Atobá-de-pés-azuis

Fotografia por Peri Apex, CC BY-NC-ND

Local da foto: Ilhas Galápagos

 Canon EOS 5D Mark II (Canon)
Distância Focal: 165mm  •  Abertura: f/4.0  •  Tempo de Exposição: 1/1600s  •  ISO: 100
Data em que a foto foi tirada: 15/09/2009
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Atobá-de-pés-azuis

Sula nebouxii
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Aves
Ordem Suliformes
Família Sulidae
Gênero Sula
Nome Científico Sula nebouxiiMilne-Edwards, 1882
Nome Inglês Blue-footed Booby
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2016)

Descrição

O atobá-de-pés-azuis é uma ave marinha grande e de aparência cômica, instantaneamente reconhecível por seus pés azuis brilhantes. A cabeça e o pescoço são listrados com marrom e branco, enquanto as asas e partes superiores são marrom-escuras. As partes inferiores são brancas e a cauda é marrom-escura com penas brancas no centro. As asas são longas e pontudas. O bico do atobá-de-pés-azuis é azul-esverdeado escuro ou cinza-escuro, fundindo-se com a pele escura da face e bolsa gular, e o olho tem uma cor amarela penetrante.

A fêmea do atobá-de-pés-azuis é semelhante ao macho na aparência, mas pode ser distinguida pela íris escura do olho, dando a aparência de uma pupila maior. A fêmea também é maior do que o macho, mas tem uma cauda proporcionalmente mais curta. Duas subespécies de atobá-de-pés-azuis são reconhecidas: Sula nebouxii nebouxii, e a maior e mais clara Sula nebouxii excisa.

Biologia

O nome em inglês "Booby" vem da palavra espanhola bobo, que significa idiota ou bobo, referindo-se à forma desajeitada dos atobás em terra. No entanto, no ar o atobá-de-pés-azuis é uma ave forte e ágil, forrageando pela imersão/mergulho em água, muitas vezes de uma altura considerável. É uma espécie social, que muitas vezes forrageia em grupos de até 200 aves, capturando principalmente peixes como sardinhas, anchovas e cavalas, e algumas lulas também.

O atobá-de-pés-azuis geralmente nidifica em colônias de várias centenas de indivíduos, embora alguns casais também podem nidificar sozinhos. A reprodução pode ser sazonal em algumas áreas, mas ocorre oportunamente em outras. Os atobás geralmente formam casais para toda a vida e fazem uma elaborada e, um tanto cômica, exibição de cortejo que envolve o macho apontando a cabeça e o bico para cima e estendendo as asas, alternadamente levantando cada um dos pés, mantendo a cauda ereta e, muitas vezes, emitindo um chamado de assobio.

O ninho do atobá-de-pés-azuis é construído no solo descoberto, dentro de um círculo formado de guano acumulado. A fêmea coloca de 1 a 3 ovos que eclodem após um período de incubação de cerca de 41 dias. Curiosamente, os atobás incubam seus ovos usando o calor fornecido de uma rica rede de vasos sanguíneos nos tecidos dos pés. Ao contrário de algumas outras espécies de atobás, o atobá-de-pés-azuis não apresenta redução de ninhada obrigatória (onde um ou mais dos filhotes sempre são perdidos), mas se a comida se torna limitada o filhote mais velho pode excluir filhotes mais jovens, que podem então, morrer de fome. Filhotes sobreviventes emplumam depois de cerca de 102 dias e são dependentes dos adultos por mais 56 dias. A reprodução ocorre a partir dos 2 a 3 anos de idade.

Habitat

O atobá-de-pés-azuis é uma espécie costeira, forrageando em águas marítimas frias e nidificando em solo aberto em costas rochosas, penhascos ou ilhas.

Distribuição

O atobá-de-pés-azuis ocorre ao longo da costa do Pacífico das Américas, da Califórnia no norte, ao norte do Peru e, às vezes, no norte do Chile no sul, com a reprodução geralmente ocorrendo do México ao Peru.

Subespécies

  • Sula nebouxii excisa - Ilhas Galápagos.
  • Sula nebouxii nebouxii - costa do Pacífico do México até o Peru.

Continentes de Ocorrência

América do Norte, América do Sul

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Blue-Footed Booby fact file on ARKive.
  • BirdLife International. 2016. Sula nebouxii. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T22696683A93578986.
  • Clements, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L. Wood. 2018. The eBird/Clements checklist of birds of the world: v2018.

Mais Espécies de Aves

Conheça mais espécies de Aves selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.