande (Phoenicopterus roseus), compartilha o título de ter os membros mais longos em relação ao tamanho do corpo entre as aves. As pernas são cor-de-rosa e, sendo uma ave aquática, os três dedos da frente são palmados. Tem um bico característico curvado para baixo, e é amarelo pálido na base, com uma coloração que varia do rosa ao laranja no meio, e preto na ponta.

Em média, o flamingo-americano adulto é menor do que o flamingo-grande, mas é a maior espécie de flamingo nas Américas. Tem entre 120 a 145 cm de altura. Os machos pesam, em média, 2,8 kg, e as fêmeas, em média, 2,2 kg.

Até 2002, o flamingo-americano era considerado coespecífico com o flamingo-grande, encontrado na Europa, África e Ásia. Embora as duas espécies sejam de tamanho semelhante, o flamingo-grande tem uma plumagem muito mais pálida do que o flamingo-americano.

Biologia

Considerando que flamingos menores e outras aves aquáticas são restritas a águas rasas, o tamanho maior do flamingo-americano permite que ele ande por águas relativamente mais profundas. Ele raramente retira alimento da superfície, mas ao invés disso, geralmente se alimenta com toda a sua cabeça submersa debaixo da água. Com seu bico apenas ligeiramente aberto, ele filtra partículas de alimento permitindo a água passar pelas fileiras de minúsculas placas parecidas com pente nas bordas do bico. Utilizando essa técnica especializada ele é capaz de obter enormes quantidades de crustáceos, moluscos, insetos aquáticos, vermes poliquetas, e algas das quais ele depende. É a presença de certos carotenoides nas algas e crustáceos que dão ao flamingo sua plumagem distintamente colorida.

O flamingo-americano é uma espécie altamente social, com colônias que variam em tamanho de apenas algumas dezenas a centenas de milhares de aves durante a época de reprodução. As demonstrações de cortejo de grupo são típicas desse flamingo, com milhares de indivíduos levantando suas asas, virando suas cabeças, ou curvando seus pescoços em uma sincronia espetacular. O envolvimento nessas demonstrações garante que todos os membros da colônia estão prontos para acasalarem ao mesmo tempo. Ambos os sexos estão envolvidos na construção do ninho, que é feito de pequenas porções de barro e é muito próximo dos ninhos de outros casais. Geralmente, a fêmea coloca apenas um ovo, que é incubado por ambos os pais por um período de 27 a 31 dias. Cerca de 6 a 8 dias após a eclosão, os filhotes deixam o ninho e se reúnem em grandes creches, supervisionadas por um pequeno número de adultos e, depois emplumam em cerca de 9 a 13 semanas.

Embora o flamingo-americano seja considerado uma ave não migratória, ele é extremamente nômade, e viaja centenas de quilômetros em resposta aos recursos inconstantes. Grandes bandos formam linhas curvas e longas em voo, com cada ave voando com seu pescoço e pernas distintamente estendidos.

Habitat

O flamingo-americano é encontrado em uma ampla variedade de habitats de água doce e salina, tais como lagoas, estuários, áreas alagadas, e lagos costeiros ou fluviais.

Distribuição

O flamingo-americano ocorre na costa norte da América do Sul, Península de Yucatán no México, e em algumas ilhas do Caribe. Alem disso, existe uma pequena população isolada nas Ilhas Galápagos. No Brasil ocorre no Pará e Amapá, mas só se reproduz no Amapá.

Subespécies

Continentes de Ocorrência

América do Norte, América do Sul

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "American Flamingo." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 31 Mar 2017. Web. 08 Abr 2017.
  • Caribbean Flamingo fact file on ARKive.
  • BirdLife International. 2016. Phoenicopterus ruber. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T22729706A95020920.
  • Flamingo (Phoenicopterus ruber). WikiAves, a Enciclopédia das Aves do Brasil.
  • Clements, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L. Wood. 2018. The eBird/Clements checklist of birds of the world: v2018.

Fotos da Espécie

Mais Espécies de Aves

Conheça mais espécies de Aves selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.