Bem-te-vi

Fotografia por Andy Morffew, CC BY

Local da foto: Texas, Estados Unidos

 Canon EOS-1D X (Canon)
Distância Focal: 500mm  •  Abertura: f/10.0  •  Tempo de Exposição: 1/1000s  •  ISO: 800
Data em que a foto foi tirada: 03/02/2014
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Bem-te-vi

Pitangus sulphuratus
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Aves
Ordem Passeriformes
Família Tyrannidae
Gênero Pitangus
Nome Científico Pitangus sulphuratus(Linnaeus, 1766)
Nome Inglês Great Kiskadee
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2016)

Descrição

O bem-te-vi, conhecido também como bem-te-vi-de-coroa e bem-te-vi-verdadeiro, é uma ave passeriforme da família Tyrannidae. Ele tem um canto característico que lembra as sílabas bem-te-vi.

O bem-te-vi tem uma cabeça grande e tem um topete amarelo visível somente quando ele o levanta em determinadas situações. Os lados e a coroa da cabeça são pretos, com uma linha branca acima do olho. O bico é preto. A área do peito e as partes inferiores têm uma cor amarela brilhante, enquanto a garganta é branca. O dorso e a cauda são marrons. As asas são relativamente longas e as pernas são curtas. É uma espécie monomórfica. Machos e fêmeas são muito semelhantes.

Existem várias espécies da família Tyrannidae com o mesmo padrão de cores, mas 4 delas são muito semelhantes ao bem-te-vi: o neinei (Megarynchus pitangua), o bem-te-vi-do-brejo (Pitangus lictor), o bentevizinho-de-penacho-vermelho (Myiozetetes similis) e o bentevizinho-de-asa-ferrugínea (Myiozetetes cayanensis). O neinei é do mesmo tamanho do bem-te-vi, mas possui um bico maior e bem mais largo, o bem-te-vi-do-brejo é mais delgado, menor e apresenta o bico proporcionalmente mais afinado e achatado. Os bentevizinhos do gênero Myiozetetes são menores, possuem o bico cônico e proporcionalmente menor e as sobrancelhas brancas menos definidas.

O bem-te-vi tem entre 21 e 26 cm de comprimento e pesa entre 52 e 68 g.

Biologia

O bem-te-vi é uma espécie onívora e caça esperando em um galho exposto próximo ao topo de uma árvore, muitas vezes acima da água, para capturar insetos em voo ou atacar pequenos roedores e outros pequenos vertebrados. Ele também se alimenta de frutas e, ocasionalmente, mergulha para capturar peixes, girinos e pequenas rãs em águas rasas, tornando-se uma das poucas aves passeriformes pescadoras.

Uma ave alerta e agressiva, o bem-te-vi persegue corajosamente animais maiores que tentam atacar seu ninho, como macacos, aves de rapina e serpentes. Ele tem um voo intenso e manobrável, usado com bom efeito quando se sente ameaçado por aves de rapina. Até aves muito maiores são atacadas pelo bem-te-vi em pleno voo. Durante esses ataques, frequentemente ele emite chamados vigorosos para alertar possíveis presas na área da presença do predador.

Ambos os sexos trabalham juntos na construção do ninho reunindo grama, gravetos finos, musgo, etc. O ninho finalizado é uma estrutura alta, volumosa e entrelaçada de aproximadamente 33 a 45 cm de altura e 25 cm de largura com uma entrada lateral. A fêmea coloca de 2 a 5 ovos de cor creme ligeiramente manchados com marrom avermelhado. Os ovos são incubados pela fêmea durante um período de 15 a 22 dias.

Habitat

O bem-te-vi é encontrado em uma variedade de habitats. Ele habita florestas secundárias, áreas arbustivas de crescimento secundário, floresta seca de crescimento secundário, florestas de galeria, manguezais, pastagens com árvores dispersas, savanas, bosques decíduos e mistos. Parece preferir habitats perto da água, pois é particularmente abundante perto de lagoas, pântanos, rios, matas com cursos de água, florestas de galeria e áreas inundadas. Ele também se beneficia da expansão humana e é muito comum em áreas com perturbação humana, como parques, jardins, pomares, bosques, cidades, áreas cultivadas semiabertas e pastagens.

Distribuição

O bem-te-vi ocorre na América do Norte (do sul do Texas ao México e pela América Central) e na América do Sul.

Subespécies

  • Pitangus sulphuratus argentinus - ocorre no extremo sudeste do Brasil até o leste do Paraguai, no Uruguai e na região central da Argentina.
  • Pitangus sulphuratus bolivianus - ocorre no planalto do leste da Bolívia, da região de Cochabamba até Tarija.
  • Pitangus sulphuratus caucensis - ocorre no oeste e sul da Colômbia, no sudoeste da região de Bolívar, Cauca e no vale de Magdalena.
  • Pitangus sulphuratus derbianus - ocorre na região árida do oeste do México, no sul do estado de Sonora até o Istmo de Tehuántepec.
  • Pitangus sulphuratus guatimalensis - ocorre no sudeste do México, na região de Nuevo León até o centro do Panamá.
  • Pitangus sulphuratus maximiliani - ocorre da Amazônia brasileira até o leste da Bolívia e no Chaco do Paraguai.
  • Pitangus sulphuratus rufipennis - ocorre na costa norte da Colômbia e no norte da Venezuela.
  • Pitangus sulphuratus sulphuratus - ocorre da região tropical do sudoeste da Colômbia até o sudeste do Peru, as Guianas e no norte do Brasil.
  • Pitangus sulphuratus texanus - ocorre nos Estados Unidos, do sul do Texas, no vale do Rio Grande até o sudoeste do México no estado de Veracruz.
  • Pitangus sulphuratus trinitatis - ocorre do extremo leste da Colômbia até o leste da Venezuela e noroeste do Brasil; ocorre também na Ilha de Trindade.

Continentes de Ocorrência

América do Norte, América do Sul

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • BirdLife International. 2016. Pitangus sulphuratus. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T22700605A93787319. Acessado em 22 Jun 2017.
  • Hsiao, A. 2001. "Pitangus sulphuratus" (On-line), Animal Diversity Web. Acessado em 22 Jun 2017.
  • Wikipedia contributors. "Great Kiskadee." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 20 Jun 2017. Web 22 Jun 2017.
  • Bem-te-vi (Pitangus sulphuratus). WikiAves, a Enciclopédia das Aves do Brasil.
  • All About Birds, The Cornell Lab of Ornithology.
  • Clements, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L. Wood. 2018. The eBird/Clements checklist of birds of the world: v2018.

Fotos da Espécie

Mais Espécies de Aves

Conheça mais espécies de Aves selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.