Tritão-do-lorestão

Fotografia por Dr. Richard Bartlett, CC BY

  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Tritão-do-lorestão

Neurergus kaiseri
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Amphibia
Ordem Caudata
Família Salamandridae
Gênero Neurergus
Nome Científico Neurergus kaiseriSchmidt, 1952
Nome Inglês Luristan Newt, Kaiser's Spotted Newt, Kaiser's Mountain Newt, Emperor Spotted Newt
Estado de Conservação VU  - Vulnerável (IUCN / 2016)

Descrição

O tritão-do-lorestão, conhecido também como tritão-pintado-de-kaiser, é uma espécie de salamandra muito colorida da família Salamandridae.

O tritão-do-lorestão tem uma coloração principalmente vermelho alaranjado ao laranja no lado ventral do seu corpo e membros. Seus membros têm manchas pretas e brancas nos lados ventral e dorsal. Seu lado dorsal é preto com manchas brancas pálidas e, ocasionalmente, tem uma coloração muito clara que varia do laranja ao amarelo. Ele também tem uma faixa laranja que se estende da cabeça em direção a cauda no seu lado dorsal.

O tritão-do-lorestão apresenta dimorfismo sexual. O macho tem uma região cloacal mais larga e arredondada por causa de glândulas que secretam substâncias para o espermatóforo, e a fêmea tem uma cloaca com formato de vulcão. No entanto, essas diferenças são claramente visíveis apenas durante a época de reprodução. Essa espécie tem entre 10 e 14 cm de comprimento total.

Biologia

A dieta do tritão-do-lorestão é composta principalmente de invertebrados. As espécies de presas específicas são desconhecidas, no entanto, o tritão-do-curdistão (Neurergus microspilotus), uma espécie do mesmo gênero, tem uma dieta de crustáceos, insetos e caracóis. Devido às semelhantes entre as espécies e seus ambientes, sua dieta provavelmente seja muito parecida.

Não se sabe muito sobre o comportamento do tritão-do-lorestão. Ele tem um estilo de vida terrestre fora da época de reprodução, que ocorre de março a abril. Levando em conta o terreno acidentado de seu habitat, é pouco provável que ele se mova para longe dos riachos de reprodução. Durante a época de reprodução esse tritão aumenta a sua ingestão de alimentos para compensar os custos extremos de energia do acasalamento.

O tritão-do-lorestão acasala em riachos e poças, onde os machos procuram as fêmeas. Depois do acasalamento e fertilização dos ovos, a fêmea deposita seus ovos em rochas no riacho. A reprodução ocorre na primavera (de março a abril) e uma fêmea pode produzir até 60 ovos.

O tritão-do-lorestão se desenvolve através de uma metamorfose completa. Ele começa a vida como uma larva aquática que eclodiu de grupos de ovos depositados em rochas ou vegetação ao lado de riachos. A larva tem uma cor marrom acinzentada e manchas pretas. Além da coloração diferente, a larva lembra um adulto em miniatura com brânquias externas. A larva se alimenta de pequenos invertebrados imediatamente após a eclosão. Os membros da família Salamandridae geralmente tem um período de metamorfose que varia entre 3 e 5 meses. Durante a metamorfose, a larva ganha uma coloração semelhante à de um adulto e perde as brânquias externas. Sua cauda também muda, perdendo sua membrana natatória, e as glândulas paratoides se tornam proeminentes perto da cabeça. Após a metamorfose, o jovem tritão deixa seu habitat aquático para viver em terra até que ele amadureça o suficiente para reproduzir. O tritão-do-lorestão atinge a maturidade sexual entre 2 e 4 anos de idade.

Não se sabe exatamente por quantos anos o tritão-do-lorestão pode viver, mas o tritão-do-curdistão (Neurergus microspilotus) pode viver até 14 anos na natureza, e é provável que o tritão-do-lorestão tenha uma expectativa de vida semelhante.

Habitat

O tritão-do-lorestão vive em riachos montanhosos frios. Esses riachos estão em vales onde existe uma combinação de sistemas meteorológicos do sul que contém ar quente e seco, que se mistura com sistemas do norte, que são mais amenos e úmidos. Essa combinação proporciona um clima frio e adequado para o tritão-do-lorestão. As áreas ao redor dos riachos são bosques abertos compostos principalmente de carvalhos. Esses bosques abertos são usados fora da época de reprodução.

Distribuição

O tritão-do-lorestão é uma espécie endêmica de quatro riachos dentro de uma área restrita do sul das montanhas Zagros (região de Shahbazan) da província do Lorestão, Irã.

Continentes de Ocorrência

Ásia

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Kaiser's Spotted Newt." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 24 Mar. 2017. Web. 6 Apr. 2017.
  • Curtis, T. 2014. "Neurergus kaiseri" (On-line), Animal Diversity Web.
  • IUCN SSC Amphibian Specialist Group. 2016. Neurergus kaiseri. The IUCN Red List of Threatened Species 2016: e.T59450A49436271.

Mais Espécies de Anfíbios

Conheça mais espécies de Anfíbios selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.