Baleia-cachalote  Physeter macrocephalus
Foto: Baleia-cachalote

Fotografia por Christophe DUFOUR, CC BY-NC-ND


Compartilhe

Distribuição Geográfica
(clique no mapa)

Foto: Mapa da Distribuição Geográfica

Nome Comum
Baleia-cachalote

Nome Inglês
Sperm Whale

Nome Científico
Physeter macrocephalus

PERFIL DA ESPÉCIE

A baleia-cachalote é a maior baleia com dentes pertencente a ordem Cetacea. É o único membro vivo do gênero Physeter e uma das três espécies existentes da família das baleias-cachalotes, juntamente com a baleia-cachalote-pigmeu e a baleia-cachalote-anã. Possui o maior cérebro de qualquer animal. Seu nome deriva de uma substância cerosa branca-leitosa, o espermacete, encontrada em sua enorme cabeça.

Um macho maduro pode crescer até 20 metros de comprimento e pesar até 57.000 kg. Sua cabeça pode representar até um terço do tamanho do animal. Pode mergulhar até 3 km de profundidade em busca de comida e permanecer até 90 minutos submersa. Mergulhos mais típicos são em torno de 400 metros e com 35 minutos de duração. Juntamente com a baleia-nariz-de-garrafa e o elefante-marinho, são os mamíferos que mergulham mais profundamente.

A dieta da baleia-cachalote consiste de várias espécies, tais como: lulas-gigantes, lulas-colossais, polvos, peixes diversos e arraias, mas principalmente de lulas de tamanho médio.

O período de gestação da baleia-cachalote é de 14-16 meses, nascendo apenas um filhote. As fêmeas atingem a maturidade sexual entre 7 e 13 anos; os machos aos 18 anos. Ao atingir a maturidade sexual, os machos se deslocam para latitudes mais altas, onde a água é mais fria e a alimentação é mais produtiva. As fêmeas permanecem em latitudes mais baixas. Os machos atingem seu tamanho total por volta dos 50 anos de idade.

A baleia-cachalote é cosmopolita, vivendo pelos oceanos em grupos chamados de unidades sociais. As unidades de fêmeas e seus jovens filhotes vivem separadas dos machos sexualmente maduros. As fêmeas cooperam para proteger e amamentar seus filhotes. As fêmeas dão à luz a cada três a seis anos e cuidam dos filhotes por mais de uma década.

Vivendo até 70 anos, uma baleia-cachalote madura tem poucos predadores naturais. Filhotes e adultos debilitados são atacados por orcas. Do início do século 18 até o fim do século 20 a espécie foi um dos principais alvos de baleeiros. Além do seu óleo (usado na iluminação) e âmbar (fundamental na perfumaria), o valioso espermacete do animal foi transformado em velas, sabão, cosméticos e óleo de máquina. Muitas vezes o grande tamanho da baleia-cachalote lhe permitiu se defender eficazmente dos baleeiros.

A baleia-cachalote é detentora de alguns recordes do mundo natural:

  • Maior mamífero com dentes que se conhece, vivo ou extinto.
  • Maior cérebro entre todas as espécies vivas da Terra, com um peso médio de 7 kg - sendo conhecidos espécimes com cérebro pesando 9 kg.
  • Mergulho mais profundo entre todos os mamíferos, podendo se manter submersa por 90 minutos ou mais.
  • Animal mais ruidoso do mundo. Os sons produzidos pela baleia-cachalote têm uma intensidade que excede os 230 dB.

Referência

Wikipedia


Status de Conservação da Espécie

Vulnerable

Status

Vulnerável

Ano avaliado
2008

Classificada por
IUCN 3.1




Mais do Terra Selvagem