Onça-parda  Puma concolor
Foto: Onça-parda

Fotografia por Alan D. Wilson, CC BY-SA


Compartilhe

Distribuição Geográfica
(clique no mapa)

Foto: Mapa da Distribuição Geográfica

Nome Comum
Onça-parda

Nome Inglês
Puma, Mountain Lion, Cougar

Nome Científico
Puma concolor

PERFIL DA ESPÉCIE

A onça-parda, conhecida também como suçuarana, onça-vermelha, leão-da-montanha ou puma, dependendo da região, é o segundo maior felino das Américas, depois da onça-pintada (Panthera onca). Embora grande, a onça-parda está mais relacionada aos felinos menores, incluindo o gato-doméstico, do que com qualquer subespécie de leão.

A onça-parda é um felino robusto e extremamente ágil. Seu corpo longo tem membros posteriores excepcionalmente longos, provavelmente uma adaptação para rajadas de corrida de alta velocidade e saltos, usados para perseguir e emboscar presas. A onça-parda tem um pescoço longo, uma cabeça larga e pequena, orelhas arredondadas e curtas que são pretas na parte de trás, e uma cauda longa e cilíndrica com uma ponta preta. A pelagem tem uma coloração uniforme (por isso o nome latino concolor), variando do cinza prateado, amarelo acastanhado até o marrom avermelhado. A garganta, peito e ventre são de uma cor esbranquiçada ao amarelo-claro, e os lados do focinho são moldados em preto. Listras horizontais claras podem ocasionalmente ser vistas nas partes superiores dos membros anteriores.

Os jovens filhotes da onça-parda são pintados, com olhos azuis. Os machos raramente pesam mais de 100 kg, e dependendo do sexo e idade, tendem a ser maiores no norte da sua área de ocorrência, e a pelagem geralmente é mais longa para proteger das temperaturas extremas.

A onça-parda tem entre 105-196 cm de comprimento (cabeça-corpo) e uma cauda de 67-78 cm. Os machos pesam, em média, 53-72 kg, e as fêmeas pesam, em média, 34-48 kg.

Biologia

A onça-parda é um animal noturno e crepuscular, sendo mais ativa ao amanhecer e entardecer. Este ágil e poderoso felino caça perseguindo e emboscando a sua presa. Ela se alimenta principalmente de ungulados, mas ocasionalmente se alimenta de presas menores. Nas partes norte da sua área de ocorrência, ela se alimenta principalmente de grandes ungulados, incluindo alces e ocasionalmente gado doméstico. Em áreas tropicais ela se alimenta mais de presas de médio porte.

A onça-parda é um felino solitário, com exceção de um curto período de dias durante o período de acasalamento e de contatos entre a fêmea e seus filhotes. Os machos ocupam grandes territórios que sobrepõem os territórios de várias fêmeas. As fronteiras do território são marcadas com arranhões deixados em posições de destaque. Apesar de terrestre, a onça-parda nada muito bem e escala árvores quando necessário.

A onça-parda acasala durante o ano inteiro, mas é mais concentrado de dezembro a março em latitudes norte. A fêmea dá à luz uma ninhada de 1-6 filhotes dentro de uma toca. Os filhotes nascem cegos e indefesos com peso entre 226-453 g, permanecendo na toca enquanto sua mãe sai em busca de alimento. Com cerca de dois meses de idade, os filhotes são capazes de acompanhar a mãe, e permanecem com ela até cerca de um ano e meio a dois anos de idade. A expectativa de vida da onça-parda na natureza é de 8-13 anos e até 20 anos ou mais em cativeiro.

Habitat

A onça-parda é altamente adaptável, e é encontrada em uma grande variedade de habitats, do árido deserto até florestas tropicais e florestas de coníferas frias, do nível do mar até 5.800 m nos Andes. Estudos mostraram que o habitat com vegetação densa de bosque é o preferido, mas ela também pode viver em áreas abertas com cobertura vegetal esparsa.

Distribuição

A distribuição geográfica da onça-parda é a maior de qualquer mamífero terrestre no Hemisfério Ocidental, desde o Canadá, Estados Unidos, América Central e América do Sul, até o extremo sul do Chile.

A onça-parda ocorre no Canadá, Estados Unidos, México, Belize, Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Panamá, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Guiana Francesa, Paraguai, Peru, Suriname, Venezuela e Bolívia.

Ameaças

A onça-parda está ameaçada pela perda e fragmentação do seu habitat, e pela caça da base de presas selvagens. Ela é perseguida em toda a sua área de ocorrência por atacar o gado e animais domésticos. Em muitos estados do oeste dos Estados Unidos ela é caçada legalmente. Os atropelamentos são a principal causa de mortalidade da ameaçada subpopulação da Flórida, e as estradas de grande circulação são uma grande barreira para a locomoção e dispersão da onça-parda.

Subespécies

  • Puma concolor cabrerae
  • Puma concolor costaricensis
  • Puma concolor anthonyi
  • Puma concolor couguar
  • Puma concolor concolor
  • Puma concolor puma
  • Puma concolor coryi

Status de Conservação da Espécie

Least Concern

Status

Pouco Preocupante

Ano avaliado
2008

Classificada por
IUCN 3.1