Calau-terrestre-do-norte

Copyright © Ken Behrens

Local da foto: Uganda

  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Calau-terrestre-do-norte

Bucorvus abyssinicus
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Aves
Ordem Bucerotiformes
Família Bucerotidae
Gênero Bucorvus
Nome Científico Bucorvus abyssinicus(Boddaert, 1783)
Nome Inglês Northern Ground Hornbill, Abyssinian Ground Hornbill
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2016)

Descrição

O calau-terrestre-do-norte, conhecido também como calau-da-abissínia, é uma ave da família Bucerotidae. É uma das duas espécies de calaus terrestres - a outra espécie, ligeiramente maior, é o calau-terrestre-do-sul (Bucorvus leadbeateri). Essa espécie foi nomeada pelo seu hábito de andar no solo quando se alimenta e por ser vista com menos frequência em voo.

O calau-terrestre-do-norte é uma ave grande de cor preta que apresenta penas primárias brancas no voo. O macho adulto tem uma mancha azul de pele nua ao redor dos olhos, uma mancha inflável de pele nua vermelha no pescoço e na garganta, e a parte superior da garganta é azul. A fêmea é semelhante na aparência, mas é menor, e as áreas de pele nua são todas azul-escuras. O bico do calau-terrestre-do-norte é longo e preto, exceto por uma mancha avermelhada na base da mandíbula. Na parte superior do bico existe uma abertura pequena que termina em um capacete preto (uma elaboração óssea da mandíbula superior coberta por um revestimento fino de queratina). A ave juvenil é marrom-escura, tem um bico menor e um capacete pequeno. À medida que o juvenil amadurece, ele desenvolve a plumagem, a coloração das áreas de pele nua e o capacete dos adultos.

O calau-terrestre-do-norte tem entre 90 e 110 cm de comprimento total, uma média de aproximadamente 90 a 100 cm de altura, e peso médio de aproximadamente 4 kg.

Biologia

A dieta do calau-terrestre-do-norte consiste de uma grande variedade de pequenos vertebrados e invertebrados, incluindo jabutis, lagartos, aranhas, besouros e lagartas. Ele também consome carniça, alguns frutos, sementes e amendoim.

O calau-terrestre-do-norte é uma espécie diurna e principalmente terrestre, mas ele voa para capturar presas, para defender o território ou quando está alarmado. À noite dorme em árvores, possivelmente para evitar predadores. Ele é visto com frequência em pares, mas pode ser visto também em grupos maiores. Os grupos podem se formar devido aos juvenis que permanecem no território dos pais por vários anos depois de atingirem a maturidade. Os grupos têm territórios que variam de 5 a 260 km².

O calau-terrestre-do-norte é uma ave monogâmica e a época de reprodução varia de acordo com a localidade. O ninho é construído em uma cavidade de uma árvore grande, sendo o baobá e os tocos de palmeiras preferidos. No entanto, o ninho também pode ser construído em buracos de rocha ou em cavidades feitas pelo homem. Ao contrário de outras espécies de calaus, a fêmea do calau-terrestre-do-norte não é selada completamente na cavidade do ninho. Em vez disso, ela é parcialmente selada com uma mistura de barro e vegetação. O macho prepara o ninho revestindo a cavidade com folhas secas antes da fêmea entrar.

A fêmea do calau-terrestre-do-norte coloca 1 ou 2 ovos durante aproximadamente 5 dias. Ela começa incubar logo que o primeiro ovo é colocado, assim o filhote que nasce primeiro amadurece mais rapidamente e cresce mais rápido do que o seu irmão. A incubação de cada ovo dura entre 37 e 41 dias, durante o qual não há esforço para manter o ninho limpo. O macho é responsável pelo fornecimento de alimento para a fêmea. Os filhotes recém-nascidos pesam aproximadamente 70 g. O filhote que nasce primeiro cresce rapidamente à custa do irmão mais novo, que geralmente morre de fome dentro de 4 dias, quando o irmão mais velho pode pesar até 350 g. Quando o filhote sobrevivente está com 21 a 33 dias de idade, a mãe deixa o ninho e começa ajudar a fornecer alimento para ele. Com aproximadamente 80 a 90 dias de idade o filhote deixa o ninho.

O calau-terrestre-do-norte investe muito em seu filhote e o juvenil permanece com seus pais por até 3 anos. Ele tem uma taxa de reprodução lenta e uma média de um filhote é criado até a idade adulta a cada 9 anos, assim, o investimento dos adultos em cada ave jovem é excepcionalmente alto. Em cativeiro essa ave pode viver até 40 anos.

Habitat

O calau-terrestre-do-norte é encontrado em habitats abertos, tais como savanas, matagais semidesérticos e áreas rochosas, preferindo vegetação curta que permite sua técnica visual de forrageamento. As áreas habitadas por essa espécie geralmente são áreas mais secas do que o habitat preferido do calau-terrestre-do-sul.

Distribuição

O calau-terrestre-do-norte é encontrado no norte da África Subsaariana, do sul da Mauritânia, Senegal e Guiné no oeste, até Eritreia, Etiópia, noroeste da Somália, noroeste do Quênia e norte Uganda no leste.

Subespécies

Continentes de Ocorrência

África

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Abyssinian Ground Hornbill." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 17 Fev 2017. Web. 08 Abr 2017.
  • Krause, B. 2009. "Bucorvus abyssinicus" (On-line), Animal Diversity Web.
  • BirdLife International. 2016. Bucorvus abyssinicus. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T22682632A92954745.
  • Clements, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L. Wood. 2018. The eBird/Clements checklist of birds of the world: v2018.

Mais Espécies de Aves

Conheça mais espécies de Aves selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.