Tubarão-branco  Carcharodon carcharias
Foto: Tubarão-branco

Fotografia por Ken Bondy, CC BY-NC-SA


Compartilhe

Distribuição Geográfica
(clique no mapa)

Foto: Mapa da Distribuição Geográfica

Nome Comum
Tubarão-branco

Nome Inglês
White Shark, Great White Shark

Nome Científico
Carcharodon carcharias

PERFIL DA ESPÉCIE

O tubarão-branco é uma grande espécie de tubarão da família Lamnidae.

O poderoso tubarão-branco, muitas vezes é equivocadamente considerado o predador mais voraz dos oceanos, e ainda tem uma reputação de um feroz devorador de humanos, algo que, infelizmente é extremamente exagerado pela mídia. Seu poderoso corpo é suportado por um esqueleto cartilaginoso (ao contrário do esqueleto ósseo da maioria dos outros vertebrados), é otimizado para uma movimentação eficiente pela água, e tem um focinho pontudo, duas grandes nadadeiras peitorais com formato de foice, uma grande primeira nadadeira dorsal e uma grande nadadeira caudal. A boca está equipada com um conjunto de dentes pontiagudos e serrilhados.

O tubarão-branco tem uma coloração cinza ou bronze na superfície superior do corpo, e é branco por baixo. Ele tem um olfato extremamente eficiente, e é capaz de sentir campos elétricos através de sensores no focinho. Um tubarão-branco adulto tem, em média, entre 4,0-5,2 m de comprimento e peso entre 680-1.100 kg, mas ele pode atingir até 6,4 m de comprimento e pesar até 3.300 kg. A fêmea geralmente é maior do que o macho.

Biologia

O tubarão-branco geralmente é um animal solitário, mas de vez em quando é visto em pares ou em pequenos grupos. Acredita-se que grupos de tubarões-brancos tenham hierarquia de dominância estabelecida. Ele é um animal inteligente e migratório, e pode ser ativo durante o dia ou à noite. É um nadador eficiente e muito rápido, atacando rapidamente suas presas. Às vezes, ele é visto rompendo a superfície da água em saltos impressionantes. Ao contrário da maioria dos outros peixes, o tubarão-branco é capaz de manter sua temperatura corporal maior do que a água ao seu redor através de um sistema de troca de calor em seus vasos sanguíneos.

Como outros tubarões, o tubarão-branco tem um sentido extra obtido pelas ampolas de Lorenzini, que são células especializadas com um formato similar a de minúsculas "garrafas", situadas em toda região da cabeça do animal, e que lhe permite detectar o campo eletromagnético emitido pelo movimento de animais vivos.

O tubarão-branco é um predador grande e eficiente, e está no topo da cadeia alimentar marinha. Ele se alimenta predominantemente de peixes, mas também consome tartarugas-marinhas, moluscos e crustáceos, e é uma caçador ativo de pequenos cetáceos, tais como golfinhos e botos, e de outros mamíferos marinhos como focas e leões-marinhos. Usando o seu aguçado olfato, localização sonora e eletrorecepção, presas fracas e feridas podem ser detectadas a partir de uma grande distância.

O tubarão-branco é uma espécie particularmente de crescimento lento, maturação tardia e de vida longa.

A reprodução do tubarão-branco é ovovivípara, isto é, os ovos fertilizados são mantidos dentro do corpo da fêmea e se desenvolvem lá. Antes do nascimento, os filhotes no útero podem se alimentar de ovos não desenvolvidos e, possivelmente de seus irmãos que ainda não nasceram. A ninhada consiste de 2-10 filhotes, que nascem com mais de 1 m de comprimento. O período de gestação não é conhecido, mas é estimado em 12-18 meses. A fêmea dá à luz filhotes vivos, ao contrário de muitos outros tubarões que colocam ovos. É possível que a fêmea só reproduz a cada 2-4 anos. O macho atinge a maturidade sexual com 3,5-4,0 m de comprimnento e cerca de 10 anos de idade, enquanto a fêmea atinge a maturidade sexual com 4,5-5,0 m de comprimento e 12-18 anos de idade.

Originalmente, considerava-se que a expectativa de vida do tubarão-branco era de mais de 30 anos, mas em um estudo realizado pela Woods Hole Oceanographic Institution, a verdadeira expectativa de vida do tubarão-branco foi revelada ser de 70 anos ou mais, com exames de contagem de anéis em crescimento nas vértebras incluindo uma idade de 73 anos de um macho mais velho e 40 anos de uma fêmea mais velho no estudo.

Habitat

Os habitats preferidos do tubarão-branco são as águas costeiras e águas marítimas de plataformas continentais e insulares, mas evidências recentes sugerem que os adultos provavelmente são pelágicos durante grande parte do ano, sendo facilmente encontrados em águas oceânicas, desde a superfície até profundidades de 980 m ou mais.

Distribuição

O tubarão-branco é encontrado em todos os oceanos do mundo, principalmente em águas temperadas e, às vezes, em águas quentes, mas ocasionalmente em ambientes frios.


Status de Conservação da Espécie

Vulnerable

Status

Vulnerável

Ano avaliado
2005

Classificada por
IUCN 3.1