Rã-foguete-do-panamá

Fotografia por Brian Gratwicke, CC BY

Local da foto: Panamá

 Canon EOS 7D (Canon)
Distância Focal: 100mm  •  Abertura: f/11.0  •  Tempo de Exposição: 1/200s  •  ISO: 100
Data em que a foto foi tirada: 10/07/2016
  NÃO reproduza o conteúdo deste site sem autorização!

Rã-foguete-do-panamá

Colostethus panamensis
Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Amphibia
Ordem Anura
Família Dendrobatidae
Gênero Colostethus
Nome Científico Colostethus panamensis(Dunn, 1933)
Nome Inglês Panama Rocket Frog
Estado de Conservação LC  - Pouco Preocupante (IUCN / 2004)

Descrição

A rã-foguete-do-panamá é uma espécie de anfíbio da família Dendrobatidae. É uma das rãs venenosas mais bem estudadas. No entanto, até 2004 essa espécie era considerada um sinônimo da rã-foguete-comum (Colostethus inguinalis).

A superfície dorsal da rã-foguete-do-panamá é marrom-escura, sem nenhuma listra dorsolateral mais clara. A superfície lateral é marrom-escura, interrompida por uma linha esbranquiçada/dourada fina que se estende da virilha até aproximadamente a metade do comprimento entre a virilha e a axila. As axilas, virilha e superfícies escondidas dos membros posteriores têm uma coloração dourada/amarela brilhante. A superfície ventral difere entre macho e fêmea. No macho, a superfície ventral é branca ou tem algumas manchas fracas. Na fêmea, a garganta tem um padrão extenso de manchas mais escuras que geralmente não estão presentes no macho. O saco vocal branco brilhante do macho pode ser um sinal visual de defesa territorial. O terceiro dedo do macho adulto é inchado. Os pés dessa espécie são moderadamente palmados.

Machos adultos da rã-foguete-do-panamá têm entre 19 e 27 mm de comprimento rostro-cloacal. Fêmeas adultas têm entre 25 e 29 mm de comprimento rostro-cloacal.

Biologia

A rã-foguete-do-panamá é uma espécie diurna que defende territórios. Machos e fêmeas apresentam comportamento agressivo e a defesa territorial é mais forte na estação seca, quando habitats adequados e recursos são escassos. Essa espécie apresenta agressão até com outras espécies, particularmente com a rã-foguete-de-pratt (Colostethus pratti).

A fêmea da rã-foguete-do-panamá deposita seus ovos em ninhadas entre a serrapilheira. Quando os ovos eclodem, ela carrega os girinos (até 40 de uma só vez) em suas costas para riachos, onde os girinos continuarão o desenvolvimento. Alguns girinos permanecem nas costas da fêmea por até 9 dias, quando a fêmea entra em um riacho de fluxo rápido e eles se desprendem e continuam o seu desenvolvimento na água.

A rã-foguete-do-panamá atinge a maturidade entre 4 e 6 meses após a metamorfose.

Habitat

A rã-foguete-do-panamá habita florestas de montanha e florestas de planície, geralmente em elevações abaixo de 800 m. Ela vive perto de riachos e é encontrada com frequência ao longo de seções rochosas de riachos de florestas.

Distribuição

A rã-foguete-do-panamá é encontrada no Panamá e na Colômbia. No Panamá ela ocorre em aproximadamente dois terços do leste do país, incluindo as províncias de Coclé, Colón, Darién, Herrera, Panamá e San Blas. Na Colômbia ela ocorre no extremo noroeste, no Parque Nacional Natural Los Katíos, Departamento de Chocó, perto da fronteira panamenha.

Veneno

As rãs da família Dendrobatidae são conhecidas por sua toxicidade e coloração brilhante. No entanto, dentro dessa família o gênero Colostethus geralmente é considerado ser composto de espécies sem coloração brilhante e não tóxicas. Embora isso seja em grande parte correto, muitas espécies do gênero Colostethus possuem algum grau de coloração brilhante e, pelo menos a rã-foguete-do-panamá, é conhecida por ser tóxica. No entanto, ao contrário de outros dendrobatídeos cujas toxinas de pele consistem de alcaloides lipofílicos, a toxicidade da rã-foguete-do-panamá deve-se à presença de tetrodotoxina alcaloide (TTX). Os mecanismos de aquisição, transporte e armazenamento de TTX por essa espécie são desconhecidos, mas por outros sistemas defendidos por TTX essa substância geralmente é produzida por bactérias endossimbióticas ou sequestrada após o consumo de outras presas defendidas por TTX.

Continentes de Ocorrência

América do Norte, América do Sul

Elaboração e Tradução de Texto (Inglês / Espanhol para Português)

  • Terra Selvagem (by LS).

Referências

  • Wikipedia contributors. "Panama Rocket Frog." Wikipedia, The Free Encyclopedia. Wikipedia, The Free Encyclopedia, 19 Fev 2017. Web. 26 Mar 2017.
  • Taran Grant, Frank Solís, Roberto Ibáñez, César Jaramillo, Querube Fuenmayor. 2004. Colostethus panamansis. The IUCN Red List of Threatened Species 2004: e.T55125A11256591.
  • Amphibians of Panama, Smithsonian Tropical Research Institute (STRI).
  • Frost, Darrel R. 2017. Amphibian Species of the World: an online reference. Version 6 (26 Mar 2017). American Museum of Natural History, New York, USA.
  • Chemical Signals in Vertebrates (pág. 31), Bruce A. Schulte, Thomas E. Goodwin, Michael H. Ferkin.
  • A new, toxic species of Colostethus (Anura: Dendrobatidae: Colostethinae) from the Cordillera Central of Colombia. Zootaxa 1555: 39-51 (2007).

Fotos da Espécie

Mais Espécies de Anfíbios

Conheça mais espécies de Anfíbios selecionadas pelo Terra Selvagem.

Você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Saiba que dependemos exclusivamente de anúncios para manter o Terra Selvagem no ar.

Para continuar navegando, desabilite seu bloqueador de anúncios ou adicione o endereço www.terraselvagem.com à lista branca de sites do seu bloqueador de anúncios.